Amores Proibidos part II


Click to Download this video!


- Cala a boca Renato, alias encosta ela na minha e faz tudo de novo.
Quando disse isso, foi mágico, o beijo foi ainda mais especial, pois não havia um sentimento de culpa, que para mim que sou milico isso era maravilhoso.
Encostamos corpo a corpo e senti seu pal crescer junto ao meu. Alias pegar naquilo com ele mordendo minha orelha foi fantástico.
- Vai Renato, enfia tudo em mim vai, meu peludão. Sussurrei em seu ouvido.
- vira para mim meu benzinho, deixa te transformar em minha putinha.
Assim na água mesmo começou a meter em mim, aqueles gemidos e o som do movimento das águas, me dava um prazer maior que a dor.
- Mete tudo vai Renato, mete meu ursão, enfia na sua putinha (gritos).
- Toma vagabunda, geme porra, vaiiiiiii.
Cada vez ele ficava mais rápido, seus movimentos eram fascinantes, durando por volta de uns 10 minutos.
Aquele movimento e as puxadas de orelha que ele me dava-me me fazia empinar mais ainda. Saímos da água e então fiquei de frango assado para ele na grama que ainda foi mais surpreendente.
-Aiiii, minha galinha, toma essa pica.
- Vai meu ursão mete, mete aiiiiiiii (gritos).
O movimento era muito forte alem dos tapas nas minhas coxas, ele colocava o dedo dele em minha boca. Assim puxava seus pelos do peito, fazendo crescer ainda mais o movimento dentro de mim.
Ao tirar o pal do meu cuzinho, ele meteu direto em minha boca e fazia movimentos como se estivesse ainda no cu. Aquele pinto de 19 cm me deixava com ânsia, pois ia a minha garganta. E agora dava tapas em minha cara.
-Toma vagabunda, toma. Geme para seu macho vai.
Até que gozou perdidamente em minha boca, fazendo com que eu tomasse tudo, não desperdiçando uma gota.
Já exaustos dormimos na grama mesmo. Fiz de seu pal, que agora estava normal, uma chupeta.
Ao acordar, ainda com o pal na boca, o senti crescer.
- Acordou bem meu amorzinho (risos). Disse o meu novo amor.
- Desse modo maravilhoso, não perderia tempo dormindo.
-Vamos então? Ainda tem muita estrada.
-Vamos, mas... tem como você dirigir, porque estou cansado.
-Esqueceu que não posso pegar no carro?! Exclamou.
-Mas a estrada está vazia, não vai ter problema.
Assim ele começou a dirigir já eu estava deitado ao lado do seu braço, fazendo caricias no peito cabeludo.
Fomos por quase toda a viagem até que:
- Edu, tem alguém querendo você! Disse em tom de safadeza.
- Aé? Quem? Será quem eu estou pensando?
-acho que sim ein, já até despertou.
Assim, enquanto ele dirigia eu abaixei sua bermuda e sua cueca e comecei a pagar uma para ele.
-Chupa ele vai meu benzinho, o engole todinho. Dizia-me gemendo.
- Ai que delicia, que saco maravilhoso, essas bolas grande me fascinam.
-Ai delicia é você, morde ele vai, obedece o papai aqui.
Chupava na velocidade 1000 ainda como ele empurrando minha cabeça com uma das mãos, era muito gostoso, suas bolas colocava de uma vez na boca. Além de puxar seus pentelhos (com a boca). Até que não dando mais para segurar, ele gozou em minha boca, fazendo beber tudo.
-Nossa que delicia de, pal em Rê. Falei me limpando.
-Ele é só para você. Meu gostosinho.
-Agora se veste, porque jája chegamos na cidade do Rio ein.
-Ok, vou para o carro ai você que tem que dirigir.
Depois de uma hora, chegamos no Rio de Janeiro, uma cidade linda, boas praias, barzinhos com samba, jazz e tudo mais. Estava no centro da cidade, indo para o hotel recomendado quando...
-Para o carro ae patrão, vamo desceno que isto aqui é um assalto. Disse um homem com a toca no rosto.
Eu tremendo, não agüentando falar, quase desmaiei. Isso porque sou do Exercito!
-Nos deixa só pegarmos os documento e as malas. Falou Renato, mantendo a tranqüilidade.
-Que Mané pega as malas chefia, vai andando com o rabinho nas pernas ae.
O ladrão apontava a arma para o Renato, pois estava a centímetros de distancia.
Quando de repente, Renato começa a brigar com o bandido tentando tirar a arma e eu estava indo, com as pernas bambas, mas estava na frente do ladrão e por traz do Renato ouço um disparo.
-Renatoooooooo!
Continua...

Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.





Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


18135 - Amores Proibidos part I - Categoria: Gays - Votos: 1
18185 - Amores Proibidos part III - Categoria: Gays - Votos: 1

Ficha do conto

Foto Perfil fel
fel

Nome do conto:
Amores Proibidos part II

Codigo do conto:
18136

Categoria:
Gays

Data da Publicação:
04/07/2012

Quant.de Votos:
1

Quant.de Fotos:
0


Online porn video at mobile phone


casada que fes zoofilia pela primera vesEstourei um cabaço contosconto erotico irma da igrejasafadaCasais tarados2contos eroticos meu marifo fez uma cirugia.no penis ficou enormecontos lesbicos raspei a buceta da minha primacontis eroticos vi meu sobrinho comendo sua irmaConto erotico me marido e mais uma mulhercontos eroticos transei com um negao caminhonista gaycorninho ordenha propria porra conto eroticoa funcionária virgem e seu patrão agiota conto eróticoconto erotico chorei na pica grossairmascasadas caremtes dando u rabo nu banheroQuadrinho de foda e meteçãonora putacontoscontos eróticos síririca pra papaiContos entiadas feitas escravasquadrinhos e contos eroticos filho adotadoxvideos paaaaaiiiiconto ero tico com tioirmã conto eróticocontos esposa certinha com o caseiro pausudomeu Marido quer que eu foda com um negro contos.comconto erótico ai NR cuMinha irman quer ver minha pica.conto pornoprimas rabudas contosconto porno mulher gosta pau 25cmamiga do muay thai: contoscumendo cu da neginhha contosapostei meu cu ensino médio gay conto herotico gayConto erótico sacanagemFlagrei minha irmã tocando uma punheta no meu marido. Depois também participei. Com fotos.quadrinhos sexo Amanda, brincando com vovocontoerotico fudido pelo porcocontos eróticos ceram minha esposa na baladawww tiofilhadaContos erotico fantasia amei duas pica dentro demim meu marido e o amigocasada metendo na frente do marido com negaocontos hentaicontos eroticos chantageada pelo megadotadosimone fazendo boquete conto eroticom com fotosfestival so pau veiudominha madrasta mi seduziu pra fuder a buceta rachadacontos incestos ferias c fotoscontos eroticos primeira traicao esposachupando imobiliária conto gaysoquei consolo ate no meu utero contos eroticoscontossado de submissao realcontoeroticomulhervadiaconto de sexo com palavrõeshentai quadrinho as aventuras de lia 8mae estrupa filho goza pau brasileiroconto erotico gay apaixonadoMeu pai me comeu e comeu a minha priminha contos eroticospornô quadrinhos gay negaoconto erotico namorado nao deu conta dei pro papaicontos eroticos bebada estuprada dopadadona dalva conto eroticoconto erotico gay dei o cu pro açougueiroconto de sexo sou menino adoro ver minha vizinha gostosacontos gay virei puta do molequecontos trem lotado com enteadaContos eroticos,mendigo m estrupou virgem e choreicontos encoxando a mãePONODOIDO CONTOos melhores contos eroticos de pai safadinhos com. suas filhas safadinhas.meu pai viu eu com a buceta tufada e me tocouconto pai dormindocontos eroticos tia x sobrinhoVidioporno professora de quadrinhoconto erotico meu marido mim levou a um riomeu marido e minha amiga contos eróticosconto erotico irmacontos eroticos traicao com titiover contos eroticos lesbicas de a ginecologista sexo relatosconto erotico nora grávida no matoconto pornô de marido e chamando o sogro para poder ir junto com elecontos.eróticosreais de dazendeirosHistórias reais de incestos com mulheres gordinhas com idade 45anos ou mais e com fotos peladasconto gay meu escravocontos eroticos de vovô faz netinho de femêa para fuder gayso filho picudo e a mae bucetuda contosbanho com meu padrasto desda os 11 e eli fodi toda conto eroticoadoro ser dividida pelo meu macho contos eróticoincestoscontoseroticosconto erotucos eu esoosa e familia nusas bucetas velhas enxugadasconto erotico eu e minha mulher com uma gordinhadesenho erot sobrinhaFudendo com o macho contocontos eróticos gay irmãojessica_putinha