dei o cu para fazer reconciliação


Click to Download this video!


Estava brigada com meu marido, além de todos os outro problemas, haviam 3 meses que não fazíamos sexo, mesmo pelas suas viagem e por nossas brigas que estavam ficando constantes. Numa dessas o mesmo me mandou pra puta que pariu e dar o cu também. Estavamos hospedados em um hotel no centro de Manaus, aproveitando que ele falou, pensei comigo mesma: já que o mesmo mandou eu dar o cu, vou fazer isto mesmo.

Comecei a pensar onde eu iria ir para conseguir uma transa e não ficar expostas, coloquei uma saia curtinha uma mini blusa branquinha e fui para uma casa noturna que ficava perto do hotel. Chegando lá, olhei bem para ver se tinha algum conhecido como não havia, entrei na boate. Fui ate o bar e pedi um caipirinha. Eu fiquei com corpo apoiado no balcão, quando senti alguém encostando levemente atrás de mim.

Fingi estar normal e o rapaz pediu ao garçom uma cerveja, o bar estava muito cheio, o aproveitando disso, ele deu uma encostada mais forte, e eu dei uma empinadinha na sua direção e ele percebeu, logo levou a mão na minha cintura e apertou, e encostou sua pica no rego de minha bunda e ficou sarrando levemente, eu podia senti, aquela dureza na minha bunda, lá ficou, até ser atendido após 5 minutos. Antes de sair ele falou que estava sentado num no canto da boite. No meio da fumaça e da luz negra, descobri o rapaz . Sentei na cadeira de sua mesa ao lado dele, e começamos a conversar, fiquei sabendo que ele era o gerente. Aos poucos já estávamos íntimos, e então o Diego colocou a mão no meu ombro e falou que me achava muito gostosa.

foi colocou a mão em minhas pernas que estavam cruzadas. Passou alisar o lado da minha coxa e foi subindo a minha saia, fiquei muito excitada e descruzei as pernas, fiquei a vontade, e falei ao ouvido dele, que ia abrir um pouco minhas pernas e que ele colocasse o dedo dentro da minha xaninha para ver como ela estava molhada. Então ele foi puxando a minhas pernas até fica bem abertas. Senti os dedos passando por cima da calcinha, que já estava molhada e ele puxou minha calcinha pro lado e encostou o dedo no meu grelinho. Gemi, e ele enfiou, e ficou massageando. Eu segurei o suspiro. Fechei os olhos e debrucei-me sobre a mesa. Ele enfiou três dedos e ficou fazendo movimento de vaivém. Ao mesmo abri sua caça e enfiei minha mão no seu pau. Já estava todo lambuzado. Ele tirou o dedo da minha xaninha e disse para eu ir até a sua sala que ficava no andar superior . Fiquei meio receosa por ter que ir até a sua sala, mas a vontade de fuder e raiva do marido, deu coragem.

Chegando na sala, foi logo lascando um beijo na minha boca que acabei correspondendo. No inicio de forma lenta e carinhosa, mas logo passou para um ritmo mais acelerado e quente. Fui me envolvendo naquele beijo e logo senti sua mão deslizar pelo seio, xana, até o meu bumbum. foi me abraçando forte e me beijando, fomos nos acariciando . Virou-me de costa, encostando-me na parede. Foi acariciando meus peitinhos e beijando minha nuca. Nesse momento eu já sentia seu pinto na minha bunda. Minhas pernas já tremiam e minha xana já estava molhadíssima. Ele tirou minha saia, e enfiou a mão por dentro da calcinha, eu pude senti as pontas dos seus dedos na minha xana novamente e no meu cuzinho ao mesmo tempo. Já estava quase gozando. Vendo minha respiração alterada e os gemidos, pediu calma e me fez sentar num sofá de canto.

Abrir suas calças e tirei para fora aquele pauzão, longo, não tanto grosso, mas cabeçudo e cheio de veias. Conduzi seu pau até a minha boca. Chupei com vontade, passava a língua em suas bolas, chupava uma por uma, passava a língua do saco até a cabeça de seu pau. Era gostoso ouvir ele gemer daquele jeito.... Desci minha mão até suas bolas, apertei seu pau. Eu estava até com medo daquele pauzão. Será que conseguiria entrar inteiro na minha bucetinha, tanto tempo sem uso? Em seguida, fiquei de quatro, no sofá empinei minhas bundinha ele tirou minha calcinha e abriu minhas nadegas enfiava a língua no tobinha.

Eu gemi alto, ele abriu mais minhas nadegas com as duas mão e continuava chupando e pincelando a entrada da minha bucetinha e cuzinho. fui me virando pra ficar de joelhos imaginando o que ia sentir com aquele tronco me penetrando... Ele me segurando pela cintura, colocou seu pinto e foi empurrando, e foi empurrando. foi alargando minha buceta me fazendo gemer bem alto; quase gritando:- Aaaaiiiii! Aaaaiiiii! Que delícia... Enfia tudo; tudo! Enquanto ele metia eu gritava de prazer e pedia pra ele meter mais forte: ficamos bastante tempo nessa, até que eu falei pra ele: “Eu vou gozar, vou gozar no seu pauuu aiii!”, então ele começou a aumentar a velocidade das bombadas, enquanto eu sentia o orgasmo ouvi seu gemido e sua mão apertou com força a minha bunda. Estava bom sentindo aquele pauzão entrando. Comecei a rebolar e mexer com o quadril. senti um prazer incrível, aquela sensação dominado todo o meu corpo. Eu gemia initerruptamente ...Aaaaahhhhhhhhhhhh, uhhhhhhhh. Minha bucetinha se contraia, estava toda suada, escorria esperma de nos dois.

Então, ele deitou –se no chão e segurando naquele cacetão pediu para que eu sentasse em cima dele. Agachei-me mirando seu pau na entradinha da buceta e fui lentamente acomodando seu pau dentro de mim. Era grande e entrava com um pouquinho de resistência e apertado, também, aos poucos pude sentir seus pentelhos . Estava inteiro dentro de mim! Fiz alguns movimentos circulares, rebolando em cima dele para me acostumar com o tamanho e então fui descendo e subindo controlando a penetração . Minha xana começou a contrair continuamente e firmente, eu estava gozando novamente e as pernas tremiam muito.

Deitei no sofá abrindo as pernas, ele caiu de boca na xoxotinha melada de tesão, me chupou gostoso, me arreganhei toda pra ser chupada por aquele tarado tesudo,que ainda não tinha gozado. Ele beijava minha buceta toda e beijou meu cuzinho demorado, me virou de lado e enfiou a lingua no meu cu que eu fiquei de quatro e me arreganhei toda na hora, abrindo o rabo com as duas mãos e falando: come esse cu, filha-da-puta, Ele começou a passar o pau pelo meu reguinho e na bucetinha.... lubrificava o seu pau com o caldinho que escorria pelas minhas pernas, manchando o lençol branco.

Colocou a cabeça na porta do meu cuzinho, forçou um pouco, dei um gritinho, aquilo não ia entrar tão fácil Fui me deixando levar, ele me virou de bruços e me fez ficar de quatro e continuou chupando minha xana por trás em seguida: afastou minhas nádegas e meteu a língua no meu cuzinho. Botou a mão nas minhas costas e me fez deitar de bruços e continuou lambendo meu cuzinho. Passava a língua de baixo para cima com força, como se estivesse varrendo, fez isso várias vezes e depois começou a enfiar a língua no buraquinho. Eu já não resistia, só suspirava e agarrava no lençol. Minha bucetinha estava encharcada!

Depois de um tempo disso, ele disse que agora iria começar a comer meu cuzinho. Senti o dedo dele brincando no brincando no meu cuzinho, enfiava um pouquinho devagarinho e tirava, e foi assim aos poucos, até meter até tudo. Ficou uns 5 minutos. Dali a pouco ele estava com os dois dedos dentro de mim e eu doida para sentir a pica dele dentro da minha bundinha. Quando ele tirou o dedo, achei que fosse enfiar comigo naquela posição, de quatro, mas ele me fez deitar de bruços e disse que assim doía menos. Até esse cuidado ele teve para não me machucar muito. Depois ficou ajoelhado atrás de mim e encostou a cabecinha na portinha.

Eu me contraí toda, mas ele disse que para era ficar tranquila, que ele tinha deixado meu cuzinho preparado. Segurei nas nádegas e abri bem para facilitar a penetração, ( ah, como eu gosto de fazer isto), mas estava difícil. A cabeça do pau era chapeletuda e batia e dobrava, mas ele não desistiu. Segurou forte sua pica e foi forçando, forçando, e aos poucos foi botando a cabecinha para dentro, e aos poucos ia enfiando mais. Eu sentia cada milímetro daquela pica entrando no meu cuzinho, me rasgando por dentro. Não aguentei e pedi para parar um pouco. Eu choramingava e gemia muito. Pedi que reiniciasse ele passou o pau de novo na minha buceta para deixa- lo mais molhado e tentou de novo.

Me contrai toda e o cuzinho ficou mais fechado. Experiente e paciente me colocou de lado e tentou enfiar novamente. Segurei no lençol, fechei a boca e aguentei firme. Ele ficava gemendo no meu ouvido e mexendo com o pau de cima para baixo. Estava ficando gostoso. Fui mexendo até que senti a cabecinha entrar, apesar de molhada doeu um pouco eu dei um gemido. Ele foi enfiando o resto bem devagar, fui sentindo tudo aquilo me preenchendo, me arrombando, eu gemia e me contorcia e pedia que colocasse o restante. Ele começou a bombar e fez isso bem devagarinho, deixando só a cabeça dentro, parava um tempinho e depois ia enfiando bem devagar. Voltava de novo lentamente. Não aguentou muito depois segurou minha cintura, e começou a meter forte e rápido, e dali a uns cinco minutos eu senti aquela rola crescer dentro de mim, pulsar e soltar alguns jato quente a que eu senti bater e esquentar lá dentro do cuzinho. Eu perdi a cabeça e só gritava e dizia para ele deixar meu cuzinho arrombado.

Mas que rapidamente, ele tirou o pau do meu cu e colocou a cabecinha na minha boca. Logo foi explodiu dentro de vez. Senti o seu caldo quente na minha garganta, tentei tirar o pau da minha boca, mas ele segurou minha cabeça me obrigando a engolir tudo, o corpo dele se contorceu. Pensei que ele fosse até cair, mas ele continuou a gozar na minha boca. A porra era tanta que escorria pelo canto dos meus lábios. Ficamos deitados, por uns tempos.

Vesti minha roupa nos despedimos, eu prometi voltar na outra noite. Voltei pro hotel, lá pela 0;00horas. O cu e a bucetinha estavam doloridos e cheia de esperma. Meu marido perguntou onde eu tinha andando. Disse que estava cansada que pela manha conversava com ele. Claro na manha do domingo dei o cu para reconciliação. Ah!, as foto são de autoria do Diegão,caso ele leia isto, que entre em contado mo meu email. Não estranhe ao receber a resposta, pois uso o nome de um colega.

rosa morena

Foto 1 do Conto erotico: dei o cu para fazer reconciliação

Foto 2 do Conto erotico: dei o cu para fazer reconciliação

Foto 3 do Conto erotico: dei o cu para fazer reconciliação

Foto 4 do Conto erotico: dei o cu para fazer reconciliação

Foto 5 do Conto erotico: dei o cu para fazer reconciliação


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario pestinha

pestinha Comentou em 22/08/2013

já li todas as tuas historias e adorei, adorava poder trocar experiências já que adoro anal e tenho muitas aventuras

foto perfil usuario antoniolobo

antoniolobo Comentou em 30/07/2013

Mil! Nota mil! Que estoria e que rabo eogolidor de piroca!

foto perfil usuario

Comentou em 29/07/2013

Muito bom, parabéns, já que sua preferência é sexo anal, recomendo o conto 18838 (votei)

foto perfil usuario maluznha

maluznha Comentou em 13/06/2013

nossa q delicia... sou doida pra ter meu cuzino fudido tbm

foto perfil usuario negaosafado23cm

negaosafado23cm Comentou em 08/06/2013

MUITO BOM VIU! E O CARA TEM UMA SORTE VIU! POIS SUA BUCETA E SEU CUZINHO E LINDO MIM DEIXOU DE PAU DURO E SEM FALAR QUE EU ADORO UMA BUNDINHA!

foto perfil usuario assolan

assolan Comentou em 07/06/2013

Queria ter sido eu o cara q comeu seu cu só louco por cu de mulher.fique de pau duro todo o tempo.

foto perfil usuario cravofloripa1

cravofloripa1 Comentou em 07/06/2013

Muito bom, parabéns, sorte do cara, beijos.votei




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


23855 - 1º anal para salvar o casamento - Categoria: Heterosexual - Votos: 29
25268 - Por vingança dei cu varias vezes - Categoria: Traição/Corno - Votos: 38
25322 - meu marido arrombou o cu da maninha - Categoria: Traição/Corno - Votos: 38
32962 - Meu amigo de doutorado arrombou meu cú - Categoria: Heterosexual - Votos: 24
33501 - MEU ORIENTADOR COMEU MEU CUZINHO PELA 2ª VEZ - Categoria: Traição/Corno - Votos: 15
35938 - Bucetinha do orientador, uzinho do maridão - Categoria: Traição/Corno - Votos: 16
37970 - a velha rotina gostosa. Ter um pau enorme no meu c - Categoria: Heterosexual - Votos: 6
45156 - MEU ORIENTADOR COMEU MEU CUZINHO - Categoria: Traição/Corno - Votos: 17
46671 - Cu arrombado pelo amigo do marido - Categoria: Traição/Corno - Votos: 26
50745 - PAU GRANDE, GROSSO, E TORTO NO MEU CUZINHO - Categoria: Heterosexual - Votos: 15
55733 - Dando o cuzinho para o Diego - Categoria: Heterosexual - Votos: 5
69432 - anal gostoso com colega de profissão - Categoria: Heterosexual - Votos: 13

Ficha do conto

Foto Perfil Conto Erotico samtes

Nome do conto:
dei o cu para fazer reconciliação

Codigo do conto:
30216

Categoria:
Heterosexual

Data da Publicação:
05/06/2013

Quant.de Votos:
17

Quant.de Fotos:
5


Online porn video at mobile phone


FODER!DOEÑte!.TRAtada!E!ORTAScantei minha tia pelo zap deu certo conto eroticosultimos contos sadotransformação corninho conto eroticoContos eroticos quente de travesti tarados..bucetao cabeludo da linguona grande e preta com coisas eroticas enfiando dentromulheres. pateses. bundas grandesconto erotico gay menino deu o cu para o engraxatecontos eroticos no metrosenrei no pau de meu filho sem qerer e senti as bola contosperdendo o cabaço contocontos erotico-inteirinha pra vocênovinhas so gost de negraopornoContos eroticos pescacontos erotico tia viuvaumaputagotosaIrmas casadas taradas carentes sendo enrabadasconto erotico filho fode mae.contoeroticopeitudasFiquei viuva meu amigo veio na minha casa eu disse pra ele me fuder na minha cama conto eroticoconto erotico tirei.o cabaçoda moradora derua e de sua amigasindica do predio transando com porteirovidiu meninas qui viumara iscomdido sexocontos eróticos lésbicos mulatas casadas comendo sobrinha com consultascomeu ate o meu cuzinho contosporno contos eroticos adoro mamar no papaiconto erotico esposa puta de muitos africanos pauzudoscontos eróticos com fotos de apostaCANTOS FOTOS EROTICAS TIO NEGAO PIROCUDO COM SOBRNHAS VIRGEMquadrinhos pornoHertaisexo em quadrinhosContos de cdzinha afeminada provocando com shortinhoconto erotico Dricaconto erotico sou madura cadelavídeo erótico gay com Rodriguinho meu patrãocomadre nao resiste e transa com compadrecontos eróticos gay chutando o cozinho do molequeconto eroticocontos novinhas gozando no onibusconto eróticos susto em despedida de solteiraprimeira vez no clube swing ja virei corno mansobuceta gostosa da josinha contos erotico e fotoscomendo a tgata linda conti eroticoviuva carente de rola gosando e rebolando muito gostososexo em quadrinhos paus grandes rasgando bocetinhas interrraciala professora submissa utimos contos eroticosboceta. vibrado grande. alagadao massagista me fudeu: contoscontos de incesto papai filmou meu beijohq porno xota criou vidaconto erotico na escolacontos dei a buceta virgehttp://contactpromo.ru/conto/18603/175351/baile-a-fantasia.htmlConto erotico o corno nao acreditou quando viu a esposa gorda aguentar 27 centimitros de pica dentra delacontos o amigo do meu marido me arromba todo diaContos:Viajei com meu padrasto e ele meteu muito na minha bucetacontos de vizinhos velhosLucineide Cuzudapauzudo fudeu a minha avo e ela chorou contos eroticoscontos eroticos corno do proprio filho pausudozoofilia quadrinho esposa com velinho animalcunhada traz dois negão na baianinha molhadinho do cunhadocontos eroticos gay amigos se dedandocontos eroticos comi minha sograNamorado vendo namorada emrrabada por dois ao mesmo tempoxxx+whatsappxxx+sex+dando um trato a vizinha do lado quadradinho eróticoultimos contos sadoa caminho da sacanagemwww.sobrinhacontoerotico.com.brfui no quarto do meu irmaozinho e dei a buceta pra eleconto erotixo colega do meu padrinho maduro mim arronbou sexo gayquadrinho erotico fazendo fila para foder a jenniferCONTOS MAMAE DEU PARA O MORADOR DE RUA DOTADOconto erotico casada fodendo gostoso com um entregador de gasmaisexo insexto brasileeiro irmã goostosona toma surra de pica do irmãoA menininha da rua contos eroticoscontos de fetiches eroticos de incesto entre tia e sobrinhoconto gay viuvo heteroconto erotico gay fardado casadoconto herotico. tranzei com a mulher do meu tiocontos eroticos minhas filhinhas e as filhimhas da vizinhaMinha,sogra Rabudasnovinhas e seus contos pornocontos eroticos gay meu vizinho negro de dezesseis anos me enrabou quando eu tinha oito anoslésbicas chupando a b***** de carreteiraestourando as pregas da vizinha rabuda contos eróticosultimos contos sado professora submissa 29Sogro e suas noras gravidas. Contos eroticos.quadrinhopornotraicaocontos com fotoscfm casadasvideos depono demenina de dezoitoaono    contodeumaputacontossado de escrava sexual