Amarrada e comida pelo tio


Click to Download this video!


Meu nome é Thays, tenho 18 anos, 1,65 de altura, peso 57kg, sou morena e tenho cabelos preto encaracolados,seios médios, de aureolas rosadas, mamilos pontiagudos, coxas grossas e bem torneadas, xaninha se lábios carnudos e grelinho saliente. Há alguns dias tive uma experiência sexual inuncitada .Eu e meu irmão moramos em um pequeno apartamento perto da universidade, onde curso Arquitetura em uma universidade de Londrina, e meu irmão trabalha no centro da cidade em um escritório e estuda à noite na mesma Universidade.
Há duas semanas fui passar um feriado prolongado na fazenda do meu pai em Ivaiporã, onde meus pais moram e quando cheguei descobri que o Tio Jair e sua família também estava por lá. O Jair não é meu tio verdadeiro, mas o chamo assim porque ele é um amigo do meu pai de longa data e frequentava nossa casa desde que eu era muito pequena. Como ele mesmo costuma dizer: carreguei muito essa menina no colo. Apesar de conhecer bem o Tio Jair, me surpreendi com a imagem dele. Faziam 3 anos que não nos víamos e, apesar de não ter mudado muito, ele pareceu um homem muito atraente. Com seus músculos bem definidos e aquele sorriso simpático com uma fileira de dentes brancos no instante em que o vi, o imaginei sobre mim em uma cama. Disfarcei a minha cara de surpresa e cumprimentei sua esposa (a Tia Neia) e as crianças. Durante todo o feriado, eu me percebia secando o Tio principalmente na piscina quando ele usava aquela sunga preta de realçava o volume no meio das pernas, e ele sempre me flagrava, por mais que eu tentasse disfarçar. Em um desses momentos, ele estava carregando uma caixa térmica pro barco acho que iam pescar, estava bastante suado e sem camisa, mostrando bem os seus músculos,e uma linda tatuagem de dragão no ombro esquerdo. Eu estava sentada em uma cadeira na varanda enquanto lia, com as pernas cruzadas e apoiadas sobre a mesa, usava um short jeans curto, então minhas pernas estavam a mostra. O tio parou na minha frente, soltou a caixa no chão e ficou me olhando, senti os bicos dos meus seios se intumecerem na hora. Quando eu abri a boca pra perguntar o que ele queria, meu pai chegou e ele, acredito que para disfarçar, me perguntou o que eu tava lendo, e logo saiu. A partir de então evitei ficar a sós com o tio, para não acabar fazendo alguma loucura, foram 3 dias torturantes, no domingo atarde por um momento ficamos sozinhos na piscina e ele disfarçadamente me deu uma encoxada, senti o volume do pau presiomando minha bundinha me imprensando contra a borda da piscina, minha bucetinha piscou na hora, logo ouvimos vozes e ele foi pro outro canto da piscina. Na última noite da visita ao meu pai, acordei no meio da noite toda suada devido um sonho que tive com o tio, em que ele me fodia de 4 me segurando pelos cabelos como uma cadela no cio, senti que minha xana tava melada. Verifiquei no relógio que eram 2:30 e todos dormiam na casa. Eu me levantei para tomar água e quando voltei pro quarto percebi que não conseguiria dormir tão cedo. Então liguei o notbook e fui assistir algum filme pornô, o que gosto de fazer com frequência. Escolhi um SDM e, enquanto assistia a uma cena em que a mulher estava amarrada, senti um desejo súbito de tocar em meu corpo. Passei a mão pelos meus seios sobre a blusa de tecido fino, e percebi que meus mamilos estavam bem duros, aproveitei para aperta-los com força e tive que morder o lábio inferior para não gemer de prazer, então desci até a minha boceta, que estava molhada, enfiei a mão pelo elástico do shortinho de dormir e comecei a massagear meu clitóris, com meus olhos fechados, imaginando que eram as mãos do Tio Jair em vez das minhas. Nesse exato momento, senti uma mão sobre meu ombro e quase gritei de susto quando vi o Tio Jair bem atrás de mim. Eu fiquei perplexa sem saber o que fazer, ele sussurrou em meu ouvido quase me beijando: "Então você gosta desse tipo de sexo?". Eu pensei em gritar "saia já do meu quarto", mas em vez disso o que saiu dos meus lábios foi: "Adoro é meu preferido". Eu me espantei comigo mesma e sobressaltada fechei a tela do notebook, e corri pro banheiro. Fiquei alguns momentos lá, ofegante, sentindo minha bucetinha me trair e molhar shortinho de malha sem saber o que fazer. Então resolvi voltar pro quarto e encarar o Tio Jair, mas quando cheguei ele já tinha saído. No dia seguinte, eu evitei trocar olhares com ele, e durante as despedidas, o ouvi pedindo meu endereço pro meu irmão, que mora comigo, prometendo ir nos visitar com as crianças.
Terminado o feriado, voltei pra casa e tentei esquecer o que tinha acontecido, o que quase acabei fazendo com o melhor amigo do meu pai e da vontade que eu ainda estava sentindo de transar com ele durante horas. Uma semana depois, quando eu já nem pensava mais no ocorrido, a tarde, eu estava sozinha em casa e ouvi a campainha. Perguntei quem era e gelei quando ouvi o som da voz do tio dizendo "Sou eu, o Jair". Eu comecei a tremer e derrubei as chaves no chão antes de conseguir abrir a porta. Ele estava apoiado no portal, me olhando com um sorriso safado no rosto, eu disse: "Oi tio, que surpresa! Que faz poraqui ? Cadê a Tia Neia e os meninos?". Ele me olhou dos pés a cabeça e respondeu: "Eu vim sozinho, posso entrar ?". Eu gaguejei um "claro" enquanto saia tropeçando da frente da porta. Então eu reparei que estava vestindo, um vestidinho florido curtinho que só usava em casa, que ajustava bem às curvas do meu corpo e realçava o tamanho da minha bunda, isso me fez corar mais, se isso ainda fosse possível. Então eu guiei o Tio até a sala, me sentei o mais longe possível dele no sofá, então ele tirou uma mochila das costas, a apoiou no chão, começou a abri-la e me perguntou: "Onde está seu irmão?". Então respondi que ele estava no trabalho e que voltava às 23:00, pois do trabalho ia pra faculdade o tio sorriu quando ouviu a resposta e começou a retirar cordas de dentro da mochila que trazia nas costas. Eu ainda estava em choque pra perceber o que estava acontecendo, mas quando comecei a processar aquilo tudo, ele já estava em pé na minha frente. Ele segurou meus braços com força e me levantou, me empurrou contra a parede, envolveu meu cabelo com uma das mão na parte de trás da minha nuca, enquanto envolvia minha cintura com o outro braço. Então ele olhou nos meus olhos e disse: "Você queria isso, Cachorra! Não queria?". Antes de eu ter chance de responder, ele me beijou com força, mordendo meu lábio inferior. Então eu comecei a empurrar seu corpo pra longe, não tive muito sucesso porque o tio é muito mais forte. Mas isso serviu para deixá-lo mais furioso e apertar com força minha bunda, subiu meu vestido e puxou minha calcinha, que já estava bem socada e era fio dental, me obrigando a ficar na ponta dos pés e empinar bem a bunda, ainda assim senti a mescla de dor e prazer quando a pressão da calcinha ficou muito forte. Então eu gritei, e ele tapou a minha boca depressa, eu tentei me soltar e ele me jogou de bruços no sofá. Imediatamente estava sobre mim, puxando meus braços para as costas e os envolvendo com a corda de naylon que havia trazido em sua mochila. Em segundos eu estava amarrada e ele me colocou de joelhos na frente dele. Eu não conseguia entender porque não estava correndo dele, gritando ou tentando sair daquela situação submissa. Então ele me deu um tapa na cara e disse: "Você é uma puta muito safada!". Eu quis responder que ele não deveria me chamar assim e que não era puta, mas o que eu disse na verdade foi: "Sim Eu sou muito má, mereço ser punida." Então ele sorriu e disse: "E você será, sua putinha vadia!". Então ele me puxou pelo cabelo e afundou minha cabeça contra o chão, e depois esfregou minha cara no carpete da sala. Ele foi pra trás de mim, levantou meu vestido e começou a bater na minha bunda, palmadas fortes que doíam pra valer. Mas eu estava gostando cada vez mais daquilo e ficando a cada tapa mais excitada. Eu gemia de dor e prazer e ele batia cada vez mais forte, primeiro em um lado da bunda e depois em outro, imagino que minha bunda devia ta bem vermelha. Então ele parou e puxou minha calcinha pra cima, senti o tecido rasgando-a e quando a arrancou, enfiou na minha boca. Eu fiquei sentindo o meu gostinho e percebi que estava toda melada. Então ele separou as minhas pernas mais um pouco, e começou a passar os dedos nos meus pequenos lábios e depois no clitóris, eu me arrepiei e senti meu corpo estremecer com seu toque, ele começou a me chupar enquanto estimulava meu clitóris. Eu senti tanto prazer que gemia, meus gemidos eram abafados pela calcinha em minha boca e eu tentava sustentar o peso do meu corpo, mas meus baços estavam atados nas minhas costas, e eu me limitava a fincar as unhas em meus próprios braços, quando ele começou a enfiar os dedos na minha boceta e me estimular, a bucetinha começou a latejar. Assim veio meu orgasmo e ele não parecia estar decidido a parar, voltou a me bater e subitamente puxou meus cabelos pra cima, me deixando de joelhos. Ele tirou seu pau pra fora da calça já duro, e esfregou na minha cara eu fiquei espantada e encantada com aquela coisa enorme,os dois paus que já tive não chegavam nem na metade daquele. Ali eu tive certeza de que ele iria me rasgar ao meio. Eu fiquei parada olhando pra ele e disse: ", eu posso chupar o seu pau?", ele me respondeu tentando não sorrir: "Pode, mas se não fizer direito você vai ser punida, sua puta!". Com isso eu me aproximei de joelhos e comecei a passar a lingua no pau dele, depois nas bolas sentindo o cheiro suado dos seus pentelhos, e parando um tempo na cabeçona vermelha, eu ouvi o Tio gemer e aquilo me deixou mais excitada, então eu comecei a chupar a cabeçorra, e fui engolindo o pau dele até chegar a minha garganta, o pau era bem grosso e quando comecei a me engasgar me afastei para tirar, o Tio segurou a minha cabeça e empurrou o pau mais fundo. Eu tentei puxar a cabeça pra trás, mas o Tio segurava com força, passaram-se alguns segundos que pareciam intermináveis, eu ali sem respirar, meus olhos escorrendo lágrimas e eu achando que iria desmaiar. Eu me debatia enquanto sentia seu pau latejar dentro da minha boca. Ele me soltou tempo suficiente para que eu respirasse, então começou a meter com força na minha boca, ele gemia e as vezes dizia: "Você é mesmo uma putinha muito safada". Ele parou de bombar e eu continuei chupando aquele pau delicioso, que escorria baba pelos cantos da boca e ele começou a tirar a camisa, olhei pra cima e vi aquele corpo lindo que era todo meu. Então ele bateu na minha cara e disse: "Por que você parou de chupar, sua puta? Por isso você vai ser castigada." Ele envolveu novamente o cabelo da minha nuca com uma mão e me puxou pra cima, me fazendo ficar em pé. O Tio veio pra trás de mim, tirou meu cabelo de cima do ombro esquerdo e começou a morder meu pescoço e apertar minha cintura, depois começou a apertar meus seios sobre o vestido. Eu senti minhas pernas fraquejarem de prazer, ele colocou as mãos no decote do vestido e rasgou o tecido até a região do meu umbigo, depois veio na minha frente e o rasgou até embaixo. Pegou um dos lados do que tinha sido meu vestido e o puxou para si, e eu estava ali na sua frente, completamente nua, com os braços atados às costas. Ele contemplou meu corpo e me falou: "Você é muito gostosa, sua puta!", eu senti minha boceta pulsando e não me contive, acabei dizendo: "Me come, Tio" Me fode por favor.... Então seus olhos se estreitaram, ele enrolou o vestido e envolveu meu pescoço com ele, apertando e me deixando sem ar, e me disse olhando nos olhos: "Eu não sou o seu Tio, eu sou o seu macho, lembre-se disso!" Eu me esforcei para dizer: Desculpe Então ele me soltou, segurou novamente meu cabelo, sentou-se no sofá, abriu minhas pernas e me sentou de frente para si no seu colo. Então ele segurou o pau em riste com uma mão enquanto usava a outra pra puxar meu cabelo pra cima, me fazendo levantar um pouco e assim direcionou seu pau na entrada da fenda melada. Então eu senti aquele pau entrando na minha boceta me rasgando, eu que nunca tinha recebido algo tão grande e grosso entrou ardendo e ao mesmo tempo dando um prazer tamanho que acabei gemendo alto. O Tio me olhou com olhos ardentes, e me beijou com vontade, enquanto eu começava a rebolar bem gostoso sobre aquela pica, e a sentia toda dentro de mim. Eu comecei a subir e descer sobre o pau do meu tio, sentindo suas bolas e pentelhos acariciando minha bunda e ambos gemíamos de prazer, eu mordendo o pescoço dele e ele estimulando meu clitóris. Subitamente, ele me levantou e me colocou de 4 sobre o sofá e lambeu meu cu e xoxota juntos, tremi de medo dele tenta comer meu cu mas começou a meter na minha boceta com força, enquanto puxava meu corpo contra si segurando em meus braços presos às costas e puxava também o meu cabelo. Enquanto ele metia eu gritava de prazer e pedia pra ele meter mais forte: Ai me fodeee me fode vaii, ficamos bastante tempo nessa posição, perdi completamente a noção de tempo, até que eu falei pra ele: "Eu vou gozar, vou gozar no seu pauuu aiii!", então ele começou a aumentar a velocidade das bombadas, enquanto eu sentia o orgasmo e estremecia, ouvi seu gemido e sua mão apertou com força a minha bunda. Havíamos gozado juntos, e eu escorreguei o corpo para trás pra porra escorrer no chão não em cima do sofá, as pernas tremiam porisso me deitei no sofá. Ele se deitou sobre mim, após desamarrar os meus braços e começou a beijar e a lamber minhas costas. Depois disso se deitou ao meu lado e me puxou pra cima de si, e eu deitei de bruços sobre ele, encostando meu rosto em seu peito, enquanto ele me envolvia com seus braços. Ficamos ali parados, ouvindo a respiração ofegante um do outro, então ele puxou meu rosto para olhar para ele e perguntou: "Eu machuquei muito você?". Eu apenas sorri, e ali soube que o Tio Jair estava de volta, doce e meigo não aquele macho malvado que acabará de me subjulgar. Depois disso tomamos um banho juntos e ele foi embora, me prometando voltar em breve para novas seções de sexo e que da próxima comeria meu cuzinho, ai temi, pois acho que não vou agüentar aquele pauzão, grosso e cabeçudo todo no cu.. Digam se gostaram

Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario vidaaloka

vidaaloka Comentou em 12/04/2016

modesta vc hem!!!perguntano se alguém gostou?para e show que vc e muito gostoxsa,votaco e com louvor

foto perfil usuario marcoza

marcoza Comentou em 18/10/2013

Gostei do conto,mas violência principalmente no sexo não é o meu forte.

foto perfil usuario 5091

5091 Comentou em 05/09/2013

Delia de conto safadaaaaa

foto perfil usuario

Comentou em 27/02/2013

ain, sou contra violência!

foto perfil usuario giacom

giacom Comentou em 11/11/2012

Quer dizer que minha sobrinha adorou minha foda...kkk.Brincadeirinha.Eu escrevi um relato sobre minha titia p/ postar ai no forum.Ele ficou longo!22 paginas e por isso eu estou redigindo o texto para encurta-lo.Espero que vc leia e goste.Tem meu voto .abç e me add como amigo

foto perfil usuario LINGUADOXUPADO

LINGUADOXUPADO Comentou em 09/11/2012

HUMMMMM DELICIA DE CONTO

foto perfil usuario cwb33

cwb33 Comentou em 08/11/2012

Ótimo. Ganhou meu voto.

foto perfil usuario juniorijr

juniorijr Comentou em 08/11/2012

Adorei delicia vamos brincar tambem sou de lda beijocasss..

foto perfil usuario rodrigo sales

rodrigo sales Comentou em 08/11/2012

Tesão puro..tenho uma sobrinha que eu adoraria compartilhar esse conto...

foto perfil usuario loiro171

loiro171 Comentou em 08/11/2012

delicia de conto tem meu votoei da uma olhadinha em meus contos loiro171 bjssss

foto perfil usuario incesteiro

incesteiro Comentou em 08/11/2012

maravilhoso...excitante demais...




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


20588 - CHUPEI O MEU PAI NO BANHO - Categoria: Incesto - Votos: 77
20591 - Como meu pai me comeu gostoso - Categoria: Incesto - Votos: 77
20621 - Dei para meu padrasto - Categoria: Incesto - Votos: 49
20658 - Meu pai ficou de mal comigo. - Categoria: Incesto - Votos: 30
20695 - Amo meu Pai mais que tudoooooooooooo - Categoria: Incesto - Votos: 30
20997 - Professor de matemática - Categoria: Fantasias - Votos: 11
21237 - Meu pai e eu puro tesão - Categoria: Incesto - Votos: 18
21333 - O pai da minha amiga - Categoria: Coroas - Votos: 32
21335 - Remedinho do padre ... - Categoria: Masturbação - Votos: 33
21352 - Comida pelo meu irmão - Categoria: Incesto - Votos: 30
21528 - Como perdi minha Virgindade - Categoria: Incesto - Votos: 26
21529 - AULA COM PAPAI DEVASSO - Categoria: Incesto - Votos: 17
21530 - MINHA FILHA M.P. - Categoria: Incesto - Votos: 13
21531 - Meu filho bundudo - Categoria: Incesto - Votos: 36
21540 - Meu pai comeu gostoso o meu cú - Categoria: Gays - Votos: 17
21541 - meu pai comeu meu cuzinho - Categoria: Incesto - Votos: 25
21573 - Chupei o cacete do meu irmão e dei o cú pra ele - Categoria: Incesto - Votos: 14
21575 - Bebada no Natal ganhei presente que não esperava - Categoria: Incesto - Votos: 19
21577 - Acabei dando pro meu pai. - Categoria: Incesto - Votos: 23
21591 - Eu 1,50 m e meu pai, 1,90 m. - Categoria: Incesto - Votos: 22
21606 - Tinha 18 anos e um mês quando papai me comeu. - Categoria: Incesto - Votos: 37
21607 - Virei a mulher do meu irmão. - Categoria: Incesto - Votos: 20
21608 - Meu irmão me pegou e eu gostei… - Categoria: Incesto - Votos: 17
21613 - Perdoando a ingratidão de uma filha. - Categoria: Incesto - Votos: 40
21615 - Irmã carente no banho - Categoria: Incesto - Votos: 35
21970 - Agora é Papai quem come meu cuzinho uiai - Categoria: Incesto - Votos: 13
22136 - CASO REAL COM PAPAI - Categoria: Incesto - Votos: 19
22137 - PROVOCANDO MEU PADASTRO - Categoria: Incesto - Votos: 12
22138 - TRAI MEU MARIDO COM MEU PAI - Categoria: Incesto - Votos: 32
22633 - Depois de eu ter pedido muito, meu avô deixou - Categoria: Incesto - Votos: 34
22634 - PAPAI ME CUROU DA SINTROME DO PÂNICO. - Categoria: Incesto - Votos: 19
22828 - AMOR COM PAPAI - Categoria: Incesto - Votos: 18
23500 - Acabei ficando tarada pelo meu pai. - Categoria: Incesto - Votos: 21
26446 - Papai e eu - Categoria: Incesto - Votos: 31
26600 - REALIZEI A VONTADE DO MEU PAI - Categoria: Incesto - Votos: 11
26601 - COM PAPAI NA CHACARA - Categoria: Incesto - Votos: 15
30197 - Eu amo meu papai - Categoria: Incesto - Votos: 36
32092 - Filhinha Virgem e Inocente - Categoria: Incesto - Votos: 30
33230 - Meu primeiro orgasmo - Categoria: Incesto - Votos: 15
33231 - Primeira vez com padrasto - Categoria: Incesto - Votos: 23
36684 - meu padrasto, brincando de médico - Categoria: Incesto - Votos: 15
55161 - SENTINDO O PAU DO PAPAI - Categoria: Incesto - Votos: 101

Ficha do conto

Foto Perfil puta safada
puta safada

Nome do conto:
Amarrada e comida pelo tio

Codigo do conto:
21967

Categoria:
Incesto

Data da Publicação:
07/11/2012

Quant.de Votos:
20

Quant.de Fotos:
0


Online porn video at mobile phone


www.sexlog.com.br/michellystriperconto erotico minha mulherzinha honestacontos humilhando cornocontos eroticos de brincadeiras inocentes de esconde esconde na roçaContos eroticos gay eu fui levado pra favela e transformado em mulhermarlene transa marido vendo filme brasileiroContos eroticos dei a buceta a um.roludocontos avelha madre e o negrao caseiro do conventocontos com fotoscfm casadascomendo o cu do meu primo quadrinhos pornoconto de ferias de irmaos nucontos eroticos thalia parte11Conto erotico gay entregadorcontos e fotos sexo com vovô no pomarbem dotado contos eroticosconto erotico ninfetinhaxvideos esposa marido chupando o cu d esposa rqbudamães gostosas rabudas contoscontos eróticos de gay comido pelo amigo do meu paibieljr menagefamilia sacana milftoon familia é assim parte3contos eroticos no hotel com mamaeconto erotico gay meu sobrinho me fodeu no hotelcdzinha salto alto e corpeteContos eu nao sabia bate punhetairmascasadas caremtes dando u rabo nu banheroxxvideo mobile seios arrepiadoFoda na mae dopada contoscontos eroticos comi minha empregada na minha camafinalmente ela me apresentou o cornofodendo irma contowww.contos eroticos sogra gostosa da cu pro genro novinho pauzodoconto erotico meu tio comeu minha mulher elaprovocouChupo bucetinha da filinha confessoconto erotico vovo e netinhacontoerotico com velho safadoContos eroticos gays irmao pai e tio dotados trasandocoto erotico sou a putinha do papaicontos meu amigo me comeu hxhcontos eroticos de safadinhanegao roluddo barbariza no cuzinho da casadaconto erotico enteada 2017o ginecologista enfiava o dedo na minhs mulhercontoscontos eroticos minha nora é um tezãocontos eroticos velha gorda e guricontos minha mae gosta que judiei do cu delaconto erotico obrigueiContos eroticos esposa com o instaladorcontos erotico olhadinha filha pequena daconto erotico gay virgindadecontos eroticos hetero casado fui dominado pelo coroacontos de lactantescaminhoneiro fudendojovem comedor das mulheres casadas quadradinho erticocontos gay coroa no parquecontos eroticos de traveco evangelicosXvidioativoquadrinhospornoirmaosxvideis 2017comi a minha tiacine prive na band vizinho transa com vizinho corno porno brasil videospapai descabačando fililha hertaicontos com fotoscfm casadaspirailha dano a buceta de papai e mamaisedutoras e marrentas parte 4 contos eroticoscudida por meu filho contos eroticoscontos eróticos publicados Fiz grupal para me vingarcontos erotico estupei a minha irma novinha cherei a calcinhacontos dou cu desde novinhocontos erótico com mendigasamba porno zool conto de incestobovinho gostoso pelado arreganhando o cu quadrinho erotico