COMENDO A FILHA DO MOTORISTA-PARTE 2


Click to Download this video!


São 22:00 do dia 04/11/2003, este conto é a continuação de: comendo a filha do motorista parte 1. Passei o dia do domingo arquitetando onde a levaria à noite para poder comê-la de novo, pois não queria ficar próximo à favela pois o risco de ser assaltado era grande.
Saí de casa já devidamente preparado com um pequeno “bolo” de papel higiênico no bolso e cheio de maldade na cabeça.
Quando cheguei na casa dela, Suzana estava na calçada da vila com os dois irmãos me esperando, as crianças entraram e eu fui falar com a mãe, pedi à ela que nos deixasse ir na praça de M.Hermes para comer um cachorro-quente e tomar um sorvete, e que voltaríamos até as 22:30h.
A mãe não se opos conquanto que voltássemos no horário combinado. Suzana estava com uma saia jeans curta e uma blusa branca de elástico.Pegamos um ônibus até o ceentro de Marechal para chegar mais rápido. Sentamos atras e como o ônibus estava vazio, aproveitei para beijá-la e enfiar a mão por dentro de sua saia e ficar alisando sua xotinha por cima da calcinha. Queria deixá-la bastante excitada para que ela me desse em qualquer lugar, pois não tínhamos muito tempo para que pudessemos ir a um motel.
Compramos o cachorro-quente e depois de comê-lo, levei-a para uma rua que fica ao lado de um parque de diversões, onde ao casais costumam parar de carro e a pé para namorar.
Fomos andando e já avistamos alguns carros parados e alguns casais encostados no muro da rua ao lado de uma fábrica de cimento. Paramos e encostamos numa árvore já quase no final da rua e comessamos os amassos. Fiquei atras da árvore, abri as pernas e ela se encostou em mim com a bunda no meu pau, comecei a beijá-la no pescoço e por tras de sua orelha, ela começou a se arrepiar e a subir e descer a bundinha, meu pau já estava que nem ferro e como não havia ninguem passando na hora, botei ele pra fora e pedi pra ela chupar um pouco enquanto não vinha ninguem. Ela ficou meio receosa, mas o tesão falou mais alto, ela olhou pros lados e pegou nele, abaixando-se em seguida, começou a colocar devagar na boca e foi engolindo até a metade e voltando...as vezes parava para respirar e dava umas lambidinhas na cabeça e depos voltava a chupar novamente.
Puxei-a para cima e a abracei quando vi um carro se aproximando em baixa velocidade, era mais um casal procurando uma vaga na disputada calçada daquela rua.
Após o carro estacionar, falei pra Suzana tirar a calcinha que eu a guardava(disse que ela podia me machucar e que assim não sujaria). Guardei a calcinha no bolso e peguei ela pela cintura, pór tras, levantei um pouco a saia e apontei o pau pro meio de suas coxas, sentindo aquela sensação gostosa de estar invadindo a bucetinha.
A cabeça da pica começou a forçar a entradinha e se esfregar no meio dos lábios vaginais. Eu estava com uma das mãos no entre as pernas dela orientando as investidas do cacete, a outra estava por dentro de sua blusa apertando os biquinhos dos seus seios.
Ela começou a pedir pra eu enfiar logo: - ai, vai amor, enfia logo que eu já não estou aguentando, mete logo antes que passe alguem.Não esperei pedir de novo, abri os lábios da bucetinha com os dedos e com o dedo médio orientei a cabeça do pau e enfiei devagar, não precisei forçar muito porque ela já estava bem molhadinha, então começamos um vai vem bem gostoso, segurei ela pelos quadris com as duas mãos e dei umas bombadas bem fortes que fizeram ela gemer de prazer, estocava forte e depois parava um pouco para não gozar ráspido, na verdade queria guardar para gozar dentro do cuzinho dela.Comecei a estocar devagar e a introduzir um dedo no cuzinho, como ela não disse nada fui bombando e enfiando o dedo, então disse pra ela que era perigoso gozar dentro da buceta, que ela podia engravidar e ficar em apuros com a família, perguntei se ela já havia feito sexo anal e ela respondeu que já tinha feito algumas vezes com o antigo namorado.
Então me concentrei e bombei forte pra ela gozar, ela começou a gemer e me chamar de puto e disse: -vem, bate forte que eu vou gozar, ai, vai, assimmm, vaiii, ai gostoso, vem,vem, mais, maaaisss, uuuummm.....que gooozo.....
Dei um tempo e tirei da frente e coloquei o pau na direção do seu cuzinho, estava todo melado com o suco que saia da sua buceta, e não demorou muito a cabeça começou a entrar naquele buraquinho moreno.
Ela disse: - Põe devagar que o seu pau é muito grande e grosso(tenho 18x5 cm), eu falei que só ia doer um pouco até passar a cabeça e comecei a dar estocadas curtas e rápidas para ajudar a cabeça a entrar.
Senti então quando ela entrou e ela deu um grito abafado e falou um palavrão: - Puta que o pariu....como dói...vai logo que eu não vou aguentar muito tempo não.
Comecei a puxar o quadril dela com as mãos e enfiar cada vez mais fundo naquele buraco gostoso, não dava vontade de parar mais, nisso se aproximou um outro carro com os faróis acesos, eu percebi e parei as estocadas e fingi que a estava abraçando por tras, nja verdade o pau estava todo enterrado no seu cuzinho, o carro passou e recomecei os movimentos, agora com os dedos da ão direita tocava uma siririca na xotinha e estocava forte atras, não aguentei mais e despejei todo o meu leite naquela bundinha durinha.
Após os últimos espasmos, puxei ela e fiquei grudado ainda com o pau dentro por alguns minutos, depois peguei o papel higiênico no bolso e quando tirei o pau coloquei o papel para absorver a porra que ia sair.
Peguei a calcinha e a ajudei a colocar, nos beijamos apaixonadamente e já saciados, resolvemos voltar pra casa dela.
Sempre que podíamos fingíamos que estavamos indo para o parque ou fazer um lanchje na praça de Marechal e íamos, na verdade, transar na mesma árvore aos finais de semana.
Era muito gostoso transar escondido dos pais dela, chegamos a ir a um motel por duas vezes, mas a transa não foi tão boa quanto aquelas feitas na rua.
Se alguma mulher ou casal estiver interessado em fazer sexo seguro e sem compromisso, entre em contato comigo, tenho material fotográfico para registrar os nossos momentos, entrego o filme na hora para assistirem em casa.

Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.





Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


1739 - comendo a filha do motorista -parte 1 - Categoria: Heterosexual - Votos: 1

Ficha do conto

Foto Perfil Conto Erotico magnum

Nome do conto:
COMENDO A FILHA DO MOTORISTA-PARTE 2

Codigo do conto:
1752

Categoria:
Heterosexual

Data da Publicação:
08/11/2003

Quant.de Votos:
2

Quant.de Fotos:
0


Online porn video at mobile phone


titio safado caralhudo noiva putinha noivo corninho safado contos com fotosfilho fazendo massagem-contocontos de nifetinhas dando pros arredores de ruacontos eroticos porteio e moradoraconto erotico novinho viadocontos eroticos mamae mandou eu chuparconto erotico bandidovelha rabugenta contos eróticoscontos erotico casada com dois fantasiaContos eroticos gays irmao pai e tio dotados trasandogay chupando casado contoContos heróicos brasileiro 2horas em HDcaralhos pretos erotico desenhosmeu primeiro bem dotado conto eroticocasada dopada xvideo traidoraContos monica putinha da ruacontos lesbicos raspei a buceta da minha primacontos eroticos minhas amiguinhas peladascontos eroticos de vovô faz netinho de femêa para fuder gayscomtoerotico chupando a titiaContos de corno chingamdo de puta biscateconto esposa pelados piscinaXoxotas grande de quatro de evangélicashentai porno negro a amigo negro do meu filhoContos eroticos do negao judiano colocando o pintao grade para valer no cu do gayesposa vadia contosminha puta conto eróticomae e filha de fio dental na praia e do padrasto contocontos podolatria tapou minha boca dei parA aluno novinho conto eroticoContos eroticos gay dei pro machao do bairrohistorias porno real entre patrao e enpregadoultimos contos sadocontos eroticos barbeiro cortando cabelo de mulherxvidios gay grupal arobando os viadinhosmae obrigando filha te cumerxxxconto porno me separei da minha mulher depois que peguei ela com o amantecontos FuiComidaPeloMeu pastorconto erotico promotora gostosaConto Gay o machão pegador de gatinhas que virou pegador de pauconto erotico bunda lindaquadrinhos eróticos xxx gay virando adultosexo casada infiel caiu na labia do amigoultimos contos sadomulhertraz.comomarido e um travestimcontos eroticos gay o amigo maconheiroconto erótico fui chantageada e tive que dar e gosteiconto: gozei feito vadiacontos eroticos- calcinha varal namoradaas buceta sussurrantemenor foyandoconto erótico esposa engrávida depois de um estuprocontos - sobrinha tomando leitehentai quadrinho as aventuras de lia 8contos erotico minha filha doênte mentalliga da justica peladaconto eroticopapai de penis lindosexo no mato hentai canssando frutacontos eroticos minha mulher doente comi minha sogra na areafiquei com as pernas abertas enquanto ele me comia/contoporno em quadrinhos de negao e loiracontos eroticos realizando putaria por dinheirocomo fazer minete sem chupar corrimentocontos eroticos dominaçãoconto erotico mostrando pau pra meninaos melhores contos eroticos de pai safadinhos com. suas filhas safadinhas.sapecacontoseroticosconto erótico com motoristas de onibus urbanocontos eroticos gay dormindo hentaycorno bêbado contos eróticosconto erotico orgiacontos eroticos meu sogro gozou no meu cu em quanto meu marido cartava a gramafotos de mulher abrino finjen abuseta peladaesposa puta quadrinhosmarido na cadeira de rodas esposa fode caralhudo na frente dele senta rebolafAmiliA favela porno contAs prA pAgar parte 2mulher quetrasa com o amantenovinha aosgrito cem aguetar hdconto erotico com animais