ANAL PROFUNDO COM A BRANQUINHA CORPO DE SEREIA


Click to Download this video!


Oi Oi Galera. Nunca se ama mulheres diferentes do mesmo jeito. Cada uma é única e o que agrada e dá prazer a uma pode causar constrangimento, vergonha e até desconforto a outras, quer por tabus, costumes ou anatomia. Mas uma coisa é certa: Todas elas gostam de ser amadas e se tocadas nos pontos exatos, deixam aflorar a devassa, a selvagem, a fêmea ardente que guardam dentro de si.
Conheci uma “sereia” tempos atrás e por mil motivos, só transava com ela nos meus sonhos. Branquinha, 1,70m, seios tamanho normal, sorriso lindo e até um pouco safado. Naquele tempo, quando a via sempre usava shorts apertados delineando o volume de sua buceta que muitas vezes me fez babar e ter ereções poderosas, onde quer que a encontrasse. Mas o que punha meu coração em xeque-mate era a sua bunda. Caramba, sou obcecado por sexo anal (repito, com mulheres) e aquela bunda era simplesmente maravilhosa e vivia nos meus sonhos. O tempo passou e recentemente reencontrei com ela. Mulher, mais madura, mais bonita e certamente mais experiente. Tentei. Tentei até que ela topou sair e lá fomos ao primeiro motel. Lá chegando, retirei minha roupa enquanto ela ia ao banheiro e o meu cacete já babava...retornou enrolada numa toalha e deitou-se de barriga pra cima. Me aproximei...toquei os seus lábios levemente com os meus enquanto minha língua procurava o céu da sua boca. Aquele beijo que estava guardado foi correspondido. Minha boca desceu aos seus seios e a cada mordiscada ela correspondia com um gemido rouco. Desci mais e lambi o seu umbigo....desci..ela abriu as pernas exibindo aquela buceta experiente rs rs rs, mas ainda não era a hora. Desviei o meu rosto e fui pra suas coxas, pernas e pés. Ela delirava. Nenhuma mulher resiste se vc mordisca as suas virilhas, uma após outra e ela não era exceção. Suspirou forte e se contorceu. Minha língua buscou aquela buceta tão desejada. Pernas pra cima, agora podia alternar minha lambidas entre sua buceta e um cu que aparentemente estava conservado. Ela anunciou que iria gozar. Então, primeiro carinhosamente, depois profundamente, penetrei aquela buceta quente e macia até o fundo. Iniciei o vai e vem e logo ela teve seu primeiro orgasmo, me envolvendo com braços e pernas entre beijos de estontear um leão. Me empolguei e sentia todo o meu tesão, toda a minha tara por ela à flor da pele....acelerei e fui mais fundo. Ela recua....doeu...tocou no fundo do útero. Não paro. Acelero mais enquanto enfio dois dedos no seu cu agora encharcado por nossos fluidos. Ela enlouquece de novo, embala e por vários minutos suamos até que gozou de novo. Pediu pra respirar e começou a se abanar com as mãos. Me fez rir. Isso me fez bem pois retardou a minha gozada de ouro, afinal vale também os anos vividos na putaria. Coloquei-a no coqueirinho e enquanto rebolava no meu cacete todo enterrado, acariciava e beijava seus seios e buscava com os dedos o meu tesouro....seu cu. Já de quatro pedi que colasse os seios na cama e assim fez. Me exibindo uma buceta arregaçada e babada e um cuzinho que piscava. Nossa!!!!! Quase gozei sem meter. Mas a experiência venceu a tara. Entrei até o fundo naquela buceta gulosa e quando ela anunciava outro orgasmo pedi pra colocar no seu cu, naquele túnel que tanto desejei. Hesitou um pouco mas cedeu pedindo que eu fosse devagar. Coloquei a cabeça do pau e forcei....ela reclama de dor....se contorce...saiu. Tentei novamente e novamente. Nada. Não entrava. Tentei de novo desta vez pegando por baixo com as mãos em sua buceta, puxando ao meu encontro....a cabeça passou. Ela não relaxa. Diz que dói. Paro. Espero que se acostume. Então vou entrando, cada centímetro que entra agora me faz enlouquecer de tesão...e vou até o fundo. Paro. Ela quase chorando pede pra continuar. Continuo e acelero ao máximo. Ela abre a bunda com as mãos. Soco até não ter mais o que enfiar...ela dá um salto. Me expulsa do seu cu. Droga. Estava prestes a gozar. Mas assim foi melhor. Beijo a boca dela, sussurro um monte sacanagens ao seu ouvido e volto a meter. Mais forte, mais fundo, acelero e acelero. O suor nos banha. Ela anuncia o gozo e aproveito (nessa hora elas esquecem a dor). Enterro tudo fortemente e segurando firmemente gozo no fundo daquele cu que tanto desejava. Ela também goza.....Caramba...mas que gozada. Fiquei dentro dela sentindo as contrações do seu rabo por um tempo e depois saio. Escorre uma mistura de esperma, com um pouco de “outras coisas” e até um filete de sangue, mas a nossa satisfação é mútua. Depois do banho retornamos com ela se queixando de dores no rabo quando passávamos em algum quebra-molas. Isso foi só o começo, em uma semana fomos pra cama muitas outras vezes e ela se revela cada vez melhor. As fotos são nossas. Espero que gostem. Abraços.
Foto 1 do Conto erotico: ANAL PROFUNDO COM A BRANQUINHA CORPO DE SEREIA

Foto 2 do Conto erotico: ANAL PROFUNDO COM A BRANQUINHA CORPO DE SEREIA

Foto 3 do Conto erotico: ANAL PROFUNDO COM A BRANQUINHA CORPO DE SEREIA

Foto 4 do Conto erotico: ANAL PROFUNDO COM A BRANQUINHA CORPO DE SEREIA

Foto 5 do Conto erotico: ANAL PROFUNDO COM A BRANQUINHA CORPO DE SEREIA


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario monicagoiana

monicagoiana Comentou em 30/05/2017

Adorei Espero que meu c*você também o deixa assim beijo beijo




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


62564 - Rabo de profissional - Categoria: Heterosexual - Votos: 12
72446 - Rabo de profissional II - Categoria: Heterosexual - Votos: 10
92061 - GOZANDO FUNDO NO CU DA MORENA - Categoria: Heterosexual - Votos: 6
103436 - Eu, o pepino e o cu da sereia - Categoria: Heterosexual - Votos: 5

Ficha do conto

Foto Perfil jeguerê
jeguer

Nome do conto:
ANAL PROFUNDO COM A BRANQUINHA CORPO DE SEREIA

Codigo do conto:
101238

Categoria:
Heterosexual

Data da Publicação:
27/05/2017

Quant.de Votos:
10

Quant.de Fotos:
5


Online porn video at mobile phone


historia erotica sempre eu pega meu genro dormindo pau duroContos eroticos minha mulher traz porra para mimconto flagrado dando o curso gaycontos erótico de casais monogâmicosContoeroticofodicontos eróticos com travestis bem novinha gritando napica várias vezesben 10 batendo punheta conto erotico vi meu vizinhocontos de sexo incesto com 2homemContos padrasto quebrando cabaçod dez anosaluna conto eroticoconto dei o cucontos pornor lebian incestuosoconto erótico meu cunhado foi me visitar e eu deixei a Time comendo meu quartoconto erótico arib jrcasadasquadrinhocontos gay travestis seduxiu e chantageou deois.comrelatos eroticos ouvi novinha comentar com c a outra queria perder cabacinho roludo arebentou novinhaemrrabada na fasenda por papai contos eroticos de incestoeu e a evangelica casada da minha esposa conto eroticoconto erotico comadre e afilhadafamilia favela mulher dondo o cusinhoConto erotico descobrindo marcia minha ex esposa ruiva e os negoes 3cdzinha salto alto e corpeteSexo Eu meu marido e minha amigaConto ui ui passa lingua cuVidioporno professora de quadrinhoconto erotico dona casa no quintalconto erotico de gravidacontos primeiro sexo grupal suruba dando pra várioscontos mulher gostosa da pro travesti e pro cãocewe sd memekconto erotico eu depilando bucetaContos Eroticos Meu Marido um Corno pelo Proprio Filho 4minha tia pelada fotos tireividio d sexo com tio comendo a sobrinha brincando com elaProfessora safadacontos com fotoscfm casadasconto erotico raquel morena deliciosaxxx cunhada tempo de ferias com cunhadodormi bebado perdi as pregasos funkstones 5cornogaycontosContos reas papi arrombo meu cu na frente da mamaeContos eroticos tia gosta de descabaçou sobrinhocontoeroticovaqueiroContos excitantes de pau gozando na buceta engravideiconto erótico garotão bombado da farmácia do pau grossoconto erotico de incesto: fui torturada e estuprada por meus tiosZoofilia franco e belinha2017contos eroticos dia das maesconto erotico enteada brincadotraicoesquadrinhosmae no hotel com o filho qadrinho pornoconto erotico onibuscartoon porno mae e filhoconto erotico vizinha novinha da minha maecontos eroticos irmas gozadeiraxxxxxvidio anita n hotel depois do carnavalcontos eróticos abusada incestoultimos contos sadocontos eroticos gay eu e meu amigo fudemos todo dia no mato conto gayconto erotico uma depilação atrevidavidio.de.mulhres.velha.com.mais.de100kilos.transandocontos eroticos mulher do amigo se tornou orgia.Contos eróticos gay incesto a trêsContos gay vovoconto minha amiga bebendo porra do meu maridocontos com fotoscfm casadasTransando com o pai do meu namorado contofotofoto meu marido pauzodocontos eroticos de melar a bucetaquadrinhos eróticos com fotos reais cornoscontos dividindo um apartamento com um travesti no canada torontofode minha bucetaConto novinha virgem meteu com coroa pauzudo e gamouultimos contos sadoporno amiga chupa a irmãda amiga ogrilinho dormindo