Familia maravilhosa/Mamãe e eu

Click to this video!


Oi, vou contar aqui uma experiencia que aconteceu comigo pela primeira vez a alguns meses atrás; foi muito interessante e legal, eu aprendi muita coisa, cresci e evolui como mulher depois disso.
Meu nome é Sabrina, tenho 16 anos, estou no terceiro ano do ensino médio e faço um cursinho preparatório para o ENEM, vou tentar fazer psicologia, apesar de minha vocação ser para os palcos; no fundo meu desejo era cursar teatro, mas infelizmente não existe bolsa fornecida pelo governo por meio de seus programas sociais, para este tipo de curso, e eu tambem não tenho condições de banca-lo; isso não me incomoda tanto a ponto de ficar inconformada com a vida igual algumas pessoas que eu conheço, que se desesperam por conta de bolsas, status etc; talvez, ou melhor, com certeza, logo quando eu estiver com um bom emprego e ganhando meu dinheiro, eu vou fazer o que eu realmente gosto, quero, e nasci pra fazer.
Eu sempre fui muito tranquila com relação a tudo na minha vida, sempre tive muita maturidade pra lidar com as
situações que passei até hoje, fossem elas boas ou ruins, tenho a cabeça bem aberta, o que considero uma qualidade, me acho inteligente, não em todos os aspectos, mas me considero bem espertinha, e acho que, por conta disso, aconteceu a história que vou contar aqui.
Moro com meus pais em Belo Horizonte MG, minha mãe se chama Márcia, tem 36 anos, 1,68cm de altura, cabelos castanhos e curtinhos, dona de um sorriso lindo e largo, rosto com linhas de expressões fortes e bem definidas que revelam sua personalidade alegre e cheia de si, apesar de ser meiga, carinhosa e muito fofa; tem um corpo muito bonito, que por sinal me da inveja, seios meio que caidos por serem naturais mas muito bem fartos, com os mamilos grandes e amarronzados, sei disso porque sempre tomo banho com ela; tem um bumbum quase que perfeito em forma de coração, coxas grossas mas delineadas e delicadas, não é gorda mas tambem não é magra, deve ter uns 68 kg muito bem distribuidos, enxergo ela muito bem confortável em seu corpo; fico pensando, "nossa meu pai é um homem de sorte"; ela cuida da casa, do meu pai e de min, e faz uns bicos de manicure as vezes, em casa mesmo, as amigas "clientes" dela quase sempre aparecem aqui para fazerem suas unhas, apesar de não precisar, pois o emprego do meu pai sustenta a gente tranquilamente, ela gosta de fazer suas artes e embelezar as mãos das amigas. Falando em meu pai, ele também é muito gato, se chama Sérgio, trabalha como motorista particular de um empresário, tem 1,80cm, cabelos pretos mas com alguns bons e charmosos fios grisalhos, tem 41 anos, braços fortes, peitoral avantajado, ombros largos, pernas fortes, pesa uns 80kg, tem uma certa barriguinha mas nada de mais nela, tambem esta bem distribuida, usa uma barba cheia mas bem cuidada; ja eu tenho longos cabelos castanhos, 1,60cm, olhos grandes e castanhos tambem, lábios pequenos e finos, bem combinados com o resto do meu rosto,(meu pai sempre fala que fico muito fofa quando faço biquinho ou mostro língua) peso 60 kg, barriguinha chapada, seios tambem fartos, puxei mamãe, bumbum com tamanho normal, nada grande mas também não é pequeno sem nada (tem carne aqui sim risos) é empinadinho, tudo em cima, coxas não muito grossas, esta na mesma proporção do bumbum.
Como sou filha única, bem normal meus pais me bajularem e mimarem muito, sempre me dando de tudo; não somos ricos mas somos confortáveis financeiramente, então, por conta disso, sempre tive do bom e do melhor em casa, mas isso não me fez preguiçosa, (para não falar vagabunda risos) sempre corri atrás das minhas coisas, estudo pra caramba, consigo minhas notas, e meus pais apesar de me mimarem não são relaxados, estão sempre me cobrando e dando tarefas para fazer, o que acho muito certo, eu sou apaixonada com meus pais, são as pessoas mais importantes que tenho na vida, agradeço muito a Deus por isso, e sempre procuro demonstrar meu amor fazendo tudo que esta ao meu alcance para agradar eles, em qualquer coisa que seja.
Bom, agora que ja contei um pouco do básico da minha vida e a de meus pais, que vão fazer parte dessa história, vou contar o que vem acontecendo entre a gente;
era um sábado a tarde, sábado aquele em que tinha feito muito calor, era por volta de 16h, e apesar do sol ja estar se pondo ainda estava um calor infernal, meu pai ainda estava no trabalho, chegava por volta de 17:30h; por conta dos 30 graus que fazia, eu e mamãe estávamos em casa de shortinho e usando apenas sutiã, moramos no apartamento (pequeno e antigo mas confortável) do terceiro andar em um bairo classe média, não corriamos perigo de ninguem nos ver e ficar nos bulinando (risos), só se entrasse no AP, e isso só meu pai faria mais tarde um pouco, pois fora eu e mamãe só ele tinha a chave; nunca nos preocupamos com isso também, sempre fomos liberais em familia, por exemplo sempre via meu pai só de cueca pela casa ao acordar de manhã, ir pra cozinha ou para a sala fazer alguma coisa, ja vi o negócio dele varias vezes, quando por exemplo ele estava muito apertado para fazer xixi e entrava no banheiro enquanto eu ainda estava no banho, tirava pra fora aquele instrumento de um 17 cm quando estava normal, (risos) eu ficava impresionada e de boca aberta, achava lindo; desde ainda mais novinha, sem maldade alguma, era muito natural entre nós, e até hoje continua sendo; com minha mãe é ainda mais natural, trocamos de roupa juntas, tomamos banho juntas, usamos as mesmas calcinhas, mesmos sutiãs, nos até ja nos depilamos juntas, depilação completa (risos), ja vi ela transando com papai com o consentimento deles, foi lindo ver o amor dos dois, ja dormi com eles enquanto se amavam bem ao meu lado, mãe gemia e gritava igual uma puta e papai batia com vontade, com gosto, na maior naturalidade, eu ficava bem excitada e me tocava depois, mas nunca tive coragem de pedir para participar, não existe nada mais gostoso que uma relação natural tranquila e aberta assim.
Voltando a falar do dia em questão, eu e mamãe em casa, assistindo o caldeirão do Hulk, pois eu ja tinha terminado de estudar 3 capitulos de Química e estava descansando um pouco, ela também ja tinha acabado seus afazeres, aquele calor ainda fazendo a gente ficar toda melada e grudenta, minha mãe falou:
- Sá, não aguento ficar assim, ta muito quente, acho que vou entrar debaixo do chuveiro pra tirar esse suor do corpo, você vêm?
Realmente estava demais, eu também estava muito suada e grudenta, aceitei o convite e fui atrás dela; No banheiro o clima ficou tão gostoso! Minha mãe era mais que uma mãe, era uma amiga, era muito como eu, eu me via nela e ela se via em min, nossa confiança uma na outra era muito forte, éramos confidentes, lembrei de dois dias antes, ela ter me contado sobre uma noite de transa maravilhosa que teve com papai, me contou nos detalhes, falou de como seu pênis estava grande e grosso (20 cm) e de como foi gostosa a sensação de preenchimento e satisfação que teve ao ser penetrada por ele, disse também que ele a prendia firme nos seus braços e não deixava ela nem respirar direito, falou que papai estava muito inspirado e apaixonado naquele dia pois fez ela ter um orgasmo e gozar incrivelmente, tudo isso uma mãe contando a sua própia filha, e sobre seu própio pai, era esse o nível de confiança entre a gente e eu me molhei toda com ela me falando essas coisas 'kkkkk'.
Ela ligou o chuveiro e interrompeu meus pensamentos que acabara por me excitar, mas nada de mais nisso para min, estava tudo normal, eu nem percebi direito que estava tão excitada.
- Acho que já te vi pelada mais vezes que papai. (risos) - falei em tom sarcástico, enquanto ela enclinada sobre a banheira, o que deixava o começo do seu bumbum a mostra, fazendo uma figuinha, mexia no regulador e esfriava a temperatura da água que saia
Ela rindo:
- E qual o problema? Somos duas mulheres, você ainda é mocinha, mas não deixa de ser mulher, tudo que eu tenho você tem também.
- Nenhum problema mãe, só me ocorreu aqui agora que acho isso muito interessante, ter um contato assim tão íntimo e ao mesmo tempo tão natural com minha mãe, ja vejo e aprendo muita coisa que talvez eu só veria e aprenderia com outras pessoas la fora.
-Você esta certíssima queridinha, faz parte da minha obrigação como mãe te mostrar tudo da vida, te educar em todos os sentidos, mas o que você quer dizer com "ver e aprender muita coisa ?"
Ela tira o shortinho e olha pra min aguardando a resposta, depois abaixa as laterais da calcinha pretinha e revela sua buceta cheia de pelinhos, bem rachadinha no meio destacando seus lábios bem desenhados e curvados à parte interior da coxa em direção ao bumbum, muito linda ela, depois se vira de costas e me mostra aquela bela bunda com pele lisinha de bebê, dou um tapinha bobo de brincadeira e falo rindo:
-Você ta muito bem em Dona Márcia, tem usado bastante? E ela solta um grintinho e da risada:
-Aiii Sá, você não respondeu minha pergunta, e sim, eu tenho usado bastante. Ela diz com voz doce e um sorrisinho, e me pede pra desfazer o sutiã para ela.Desfiz o feicho do sutiã dela e seus peitos saltam para fora, com vontade, plenos, maravilhosos, gostosos, ela se vira pra min e eu fico encantada, apaixonada e com inveja daquele par de beldades.
Vou descendo meu shortinho e respondendo sua pergunta:
-Ah mãe não sei, olho seu corpo e comparo com o meu, percebo e aprendo muita coisa, não é como se analisar sozinha em frente ao espelho igual eu sempre faço, ter uma outra mulher nua na sua frente é sensacional para se conhecer e conhecer melhor seu corpo, ainda mais se essa mulher for sua mamãe.
- Ah filha eu tenho tanto orgulho de você, tão novinha mas ja com essa maturidade, você vai ser muito bem sucedida na vida se Deus quiser, e eu e seu pai vamos fazer de tudo para te garantir isso, te dar todo apoio e te ensinar tudo o que pudermos.
A voz de mamãe é tão meiga e suave que é facil eu conseguir me concentrar nela, fico excitada com a doçura e ao mesmo tempo firmeza da sua voz porque me passa uma sensação de cuidado, carinho, conforto, responsabilidade para comigo, amor; ela me olha e fala:
- O que foi minha princesa, ficou muda de repente, vem vamos entrar logo nessa água.
Entramos nós duas debaixo do chuveiro, mamãe me segurando na cintura e eu com os braços em volta do seu pescoço, alisando seu cabelo as vezes; ficamos la deixando a água cair um pouco sobre nós, em um momento ela passou a mão no meu bumbum sem maldade e eu adorei, foi uma delicia, amoleci toda com a sensação e fiquei ainda mais excitada, acabei rindo um pouco com a situação e falei:
- Mãe se você passar de novo sua mão no meu bumbum eu vou ficar louquinha aqui neh kkkkk
Ela
- Uai como assim Sabrina? Nada a ver menina sou sua mãe, você ta muito espertinha pro meu gosto em, e safada, para com isso kkkkk
- Acho que é carencia mãe - respondi rindo - nunca tive nada intimo com ninguem, não sei como é, e tenho muita curiosidade e vontade de experimentar essas sensações, sempre q sinto algumas delas eu fico meio confusa kkk
Ela sobe a mão passa no meu cabelo depois desce novamente
- Isso é normal na sua idade filha, você esta descobrindo seu corpo novo.
Ela aperta meu bumbum e o abre um pouquinho, eu solto um gritinho em seguida um gemido.
- Aaai mamãe que delicia, não faz isso hmm kkkk
- É minha filhinha posso fazer o que eu quiser kkk - ela brinca - a senhorita esta muito pra frentinha vou ter que consertar isso aê.
Ela devagar, desce a mão novamente, abri minha bunda de novo, coloca o dedo la dentro dela e a solta deixando ele (seu dedo indicador) preso pelas bandas do meu bumbum.
-Aaaiii, mamãe, o que é issooo? kkkkk
- falei quase gritando, e ela levando em uma boa, naturalmente, com um sentimento de que nada de mais estava acontecendo, falou:
-Deixa a mamãe te conhecer, quero te compreender melhor e ensinar algumas coisinhas kkkkkk
Estava uma deliiicia, e eu ja estava ficando louca por causa da excitação que aquilo estava me dando, minha respiração começou a ficar ofegante, nós duas estávamos abraçadas, agarradinhas, os rostos quase colados e eu olhava para ela sorrindo um sorriso safado de curiosa para entender aquilo tudo, ela devolvia meu sorriso inocente com um olhar de surpresa por estar conhecedo esse lado de sua filha e com um sorrisso gostoso também; nesse momento, a vontade e a necessidade que eu estava de por tudo pra fora, de gozar, era gigantesca.
Eu não esperava, achei que ia ser só aquela brincadeirinha ali mesmo, achei que não passaria daquilo e que depois eu iria ter de me tocar sozinha se quisesse ficar satisfeita, mais ela foi mais ousada, o que foi maravilhoso, uma das melhores coisas que ja experimentei na minha vida; ela pegou um condicionador de cabelo que estava ao lado e passou em toda a mão, se lambusou, voltou para min e apertando meu bumbum deslizou um dos dedos para dentro do meu buraquinho, eu dei um grito tão alto e intenso de satisfação que refletiu exatamente o quão gostoso aquilo foi para min.
- Aiiiiiiii que delicia, aii coloca ele todo vai ahh que gostoso mãaae
-Ta gostoso meu amor, ta? Goza meu bem pode gozar vai aii, mamãe quer ver você satisfeita hahahaha
ela ficava tirando e pondo o seu dedinho, ficava indo e vindo, fudendo meu cuzinho, eu gemia gostoso e chorava de prazer abraçada com ela, com a cabecinha deitada em seu ombro, igual uma criancinha sendo consolada pela mamãe, depois de uns 5 min louquinha nos dedos da mamãe eu gozei igual uma cadelinha, jorrei litros, eu chorava e urrava grosso de tão gostoso que estava aquela simples brincadeirinha inocente, eu respirava ofegante ...
-Ahhhhh, o que é isso meu Deus ah - gritei viajando e pisando nas nuvens.
- Oi meu amor, que linda você princesinha, que delicia da mamãe - ela falou pra min enquanto me dava um beijo na testa, depois um selinho e eu recobrava os sentidos voltando para o mundo real.
- Não imaginei que você iria gostar tanto assim meu bem kkkk, você ê mesmo uma taradinha em.
- Nossa eu gozei muito mamãe, como você fez isso kkkk?
- A mamãe te entende, levar no cuzinho é bem gostoso mesmo hahaha, eu também amo
- A é sua danada vem cá - eu disse voltando na direção dela e agarrando na sua citura - Vou te retribruir o prazer que você me deu sua safadona - ela riu e ficou espantada, com uma expressão linda que me dava ainda mais tesão.
- E como a senhorita prentende fazer isso posso saber?
Abocanhei os seios dela como se fossem comida, mamei igual uma cachorrinha na mamãe.
- Opa, hmm, que delicia filhinha ai ai não para 'kkkkk'
- Você gosta disso não gosta sua cadelinha da filha kkkkk - disse olhando nos olhos dela.
Larguei os peitos e fui abaixando e deslizando minhas mãos até chegar na sua linda bucetinha, abocanhei com gosto também, coloquei a lingua la dentro e puxei, ela deu um urro.
-Aauuhh uhhh, ai não amor, ai eu n aguentoo aiaiii ai uh ah
fui passando minha lingua por toda a vagina dela, do umbigo até o cuzinho, cheguei a ficar com a minha cabeça por baixo das pernas dela para ver e chupar seu buraquinho lindo, ela sorria de tesão prazer e orgasmo e gemia gostoso
- Ahhhh, q maravilha hmm vou gozar arh arh, obrigada meu bem, aiaiai obrigado por isso, ui ah, eu estava precisando pra caralho ohh ...
eu coloquei um dedinho dentro da sua vagininha e a masturbei, ela jorrou um jato de gozo na minha cara, eu amei, uma delicia, lambi tudo e engoli o que pude, depois tomamos nosso banho e saimos mais do que mãe e filha, amigas, e mais do que amigas, um grande amor.
Continua ...

Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario silva47ssa

silva47ssa Comentou em 26/01/2018

muito bom.... voltado.

foto perfil usuario ricardo20cm

ricardo20cm Comentou em 25/01/2018

Que delícia deixa beijos brinca com vcs whatsapp 31984578390

foto perfil usuario koroadesl

koroadesl Comentou em 25/01/2018

nossa que tesão que me deu,adoro incestos principalmente com mae e filho(as)e pai tbm com filho(as)meu filho ja me comeu e eu comi ele,foi muito gostoso,e ja lambi minhas 3 filhas,foi maravilhoso.

foto perfil usuario jhonny23

jhonny23 Comentou em 25/01/2018

nossa que delicia adorei gosei muito

foto perfil usuario big dog cwb

big dog cwb Comentou em 25/01/2018

Vc esta sendo fantástica nesse conto. Aguardo a continuação.




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


Ficha do conto

Foto Perfil thso
thso

Nome do conto:
Familia maravilhosa/Mamãe e eu

Codigo do conto:
112208

Categoria:
Incesto

Data da Publicação:
25/01/2018

Quant.de Votos:
11

Quant.de Fotos:
0


Online porn video at mobile phone


Contos mae rabuda seduz filhocontos eroticos de namorados bicontos eroticos cm foto minha erma me seduziu o fude ela e seu maridoسکسی سکس کارتونیconto minha mae me iniciou no lesbianismocontos erotico gay comi pm coroacontos de estrupo com entregador de águaconto eroticode mocinha tomando injeçaocomendo gostoso a mãe quadrinhos eroticosConto erotico de bucetinha novinhaquadrinhos eróticos shemale negra emrabado casaisvelho com mau hálito beijando neta pornocontos porno fazendeiro brutocontos eroticos de xifrudosque novinho gostoso trai meu marido contoPau grande e preto no meu c. Conto erotico eterosexual.quadrinhos eróticos com fotos reais cornosporno contos limpando quintal por comida erodocos quadrinho cunhadasConto erotico com entregador de gasperdi as preguinhas do cu quando era pequenacontos eroticos meu marido e minha amigadominadoras gostosas contoscontos eroticos mozvidio d sexo com tio comendo a sobrinha brincando com elacontos eroticos me amarraram e comeram na obraContos eróticos picantes de gays com fotos ilustrativascomi minha irma bebadaconto erotico estuprada de mini saiacontos fudi a mulher do meu irmaoEncinando a maninha e a priminha foder contos eroticosconto erotico dia dos namoradoswww.fudendo no aviaoquadrinhos eroticoscontos eroticos provoquei e fui chupada pelo vaqueiroconto erotico gay no médico htchulé do policial conto erótico gaycontos vimos uma rola giganteconto eróticos de irmão e irmã virgemgrampinhos nos mamilosvideos de cornos que chuupamconto de sexo fui chantageada pelo meu paiperdi as preguinhas do cu quando era pequenasex suweven pornoconto erótico com pastorcudida por meu filho contos eroticoscomercuegostososexo indicando virgemReta do Pedreiro Hétero Peludocontos eroticos de empregada e patrãocontoeroticosobrinhagostosaporno historia em quadrinhosdei meu cuzinho pro meu primo bricando d lutinha contosgayksdosafadoContos eroticos seios mordidascontos eroticos incestos/irmao roubando calcinha irmacontos safada exibidaconto ertico suruba esplicita c.vizinhoconto erotico prima dormindohistorias em quadrinhos porno gay black wade 3conto erotico ninfetinha com chupeta na bocacontoseroticos tirei o cabaso da minha entiada jamily doida pra dao aluguel atrasado contos pornoflagas de homens acompanhado e outra mulher de saia sem calcinha provocando 2017 fuder com eleNovinha meteno com pais ou padrastoconto erotico a coroa do cu virgemconto erotoco dei meu cu e minha buceta para pagar a compranovinha vai dá o cuzinho virgem para o padrasto e ela chora de dor ai meu vizinhoconto erotico com foto menina2017esposas casadas se depilar contos eroticoscontos pornos comeram meu cu sem minha permissao mas gosteicontos comi o cuzinho dela dormindocontonerotico menininhaconto erotico fui agarrado pela minha madrastatrai meu namorado em excurçao contosconto erótico com pastorchupando rola no chop eexibindo o bucetao no meio de todo mundocontos eroticos incesto comendo a bucetinha novinha da minha filhinhaflagas de homens acompanhado e outra mulher de saia sem calcinha provocando 2017 fuder com elecontoerotico baby bliz