Que cunhada gostosa I


Click to Download this video!


Como disse em “A tara secreta da minha noiva: ela deu para quatro machos” minha cunhada Bianca sempre foi uma verdadeira puta muito safada. Mesmo namorando, deu em cima de mim até conseguir o que queria.

Como a história é um pouco longa, conterei tudo com detalhes em duas partes.

Para localizar melhor a história, vou contar os antecedentes. Comecei a namorar Paula quando ela tinha 17 anos e nos casamos após ela completar 19. Sua irmã, Bia era um ano mais jovem e sempre manteve o corpo como o da irmã, em quem ela de certa forma se espelhava. Magra, um pouco mais baixa, na faixa de 1,60m suas coxas não tão grossas como da irmã, seios fartos, uma bunda maravilhosa e bem mais cheinha, cabelos pretos lisos sempre curtos na altura dos ombros, olhos verdes como os de Paula e branquinha. Sua boceta fazia um volume e tanto no meio das pernas e tinha um fogo impressionante.

Logo que comecei namorar Paula, ela me convidou para conhecer seus pais, almoçar em sua casa no fim de semana e conhecer Bia, sua irmã. Percebi de pronto que as coisas não seriam boas. Foi Bia quem veio me receber no portão usando uma minissaia e um top que valorizavam seu corpo maravilhoso. Cumprimentamo-nos e entramos. Bia foi à frente e eu não podia deixar de olhar seu corpo delicioso. Fiquei até sem jeito em cumprimentar meus sogros e minha namorada. Entendi que Bia era fogosa e adorava uma rola nova, pois quando fui ao banheiro, no andar superior (já que o de baixo estava com defeito na descarga). Escutei aquele zunzunzum que vinha do quarto da minha namorada. Aproximei-me da porta e escutei as duas irmãs comentando algo sobre mim. Paula dizia para a irmã parar e Bia, bem mais safada insistia perguntando algumas intimidades do tipo: o cara é gostosinho, você já chupou o pau dele, o cara já te comeu... Esse é o tipo de assunto que deixa qualquer um excitado.

Como tinha passado muito tempo, decidi fazer o que deveria e descer logo, pois meus sogros iam desconfiar de algo ou poderiam pensar bobagens, sei lá.

Quando chegou a hora de ir embora, de tarde já havia me despedido de todos, ia entrar no carro e Bia me chamou do alto, da sacada da casa que dava para a rua. Com aquela saia curta, quando eu olhei para cima, vi toda sua boceta depilada e tive que me conter. Ela me disse para voltar lá mais vezes. Despedi-me e quando fui me despedir de Paula, minha namorada me olhou com cara de quem queria me fuzilar, mas não disse nada. Por outro lado, eu entendi bem o recado.

Paula evitava me levar à sua casa, mas às vezes eu ia até lá, ganhei a confiança de todos e acabei entrando para a família. Sempre que eu ia à casa de Paula, sua irmã me aprontava uma.

Mas ela começou a ficar um tanto safada demais e em uma dessas vezes, quando meus sogros estavam fora, cheguei e fui recebido por Bianca que vestia uma calcinha branca e uma camiseta também branca que cobria pouco e deixava a polpa da bunda um à mostra. Paula tinha saído para comprar umas coisas e voltaria logo. Eu até pensei em não ficar e voltar mais tarde, mas ver Bia daquele jeito me fez pensar com a cabeça de baixo (risos).

Entrei, sentei-me no sofá de três lugares e Bia no de dois que ficavam em posição “L”. Começamos a conversar e Bianca puxou as pernas para cima ficando com os joelhos na altura do peito e os pés no sofá de modo que eu podia ver sua calcinha branca e o volume da boceta apertada entre suas pernas. Claro que nós dois sabíamos que ela estava mostrando mesmo e a certa altura ela me provocou afirmando que eu estava nervoso. Disse que era por que Paula demorava muito. Bia se levantou e disse que precisava se trocar, mas deixou a camiseta um pouco levantada mostrando a bunda e calcinha enfiada nela. Fiquei de pau duro, claro. Paula chegou e convide-a para sair. Não me despedi de Bianca. Minha mãe estava no serviço e decidi levar minha namorada para minha casa, pois que queria aliviar meu tesão. Transamos gostoso, mas eu me achava um sacana, pois, fodia Paula, pensando em sua irmã.

Os dias passaram com Bia me provocando cada vez mais descaradamente, longe dos olhos de Paula, até que um dia ela ligou para casa, eu estava lá, chovia muito e seus pais me pediram para fosse buscar a garota no curso de inglês. Eu topei, mas chamei minha namorada que não quis ir comigo. A pior coisa que ela podia fazer. Era umas dez e pouco da noite, chuva forte, frio e Paula alegou que tinha que se preparar para dormir, pois tinha prova no dia seguinte.

Bom, em resumo, peguei Bia na escola de inglês e recebi um cumprimento diferente. Ela veio me beijar no rosto e supostamente caiu sobre mim, com uma das mãos sobre meu pau. Estava toda molhada, pediu-me desculpas, mas sua cara de safada não negava o truque. Antes de deixa-la em casa, Bia começou puxar conversa, agradeceu-me a generosidade e tocou na minha coxa. Chegou a apertar levemente e subiu até próximo do meu pau. Deu-me um beijo no rosto, perto da boca e saiu do carro. Tive que bater uma punheta em casa, pois meu pau latejava e quase não consegui dirigir direito.

No fim de semana seguinte, fui visitar Paula em sua casa e Bianca, um pouco impertinente me pediu auxílio com alguns exercícios. Mesmo de cara amarrada, Paula me disse para ajudar sua irmã, pois lavaria algumas louças. Detalhe maior, meus sogros não estavam em casa. Subi e fui ao seu quarto, Bia estava deitada com a bunda para cima, com um short rosa apertado sem calcinha. Uma visão alucinante e maravilhosa. Tentei me concentrar, mas ela não deixava. Reclamou de um machucado na perna que até hoje eu não encontrei e sentou sobre a cama exatamente como fez no sofá anteriormente, só para me mostrar. Eu me aproximei de Bia e mandei-a parar com aquilo. Ela se fez de desentendida.

Ouvi Paula me chamar lá de baixo e Bia me puxou dizendo: não tá gostando? Vai dizer que você não quer me comer seu safado? Fiquei sem saber o que dizer e respondi à Paula que já ia descer. Coloquei a mão entre as pernas de Bia e senti o volume de sua boceta que estava molhada respondendo: se comporta sua vadia, não me provoca. Desci e deixei Bia sem prestar atenção no que ela dizia.


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario adell_go

adell_go Comentou em 13/08/2012

adorei!!!!!!!!




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


18894 - As calcinhas da minha madrasta - Categoria: Fetiches - Votos: 4
18900 - Perdi a virgindade com minha madrasta - Categoria: Virgens - Votos: 4
18933 - Comi minha namorada na frente da mãe dela - Categoria: Coroas - Votos: 2
18951 - Comi a mãe da minha namorada - Categoria: Coroas - Votos: 5
18980 - Que cunhada gostosa II - Categoria: Traição/Corno - Votos: 6
18987 - A loirinha virgem - Categoria: Virgens - Votos: 4
19073 - A tara secreta da minha noiva: ela deu para quatro - Categoria: Traição/Corno - Votos: 0
19099 - Minha mulher o chupou dois caras no cinema - Categoria: Masturbação - Votos: 4
19100 - Minha mulher encoxada no trem - Categoria: Masturbação - Votos: 4
19114 - A gringa quis conhecer o fogo latino - Categoria: Heterosexual - Votos: 1
19115 - Vi minha mulher dando o cu... - Categoria: Traição/Corno - Votos: 5
19152 - A melhor amiga da minha mulher - Categoria: Traição/Corno - Votos: 1
19305 - Minha mulher, minha putinha - Categoria: Fantasias - Votos: 2
20201 - Tirei o cabacinho da loirinha virgem, parte I - Categoria: Virgens - Votos: 1
20202 - Tirei o cabacinho da loirinha virgem, parte II - Categoria: Virgens - Votos: 3
20203 - Tirei o cabacinho da loirinha virgem, parte III - Categoria: Virgens - Votos: 4
20866 - Minha irmã foi minha putinha - Categoria: Incesto - Votos: 3
20899 - Primeira orgia com minha mulher - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 3
29125 - A princesinha virou putinha – parte I - Categoria: Heterosexual - Votos: 4
29127 - A princesinha virou putinha – parte II - Categoria: Heterosexual - Votos: 4

Ficha do conto

Foto Perfil Conto Erotico edusaf

Nome do conto:
Que cunhada gostosa I

Codigo do conto:
18979

Categoria:
Traição/Corno

Data da Publicação:
10/08/2012

Quant.de Votos:
3

Quant.de Fotos:
0


Online porn video at mobile phone


www conto erotico gay de primo com primo com brContos eroticos com motorista macho do ubercontoeroticodevirgemcontos eroticos minha filha rabuda e o namorado delaconto erótico viagem maravilhosacontos erotico chantagiei e depilei minha sografestival so pau veiudoCotoerotico de sogro trasa com nora ei gravidaconto de gay em pescaria maiternovinha de drezi anos nua no quartoconto erotico confudiu minha amiga comigoContoeroticobucetinhameu primo me fodeu gostoso com fotosviadinhocontospornô quadrinhos gay negaox.videi.comsrxo hentai so gozafascontos eróticos minha mãe fez um festa de máscara em famíliafinalmente ela me apresentou o cornochequei em casa e mao aquentei ver minha enteada dormindo peladasou casada muito gostosa transei com meu marido e amigo dele contoseroticoscontos de incesto na infanciasededesexo pau na sogracontos eroticos fantasias de observarum louco me engravidou conto eróticoconto mimha mae me dava aos seus amantes eu adorava.Conto eroutico espora come maridocontos eroticos gay meu tio de dezessete me comeu bebado quando eu tinha oito anosNovinha safada da academia conto eroticomeu vovô me coloca no colo contos eroticos de incrstoConto erótico sedução do vizinho traiçãocontos com fotoscfm casadascontos em mogi das cruzes a loira e o pedreirogrelao contos eróticosvirei puto na igreja conto gayconto esposa quer emprenharfotos de mulheres tirando a roupa euporcimaconto erotico mulher casada se vinga do marido deixa ser enrabada por um coroa mulato pauzudocontos eroticos com videos. deichei meu marido fuder a minha amigaconto erotico professoras fazendo orgiasfotos caseiras de lactofiliamae deita se nua na cama filho contos eroticoscontos erotico presente. para esposaSexo com Beto PapakuConto amamentando o vizinhoquadrinhos eróticos de gays o amigo negro do meu filho parte 1ultimos contos sado professora submissa 29Marginal de 40h novinho socando xvideosminha enteada viu meu pau duro fato realContos eroticos de moleques de treze anos emos dando bunda para amigos em casacontos casadas boqueteiras com fotos cfmconto erotico negaconto erotico minha prima me seduziufilha e velhoconto eroticocontos eroticos de papai chupando filha depois veio a do avôcurraram minha mae no assaltocontocornocasaemrrabada na fasenda por papai contos eroticos de incestocontos eroticos irmmaos engravidando irmasmenino pirocudo casada crente contoscontos sou uma sobrinha safadinha e putinhaContos eroticos chupada dormindoxxx comics bulmaconto heotico velho negro mendigo e coroa bundudaconto erotico o Rei comendo sua princonto gay maiterConto erotico ninfetinhaPokemon meninas nuas gozandohistoria em quadrinhos lucia vendo um homen batendo punheta no banheiro oh familiacontos eroticos bebada estuprada dopadahq porno de traicaodopei sobrinho contosespemar no cu da velha.chupando grelo até ferircontos eroticosde esposadando pra outrobucetas labios gigantes carnuda exageradaconto erotico mulatinhaa empregada naturista conto eroticocontos de taraconto erótico narrado velho chupando a bucetinha da novinha no YouTubeAmor a prineira vista conto erroticoxxvideo traiçãoconto gay o negao comeu meu cusexo com çdu filho novinho conto eroticoconto erotico estuprada de mini saiaconto erodico arombei minha voerotico conto magrinha negraconto de uma putavídeos pornôs gay brasileiro chorando sem camisinhada sexo violentoContos.encesto.relacha.maecontos de sogra abusando sexualmente da noraegua buceta piscandoMãe dopada contos eroticos