Sobrinha -enteada The day after


Click to Download this video!



Após ter me aventurado com a sobrinha-enteada, não pude dormir. Atordoado, preocupado, pois havia deixado nela grande quantidade de esperma, e uma adolescente saudável como ela isso poderia ser problemático, ela poderia engravidar, se isso ocorresse eu estaria com sérios problemas. Fora isso a foda foi assistida pela outra, ela poderia dar com a língua nos dentes e nos delatar.
Mal clareou o dia eu levantei, todos ainda dormiam, os bebados da noite provávelmente não acordariam antes das 14 horas e as mulheres talvez acordassem antes do meio dia.
Fui novamente ao banho, ao passar no quarto das sobrinhas, deu uma olhadinha, ela estava lá, deitada languidamente, descoberta com as pernas en forma de "4", com uma mão pousada sobre a calcinha. Havia se masturbado? Aproximei-me pude ver a umidade carimbada na roupa íntima, a inundação que fiz ainda vertia dali. Fiquei apavorado como um adolescente que acabou de aprontar, sai dali e fui ao banho. Terminei o banho fui a sala liguei a TV em pleno domingo, assistia o "globo Rural". Eu estava só de bermuda, acabei dormindo, pois passara a noite em claro. Fui acordado pelo toque suave de uma mão alisando meu cacete duro, pensei estar sonhando, semi acordado pensei ter visto minha esposa, pois ela gostava dessa prática. Mas eu estava enganado, era Thainá, de shortinho e um top minúsculo a lhe cobrir os seios. Dei um salto na poltrona e quase gritando protestei:"está doida?? ques que vejam??"- "dormem como porcos, a Elisa está no banho (Eliza era minha mulher, digo era pois não é mais, acabou descobrindo algumas coisas). Conversei com Thainá sobre minha preocupação de ela engravidar e da outra pirralha ter visto a foda. Tranquilizou-me dizendo que sabia como se prevenir e sobre a pirralha me garantiu que ela nao revelaria nada a respeito, pois sabia uns "podres" dela.
A festa ocorrera em um sítio da família, arranjei a desculpa de ir até a cidade pegar jornal, de imediato Thainá prontificou-se para ir junto, não concordei, mas Eliza a estimulou a ir junto, encomendou absorventes pois viera desprevinida, mas recomendou: "vista-se decentemente tá parecendo uma putinha!!!" mas sabia ela que a sobrinha era de fato uma putinha. Thainá então vestiu uma sainha de brim e uma camiseta. "to pronta tio" - Mal dobrei a saida da porteira a safada recostou-se na porta, ergeu uma a perna esquerda no banco do carro deixando a mostra a bucetinha, estava novamente sem calcinha. Freei bruscamente quase derrubando-a do banco. "está louca menina??? vai sair sem calcinha??". Rui safadamente de mina cara e questionou: "Voce vai contar pros outros que estou desprevenida??, to assim pra voce seu bobo!!!". Perdi o controle, não sabia se voltava, se seguia adiante ou se chorava, não sabia o que fazer. Dali até a cidade dava uns 10 KM, não havia lugar para levar ela e comer com calma. Afasteu meu banco para trás e convidei a sentar para "dirigir" eu fazia isso quando ela era menor mas sem intenção de sexo. Prontamente topou, mas disse a ela: "Hoje vai ser diferente" Tirei pra fora a ferramenta que estava duríssima, e oferci:"senta aqui". Prontamente a putinha pegou meu pau com a mão e guiou até a entrada da bucetinha e lentamente baixou a bundinha até que tudo estivesse dentro dela. Aquilo foi estonteante gritei: "assim voce me mata guria!!!" Comecei a movientar o carro lentamente enquanto ela dirigia com meu pau cravado nela, os solavancos da estrada mal conservada faziam o resto do trabalho. Andei uns 2km e entrei numa lavoura, havia um local ali que podia ocultar o carro. Completei a foda com a putinha naquela posição, levantei a camiseta e chupei no peitinho, meio dejaseitadamente, com a mão siriricava auele grelinho duríssimo, até que gozei novamente, num espasmo de prazer ela forçou como se quisesse aprufundar a penetração e desfaleceu de prazer. Sorte que sempre mantenho um rolo de papel no porta luvas do carro, usei para secar o resultado de nosso prazer. Seguimos viagem, compramos as coisas e voltamos. Perguntei a ela onde aprendera essas putarias. Me confidenciou então que meu cunhado comia ela já tinha uns 3 anos, mas ela nunca sentira tesãopor ele. Perguntei quais os "podres" da pirralha que ela sabia, me disse que não era nada de mais, ela a havia flagrado tocando siririca no banho com o cabo da escova de dente cravada na bucetinha. Chegamos da cidade com as encomendas, minha mulher imediatamente se apossou dos absorventes. Passamos o resto do dia flertando com dois adolescentes, quando dava, enfiava a mão na bundinha dela, ou então forçava o cuzinho com o polegar, ela safadamente pegava meu pau, nos torturáva-mos. Depois daquele final de semana nos encontramos mais vezes, sempre com sexo, ela tomava comprimidos pra não engravidar pois fodia com meu cunhado e "ficava" dois garotos da escola.
Foto 1 do Conto erotico: Sobrinha -enteada The day after

Foto 2 do Conto erotico: Sobrinha -enteada The day after

Foto 3 do Conto erotico: Sobrinha -enteada The day after

Foto 4 do Conto erotico: Sobrinha -enteada The day after


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario bily

bily Comentou em 16/02/2011

essa é uma verdadeira putinha mesmo




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


Ficha do conto

Foto Perfil onanista
onanista

Nome do conto:
Sobrinha -enteada The day after

Codigo do conto:
10850

Categoria:
Incesto

Data da Publicação:
26/11/2010

Quant.de Votos:
8

Quant.de Fotos:
4


Online porn video at mobile phone


contos com fotoscfm casadasporno cssada trai com catador de papelaocontos eroticos eu minha mulher e nosso amigo na praia de nudismoconto erotico o feioso pauzudopegei minha tia no banho buseta carnudaXVídeos gay boa f*** mototáxi comendo um gayultimos contos sadoconto corno chora esposa gemendoconto erotico gay jeferson o menino gatinhoescravo gay contoVideos porno com chiquinha filha do seu madruga fodendo muito xvdios comconto erotico meninaconto eroticos gay com paiEvanglicas gostosas/desabafos recentes de incesto com fotoscontos erotico comtaradocontos socando a rola na negrinhaconto erotico sogrovídeo porno de mulher com negrão sedo estrupadas no cu e gozando muitobuceta retaabri as pernas da Amadora e botei o pau todo na buceta delapegano a cafada pelos cabelometi na bucetadelagifs jebas veiudasconto cu abertoPatroa loira negao conto eroticocasa dos contos dei o cu e o xoxotao grande pra familia de picudoswww.conto erotico ervangelicos porno.comcontos eroticos Sandrinha dando para o chefe do Cornocontos eróticos sentandocontos eroticos mulheres que deram cuzinho pela primeira para pauzudos de22cmporno brasil tracei a costureiraFotos em quadrinhos de homem gozando na buceta da orcsconto erotico bisex 2017 curitibaconto erotico , virei cadelinha da espanhacontos eroticos princesinhacontos eroticos de vovô faz netinho de femêa para fuder gaysgay novinhos relatam q da o cu doiporno gay quadrinho mozto rufodendo memor conto erotico mozConto erotico teen gay free escolacontos porno hentai motorista comedorconto erotico de homem come a mulher que era louco por elacontos eroticos de vovô faz netinho de femêa para fuder gayscontos minha mulher deu no clube de nudismocontos eróticos abusada incestocontos gay transformado em putaesposas metendo com negao contosconto erotico swing pornovídeo pornôs de contos eróticas a filha de calígula[email protected]conto erotico comi a rabo da minha tiaporquinha sadomasoquismoas aventuras praia sexo menina pequena paisexo hqMadrasta e antiado sex foto quadradinhosporno quadrinho negroscontos com fotoscfm casadasvirei mulherzinha hoje contosgays magrinhos cacetes grandes falando besteira no ouvido e transandojovem comedor das mulheres casadas quadradinho erticoirmao furioso contos eroticossexo em quadrinhos paus grandes rasgando bocetinhas interrracialporn contos eroticos toda noite amarrada e usada no barquadrinho real xxxcrente pauzudo comendo cu do gaysexo Com um virgem no carroindio tarado por grelo grandeA mulher gozando no peniscontos eróticos novinho roludo judiou de mim madame peao negro conto eróticoO cunhado pirocudo hqminha mae e uma puta depravada - contoContos eroticos cheirando calcinhas no banheiro da lojaconto minha tia tímidaconto dando para o professor pra ganhar notas boacoroas metendo no forum eróticosconto erotico ninavideos irma grita estrupada pelo irmao que goza dentroconto erótico gay de um menino que deu pro time do colégioquadrinho porno de futebolpresente de aniversario pro meu pai porno conto erotico