Como Tudo Começou 17


Click to Download this video!



Como tudo começou 17
Ficamos na piscina até o meio da tarde. Sonia e Carina tomando sol e nós três conversando e bebendo. Dava para ver que elas estavam se dando muito bem. Cheias de intimidade. Eduardo falou que nossas esposas gostaram uma da outra. Eu sorri, gostaram nem ligam para nós. Alberto falou que elas estavam se conhecendo. Sonia e Carina foram para a piscina, ficaram na água conversando e toda hora ficavam se abraçando, trocando carinhos. Alberto falou que as duas eram muito lindas. Eduardo sorriu me olhando. A Sonia tem um corpo maravilhoso, disse. As duas são muito gostosas, falei. A Carina deve dá um trabalho, não dá? Alberto brincou. Eduardo riu, dá Alberto, ela tem um fogo, eu às vezes preciso de ajuda. Nós rimos. Se precisar eu e o Marcelo estamos aqui. Eu ajudo o Marcelo com a Sonia, Alberto falou. O Alberto é nosso amigo, Eduardo, ele come a minha esposa. Eduardo sorriu, eu sei como é, Marcelo, eu e a Carina já vivemos isso, eu tinha um amigo que comia ela, só paramos para ela ter o bebê e a coisa esfriou. Ele disse. Se você quiser pode esquentar de novo no meu quarto, falei pra ele. Eduardo sorriu. Eu to querendo e tenho certeza que a Carina vai querer. Vamos fazer um encontro entre nós no meu quarto de noite. Propus. Vamos! Eu ando doido pra ver a Carina dando pra outro. Ele disse. Saímos da piscina no meio da tarde e fomos todos almoçar no restaurante, falei para Sonia que Eduardo e Carina iam ao nosso quarto de noite, Sonia sorriu, olhou para Carina que estava sentada do lado dela e abraçou Carina beijando ela no rosto, as duas falaram baixinho e riram juntas, Carina estava com a mão na boceta dela por cima da calcinha do biquíni. O clima na mesa era de sexo, as mulheres sabiam que iam ser comidas e estavam cheias de fogo. Subimos para os nossos quartos, Eduardo falou que ia tomar um banho, descansar e ia com a mulher no nosso quarto de noite. Alberto foi para o quarto dele e eu e Sonia fomos para o quarto. Sonia estava num fogo, ansiosa, doida para foder. Tomamos banho e descansamos, acordamos às 18 horas e Alberto chegou, ficamos conversando e bebendo, eu e ele só de cueca e Sonia só com uma calcinha rosa minúscula que entrava toda no rabão. Às 19 horas, a campainha tocou, eram Eduardo e Carina, ele com uma camiseta branca que ia ao meio das coxas, só com uma sunga por baixo, Carina usava um vestido de alça, leve, largo e muito curto, as coxas ficavam nuas. Sonia abriu a porta só de calcinhas, eles olharam para nós, vendo minha esposa só de calcinha e eu e Alberto de cueca. Sonia abraçou Eduardo se encostando toda nele e beijando ele no rosto, depois abraçou Carina beijando-a na boca na nossa frente. Carina correspondeu, Eduardo fechou a porta e Sonia trouxe Carina até nós, Eduardo nos cumprimentou e Carina nos beijou no rosto, vi que Eduardo olhava pro rabão da Sonia fascinado. Tira essa camiseta, falei para ele, Carina se aproximou dele e foi tirando a camiseta, deixando ele só de cueca, ela segurou o pau por cima da cueca, dava pra ver o volume. Sonia segurou nos ombros dela e você querida, disse. Carina tirou a sandália e Sonia subiu o vestido, ela estava sem calcinha, à boceta dela era toda lisa, Sonia tirou o vestido e abraçou-a por trás, encostando a boceta na bunda empinada dela, beijando o pescoço. Eu e Alberto olhávamos alisando o pau por cima da cueca. Eduardo olhava com desejo segurando o pau escondido pela cueca. Carina esfregava a bunda na boceta, ela virou beijando Sonia na boca, as bocetas se encontraram. Sonia segurava a bunda dela. Alberto e eu sentamos nas poltronas um do lado do outro, ele botou o pau enorme para fora, Carina olhou fascinada pro pauzão grosso dele, tirei o pau pra fora e Eduardo tirou o dele, era do tamanho do meu, um pouco mais grosso e curvado para cima, ficou se masturbando olhando as duas se esfregando, Sonia soltou Carina e ajoelhou no meio das pernas de Alberto, beijando a pica, sua boca foi engolindo o pau, mamando na frente de todos. Carina em pé, olhava com a mão na boceta, ela não aguentou olhou para o marido e ajoelhou do lado de Sonia, as duas se beijaram, Sonia levou a cabeça dela pra pica, Carina beijou o pau, chupa querida, Sonia mandou, Carina abocanhou o pau e foi engolindo o pau grosso de Alberto, ele segurou na cabeça dela, a fazendo engolir quase tudo, Carina mamou na nossa frente, chupava o pau todo, sua boca subia e descia pelo pau grosso, chupando, deixando a pica babada, Ela deu pra Sonia e me olhou, mostrei meu pau duro e ela encostou a boca nele beijando, esfregando os lábios e foi engolindo, sua boca ia até o cabo, tirava da boca, segurava com as duas mãos, esfregando a boca e tornava a engolir. Sonia mamava o pau de Alberto. Eduardo olhava em pé se masturbando. Vendo a esposa chupando duas picas. Sonia trouxe Carina de volta pra pica de Alberto, ela beijou o pau e voltou a engolir o caralho grosso dele. Ela soltou a pica e subiu beijando a barriga e o peito largo dele, Alberto abraçou ela, Carina beijou ele na boca, se abrindo toda, Sonia guiou a pica pra boceta dela, Carina foi sentando no colo dele, teu pau é grosso demais vai arrombar minha boceta. Ela gemeu quando a vara grossa abriu os lábios da boceta. Alberto a segurou firme e foi a fazendo sentar no pau. Carina gemia, a pica foi abrindo o bocetão dela. Aai que pau ai meu deus, ta me arrombando toda, ela sentou no colo dele com as pernas abertas e a pica toda na boceta, Alberto começou a comer a boceta dela pra valer, botando tudo na boceta. Ele mamava os peitões dela com o bico grandão todo na boca, Carina gemia alto com o pau todo na boceta. Sonia levantou e olhou para Eduardo, ele se masturbava olhando a esposa dar a boceta. Sonia segurou o pau duro dele e masturbou o pau, abraçando e beijando Eduardo na boca, ela virou encostando a bunda enorme no pau dele, Eduardo a abraçou por trás, Sonia sentiu o pau duro na bunda, ela esfregava o rabo no pau, olhando Carina dar para Alberto. O Alberto ta botando tudo na boceta da tua esposa, ela disse, eu to vendo ele ta fodendo a boceta dela. Ele disse. Você também ta com o pau na minha bunda, gostou do meu rabão, Sonia provocou. Adorei Sonia você tem um bundão maravilhoso. Ele falava com o pau duro no meio das nádegas dela, bota na minha bunda, ela pediu como uma puta, levando ele pra janela, Sonia se apoiou com as duas mãos e abriu as pernas empinando a bunda, Eduardo abriu as nádegas grandonas dela e encostou o pau no cu, ele segurou Sonia pela cintura e cravou forte nela, metendo tudo, Sonia gemeu levando na bunda. Eduardo metia com força, comendo o bundão dela, ela gemia levando ferro, ele não parava nem um instante, a pica entrava toda, comendo o rabão dela. Sonia olhou e viu que Alberto continuava comendo a boceta de Carina. Ela sentava aguentando o pau todo na boceta, gemendo alto, ela saiu do colo de Alberto e sentou toda aberta no meu colo, meu pau entrou todo na boceta quente dela, Carina abraçou meu pescoço, me beijando na boca, a boceta dela estava larga depois de aguentar o pau enorme do Alberto; e meu pau entrava todo, ela gemia, sentava com força no meu colo, me beijando na boca, ela saiu do meu colo e sentou no colo do Alberto, a pica grossona dele, entrou toda arrombando ainda mais a boceta. Ela gemia fora de si, pedindo pau, dizendo que adorava dar a boceta, falando que era puta, Eduardo continuava enrabando Sonia, metendo firme no rabão dela, Sonia aguentava tudo no cu, gemia, pedindo pra ele botar tudo. Carina levantou do colo de Alberto e foi até eles, abraçou o marido, beijando ele na boca, vendo ele com o pau todo enfiado na bunda de Sonia. Come amor, bota tudo na bunda dela, que eles tão metendo pau na minha boceta. Eduardo olhou pra ela, você ta dando a boceta pra eles, ta deixando o Alberto arrombar tua boceta, Carina beijou ele, to, ele me arrombou toda, Eduardo falava metendo tudo em Sonia. Eu falei que ele ia arrombar tua boceta, o pau dele é muito grosso, você queria que ele fizesse isso com você. Carina riu e beijou Sonia na boca. Teu marido mete gostoso, ele ta botando tudo na minha bunda. Sonia falou pra ela. Eduardo tirou o pau e Carina abaixou chupando a pica. Sonia veio até nos me beijou na boca e sentou com as pernas abertas no colo de Alberto, aguentando tudo na boceta, sentava com vontade na pica, Alberto levantou com ela no colo e foi para cama, deitou com ela por baixo, fodendo a boceta dela. Ele a fez ficar ajoelhada na cama e me olhou. Pega o KY Marcelo, Carina e Eduardo vieram ver Sonia aguentar o tronco grosso dele no rabão. Carina pediu para passar, ela abriu as nádegas grandonas de Sonia e passou no cu que o marido tinha acabado de comer. Foi enterrando o dedo, Alberto montou nela e encostou o pau no buraco, segurando ela pelos quadris, Sonia gemeu o pau foi entrando, Alberto meteu forte, arrombando o rabão, Sonia chorou na frente deles tomando no cu. Gemia, chorando baixinho, levando ferro na bunda, Alberto castigava a bunda enorme dela, grudado nela por trás, fodendo sem pena. Carina olhava acariciando a boceta, ela deitou na cama, beijando Sonia na boca, Alberto deu um tapão na bunda, aaaiii Sonia gemeu, ele continuou metendo forte na bunda dela e dando tapas fortes. O pau entrava todo, Sonia chorava, empurrava o bundão todo para trás, pedindo para ele botar tudo, Alberto socava tudo nela, deixando ela fora de si. Ele tirou e Eduardo tomou o lugar cravando o pau duro todo no cu, o pau dele era menor e entrou fácil, ele meteu com força, Sonia gemia dando pra ele, Ele saiu e Alberto voltou a comer o bundão dela, metendo forte, fazendo Sonia chorar de novo, ela gozou tomando no cu, o pau grosso de Alberto tinha arrombado a bunda dela. Ele a levou pra janela e meteu nela em pé, Sonia rebolava esfregando a bunda enorme no pau, pedindo tudo, Alberto metia até o cabo, Sonia gozou de novo, ele levou ela pra cama, ela deitou de bruços e o pau invadiu o bundão dela, ela empurrava a bunda pra cima e Alberto metia até o cabo, botando tudo nela, castigando o rabão, ela gozou mais uma vez com a pica toda no cu, Alberto não aguentou e gozou grudado na bunda dela, deixando ela cheia de leite. Sonia ficou deitada, se recuperando. Carina ficou deitada com ela, beijando minha esposa, nos ficamos na janela tomando uma cerveja, enquanto Alberto se recuperava. Carina veio até nós, beijando o marido e segurando o pau dele, Alberto a abraçou por trás, encostando o pau na bunda, Carina esfregou a bunda, não quer da essa bunda linda, Alberto provocou, quero bota na minha bunda, pediu pra Alberto, peguei o KY e dei pra ele, Alberto melou o cuzinho e levou ela pra cama. Eduardo beijou a esposa, você vai aguentar o pau dele, falou pra ela, vou a Sonia aguenta eu também aguento. Carina ficou de joelhos na beira da cama. A bunda dela era linda, Alberto abriu as nádegas e encostou o cacetão no cu delicado. Carina olhou para o marido, ele acariciou os cabelos dela, Alberto segurou os quadris dela e meteu, Carina gemeu, sentindo o pau entrar, Alberto foi botando a pica grossa nela, Carina gemia de um jeito sofrido, Alberto foi enterrando tudo, ela chorou. Eduardo se masturbava olhando a mulher dar a bunda. Alberto botou tudo, arrombando o cu. Metia a pica grossa até ao cabo. Aai querido, ele ta me deixando larga, ta botando tudo na minha bunda. Ela falava para o marido. A pica entrava arrombando o cu, ela gemia, deixando Alberto meter tudo. Gozou dando a bunda. Alberto continuou comendo. Carina gozou de novo, pedindo pra ele botar tudo nela. Alberto metia sem pena, Sonia sentou na cama, abraçando Carina, incentivando ela a aguentar, Carina falava pra ela que o pau dele era muito grosso que tava deixando ela larga, Sonia deitou na cama com as pernas abertas, Carina abraçou as coxas dela, beijando a boceta, chupou a boceta na nossa frente com o pau todo no cu. Alberto castigava a bunda dela, ele gozou enchendo Carina de leite, Carina continuou chupando a boceta de Sonia até ela gozar. Carina continuou dando para Alberto, gozou com o pau na boceta, mais larga, ela deu a bunda de novo pra ele, aguentando o cacetão grosso todo no cu. De quatro no meio da cama, ela deu a bunda gemendo, aguentando tudo. Eduardo e Sonia se beijavam, ela ajoelhou e mamou o pau duro dele, ele segurava a cabeça dela, exigindo que ela botasse o pau todo na boca, foram pra poltrona, ele sentou e se recostou, Sonia abriu as pernas e sentou no colo dele de frente, a pica dura invadiu a boceta, Sonia sentava com vontade no colo dele, dando a boceta, Eduardo mamava os peitões dela, ele tirou da boceta e vi que ele encostou o pau no cu, Sonia empurrou a bunda enorme para trás e gemeu sentindo a vara entrando, ela se abraçou no pescoço dele com o pau todo no cu, Eduardo meteu tudo, bombando com força, se beijavam, ai Eduardo, bota tudo querido, bota, come meu rabão todo, o Alberto e o meu marido tão comendo a tua mulher toda, Sonia falava pra ele, Alberto saiu da bunda da Carina e eu tomei o lugar dele, cravando o pau todo na bunda grande dela, Carina gemia se entregando toda, deixando eu e Alberto meter aonde queríamos, castiguei a bunda gostosa dela, meu pau entrava todo, gozei enchendo de leite o cuzinho aberto dela, Alberto montou nela e enfiou o pau grosso no cu cheio de leite, Carina chorava baixinho tomando no cu, ai Alberto teu pau acaba comigo, cara, meu cu ta ardendo, eu nunca dei assim, eu to toda larga, Alberto se deliciava, castigando Carina, ela deitou de bruços na cama com ele montado nela com o pau todo no cu, ele fodeu demoradamente a bunda dela, na poltrona Eduardo continuava comendo Sonia, ele acabou gozando e Sonia levantou do colo dele e me abraçou me beijando na boca, Eduardo ficou deitado na poltrona esgotado, olhando a esposa ser comida por Alberto, Alberto gozou despejando o leite grosso todo no cu, ficaram deitados se beijando, trocando caricias, Carina estava encantada com o pauzão de Alberto, ficava acariciando a pica sem soltar, não demorou para o pau ir endurecendo na mão macia dela, ele guiou sua boca para o pau e Carina mamou demoradamente o pau até Alberto despejar o pouco leite que restava na sua boquinha. Passava de duas da manhã quando eles foram para o quarto deles.

Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.





Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


13140 - Como Tudo Começou 4 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 6
13141 - Como Tudo Começou 5 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 5
13142 - Como Tudo Começou 6 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 5
13143 - Como Tudo Começou 7 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 5
13144 - Como Tudo Começou 1 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 4
13145 - Como Tudo Começou 2 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 4
13146 - Como Tudo Começou 8 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 5
13156 - Como Tudo Começou 3 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 6
13157 - Como Tudo Começou 9 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 5
13158 - Como Tudo Começou 10 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 5
13159 - Como Tudo Começou 11 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 5
13160 - Como Tudo Começou 12 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 5
13161 - Como Tudo Começou 13 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 5
13164 - Como Tudo Começou 14 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 5
13165 - Como Tudo Começou 15 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 5
13166 - Como Tudo Começou 16 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 5
13200 - Como Tudo Começou 18 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 5
13201 - Como Tudo Começou 19 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 5
13202 - Como Tudo Começou XX - Categoria: Traição/Corno - Votos: 4
13217 - Como Tudo Começou 21 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 6
13219 - Como Tudo Começou 22 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 5
13220 - Como Tudo Começou 23 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 4
13221 - Como Tudo Começou 24 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 5
13222 - Como Tudo Começou 25 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 5
13223 - Como Tudo Começou 26 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 5
13224 - Como Tudo Começou 27 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 5
13251 - Como Tudo Começou 28 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 5
13252 - Como Tudo Começou 29 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 5
13253 - Como Tudo Começou 30 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 5
13293 - Como Tudo Começou 31 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 5

Ficha do conto

Foto Perfil Conto Erotico casal mad

Nome do conto:
Como Tudo Começou 17

Codigo do conto:
13199

Categoria:
Traição/Corno

Data da Publicação:
26/07/2011

Quant.de Votos:
6

Quant.de Fotos:
0


Online porn video at mobile phone


Comendo o rabinho da menininha contos eróticosporno braziliam fedom pai ensina filho a trocar punhetacontoeroticomininocontos eroticos sou mulher e transei com minha sogracontos casada encoxada no chou perto do maridoporn casal mozambicanoconto erotico a tia marinalva da bunda grandona de maiseu e minha esposa adoramos chupar uma piroca juntos com minha enteadabundinha redondinha levando vara do maninhocontos flagrei meu primo traficante comendo sua maewww.souloucoporbuceta.com.brver contos eróticos minha irmã bududafilha minha femea contoconto erotico gay negao escraviza viado afeminadozoofilia Paraguai mulher engatada com cachorrover contos eroticos lesbicas de a ginecologista sexo relatosas coxas da minha mâe contos eroticos incestocontos de cú de tiacontovporno com fotos reletos de chifrescontos eróticos de nora transando com sogro em Salvador Bahiaporno beti toparoaso a buceta da jake massaiconto erotico esposa calca suplex negrohttp://boceta ajorrar leitewww conto erotico gay de vizinho e vizinho com brconto erotico gay meu favelado cap1traí o meu marido com negão na praia de nudismoContos gay vovobucetas mais gostosasEu fui fudida pelo meu padrinhoviu a madrasta novinha e gostosa pelada e ofereceu dinheiro pra tenta fuder elaViado chupando pau na roca de cafe contosContos estrupada pelo soblinho na cadeiaconto erótico nasce uma bonecaconto erotico porno 15 estrupadapuberdade cdzinha calcinhaperdi as preguinhas do cu quando era pequenacontos de cdzinhas na fazendaconto viado pede e imploracontos eroticos corno ve esposa fodendo com novinhoa professora submissa utimos contos eroticosmeu pai me castigou porno abusadasporno historias em quadrinho teste para filme porno contocontos eroticos estupradalindas mineira gostosa tocamdo siririca e esguinchando para cimacd de contos eroticos contados por mulheresXvideo ageitou a irma pro amigo + velhoVideos Gay Sentei na vara do namorado da minha primacontos eroticos hentai segredo de baixo da saia 3dporno em contoscontos eroticos virei cadelacontos eroticos com viuvas ricas e sedutorasquadrinho insesto comi minha tianovinhos batendo uma punheta para o primo contos eroticoscontos com fotos cfm casais com dotadoscontos eroricos sogro encoxando a noratrai marido com primo delesexo erotico dp siriricacontoerotico padrasto tira sangue do anus da enteadaconto gay objetos no meu cuirmã da nadinha incestoConto ui ui passa lingua cucontos eroticos mostrei a buceta pro filhocontos eroticos com ginecologista pirocudos contos eroticos a namoravameu namorado e dei p outrodesenho do meu papai semtil o meu tesao porno em qhxvideo eu comvensir aminha sobrinha contos eroticos incesto com avôContos eroticos de comi minha vócontos eróticos filha esposa sangrandoconto erotico namorada na boate perdi apostaservindo sushi em cima de mulher nuacontos eroticos filhinho inseminando a mamae enquanto pai dorme bebadomeu corninho limpa toda esta porra que estar grudada dentro de minha bucetaconto comendo a babaputinha bundinhacontos de bixinhas safadas peerdendo cabacocontos gay na infância