SEMPRE TEM A PRIMEIRA VEZ – SEGUNDA PARTE – O MELH


Click to Download this video!


Ao chegarmos à casa de Glauco, que fica no alto de um morro, de frente para o mar, com um deck enorme que se debruça sobre a paisagem e uma piscina de onde se pode apreciar o por do sol, Patrícia estava no portão, junto com outra “amiga” no carro. Não sabíamos que ela levaria mais alguém, mas tudo bem. O negócio estava fluindo bem, e com a “amiga” de Patrícia, seríamos oito pessoas, quatro casais. Claro que Patrícia sabia o que estava rolando, porque Denise, previamente havia lhe contado por telefone.
A “amiga” de Patrícia, Lara (atenção, todos os nomes são fictícios, claro), era um espetáculo: mais ou menos 1,75, sobre um salto de uns 10 cm, loira, corpão, bundão, seios siliconados, mas lindos (foi o que deu para perceber, apesar da saída de praia que ela vestia). Nos cumprimentamos, colocamos os carros na garagem e fomos nos acomodando. Assim que cheguei Glauco me disse que havia carne no freezer e poderíamos nos preparar para um churrasco, um pouco mais tarde. Eu e ele somos os churrasqueiros da turma e vira e mexe brincamos de fazer algo mais especial para a turma, pois adoramos cozinhar. Glauco é ainda um excelente bar man, daqueles que fazem malabarismo com garrafas e excelentes drinks. Logo ficamos sabemos que a amiga de Patrícia já havia trabalhado com ela como tequileira e striper, em uma casa de shows. Tudo estava perfeito e Dama, cada vez mais animada.
As meninas foram logo tirando as saídas de praia e passando bronzeador para aproveitarem o máximo o sol naquela tarde quente de verão, com vista panorâmica para o mar. Eu e Glauco fomos buscar as coisas na cozinha, com a ajuda de Josué e Jorge. Trouxemos para o bar da piscina as bebidas e a carne, além de uns petiscos: salaminho, carpaccio, camarão e outras coisas. Montamos a mesa, colocamos as bebidas no gelo, abrimos uma garrafa de Black, outra de Absolut, mais uma de tequila, uma de Big Apple, pegamos os energéticos, providenciamos o gelo... tudo certo. Fomos para a piscina – que tem uma hidro gigante em uma das partes e ficamos ali, bebendo e conversando, enquanto as meninas se entendiam ao sol, com aquelas quatro bundas maravilhosas para o alto.
Em certo momento Denise disse que queria um drink daqueles acrobáticos que Glauco servia e ele, prontamente, atendeu. Percebi que enquanto isso, Jorge não tirava os olhos de Lara. Estávamos gostando daquilo, rindo muito entre nós – eu, Glauco e Josué – porque há conhecíamos há algum tempo, mas não tínhamos intimidade e nunca havíamos saído juntos. Ficávamos imaginando o tipo de reação que ele teria ao tomar conhecimento a respeito de alguns detalhes. Lara estava animada, muito sorridente, seus olhos verdes brilhavam e Jorge não tirava os olhos de sua boca, seios e quando ela se levantava, de sua bunda, que encoberta parcialmente por um minúsculo fio dental. Como não a via há algum tempo, fiquei até um pouco surpreso com suas coxas grossas, o corpo todo proporcional e o abdômen malhado.
Glauco iniciou a sessão de malabarismo e convidou Patrícia e Lara, que foram animadas. Entre um malabarismo e outro, percebi que Dama estava, além de excitada, nervosa com a movimentação. Em determinado momento ela colocou a mão sobre a coxa de Josué e chegou a cravar as unhas enormes na perna de meu amigo. Jorge quase pulava de excitação com aquilo e Josué, inegavelmente, respondia com a pica em riste, doido pra comer Dama na frente do marido. Ela olhava pra ele, pro peitoral, pra pica e se deliciava. Até que repousou a mão sobre o pau do negão. Percebi que ficou toda arrepiada. Apenas eu e Jorge prestávamos atenção na brincadeira. Então, tínhamos ali dois grupos: Glauco e as amigas fazendo malabarismos para Dama e Denise; eu, Jorge, Dama e Josué, envolvidos, direta ou indiretamente naquela brincadeira.
Tudo aquilo, claro, me excitava muito, porque até aquele momento meu plano estava dando certo, indo tudo conforme o esperado. Na verdade, melhor ainda, com a incorporação de Patrícia e Lara ao nosso grupo. Jorge ainda se babava por Lara, cuja parte de cima do biquíni, bem pequena, vira e mexe saía do lugar e deixava ver o bico pontudo e duro dos seios. Todos já tínhamos bebido bastante, a música alta de balada animava o ambiente, Patrícia demonstrava estar doida para dar para o Glauco e Lara disparava olhares para Denise, para mim e para Jorge... nisso me levantei, cochichei algo com Glauco, fui ao seu quarto e peguei uma caixa que ele guarda estrategicamente para situações de “emergência” e trouxe para perto do bar. Voltei e verifiquei a temperatura da sauna, de onde se tem uma vista para a mata e uma parte de banho onde se pode mergulhar e sair na piscina e vice-versa. Dama estava visivelmente excitada alisando a pica de Josué, completamente dura.
Foi Dama quem tomou a iniciativa, surpreendentemente. Levantou-se, retirou a parte de cima do biquine e começou a dançar um funk com um copo de um drink de Big Apple na mão. Tirou os óculos escuros e foi em direção a Josué, sentando e rebolando no seu colo de frente. Ela estava o máximo e o marido quase caiu da cadeira vendo aquilo. “Demais!”, foi o que o meu amigo conseguiu dizer ao ver mulher toda sensual e quase uma puta. Ela esfregava os seios na cara de Josué, que apertava sua bunda e lambia os seios. Meu amigo recostou na espreguiçadeira, e nisso ela veio de frente, rebolando, apoiou os pés nas laterais, subiu, puxou a calcinha do biquine para o lado e esfregou o grelo, grande e duro na cara do negão, que já estava com a pica descomunal pra fora da sunga. Sério mesmo, Josué deve ter mais de 20cm de pica grossa. Ele punhetava lentamente enquanto que com a outra mão abria mais a xota de Dama e metia a boca no grelo.
O clima esquentou de vez. Jorge foi chegando pra perto de Lara, que já estava com os seios de fora, sem a parte de cima do biquine, assim como Patrícia e Denise, que se beijavam, enquanto Glauco roçava em Denise por trás. Levantei e fui em direção à Dama para desamarrar as laterais do seu biquine, mas ela foi mais rápida. Removeu a peça e enfiou a xota na cara de Josué, enquanto eu lambia sua bunda e brincava na portinha do cu. Ela tirava minha mão e fazia sinal de “não” com o dedinho, mas Josué insistiu e ela deixou. Nisso me virei e vi Jorge e Lara se beijando e se esfregando. Jorge não é um tipo atlético, mas tem mais ou menos 1,80, corpo liso, moreno, e aparenta um porte físico razoável para um cara na faixa dos 50. Então, parti pra cima de Patrícia, que trocava beijos e carícias com Glauco e Denise.
Apesar da música alta, quase paramos com certa apreensão, quando Jorge soltou uma expressão de surpresa: “Caralho...”... é que Lara, na verdade, nasceu como Carlos. Jorge se surpreendeu após tantos beijos na boca e roçadas, pela frente e por trás, quando ela lhe contou, ao pé do ouvido que era “menino”. Ficamos com receio de algo desagradável, mas logo Jorge desamarrou as laterais do biquine e quis ver. Todos nós ficamos meio sem saber o que fazer, porém nos preparando para alguma reação violenta. Lara estava com a pica meia-bomba e Dama tratou logo de resolver a situação, agachando e partindo para um boquete na amiga. Jorge pegou a mulher pelo braço, levantando-a e beijou-a na boca, levando a mulher para mamar novamente a nossa amiga travesti. Agachou-se e beijou a mulher novamente, com volúpia e ela empurrou o pau de Lara, agora duro, para a boca de Jorge que mamou como se fosse um cara experiente nisso. Jorge se levantou, beijou Lara na boca, tirou a sunga e a virou de costas, para que colocasse as mãos no balcão e abrisse a bunda, passando a meter a língua em seu cu rosado e lisinho. Enquanto isso, Dama foi chupar a pica de Josué, que estava em pé, próximo ao trio.
Dama puxou Josué para perto da Lara e ficou mamando a geba do negão, Ela e Jorge estavam agachados, enquanto Josué e Lara estavam em pé. Os dois se beijavam e Josué apertava os seios de Lara. Dama mamava os dois paus. Nos intervalos, ela beijava o marido, voltava a chupar Josué e Jorge chupava Lara. Nisso, Denise e Patrícia se revezavam nas mamadas em mim e Glauco, que estávamos de pé, do outro lado do balcão. Nessa altura já estávamos todos sem roupas. Denise e Patrícia também se beijavam e trocavam muitas carícias. As duas se entendiam maravilhosamente bem. Mesmo agachadas, mamando nossas picas, uma masturbava a outra e ambas estavam muito excitadas. Como já saí com as duas, sei que ambas ficam muito meladas nessas situações, mas Denise já estava formando uma pocinha no deck, de tanto que o tesão escorria.
Eu levantei Denise, levei-a para uma espreguiçadeira, deitei-a e comecei a chupar sua buceta. Adoro aquela buceta greluda. Deve ter mais ou menos uns dois ou três centímetros. Aliás, adoro mulher greluda e parece que isso vem escrito na minha testa, porque conheço várias. Enquanto chupava sua buceta e mordia o grelo levemente, com ela quase gozando e pressionando minha cabeça com as pernas, enfiava um dedo na xota, lubrificando ele e logo depois passei a meter no seu cu. Ela delira com isso. Patrícia veio chupar seus seios, ficando quase de quatro para mim e Glauco enfiou a pica na boca de nossa amiga. Me virei e pude ver Jorge se acabando no cu de Lara, caindo de língua por trás e punhetando, enquanto Josué tinha colocado Dama sobre o balcão e passou a chupar seu grelo.
Josué foi quem estreou a caixinha surpresa. Abriu, pegou uma camisinha e levou Dama para a outra espreguiçadeira. Deitou-se, encapou o bicho e Dama veio por cima, ao nosso lado, soltando gritos de tesão. Nisso o marido puxou Lara pra perto e foi chupar os seios da esposa. Ele de um lado, Lara do outro. Lara resolveu ajudar a amiga e foi logo caindo de língua no seu cu, ficando de quatro. Josué foi por trás e voltou a chupar de Lara, punhetando-a novamente. Lara falou algo no ouvido de Dama, que cheia de tesão gritou: “mete no meu cu”. Ela era a que mais gemia e gritava. Afinal, tudo tinha sido preparado para ela. Lara voltou com algumas camisinhas. Colocou uma no pau de Jorge, outra em seu pau, passou lubrificante e lentamente foi metendo no cu de Dama. Jorge passou lubrificante no pau e foi metendo em Lara, que ia contando para Dama que Jorge estava comendo o cu de um travesti. Não demorou para Dama anunciar que iria gozar, sendo fodida no cu e buceta. Jorge socava com força o cu de Lara. Era uma cena linda. E enquanto eu via isso, já estava comendo Denise de quatro, depois que Patrícia pegou as camisinhas. Nisso, Denise chupava Glauco, que chupava Patrícia.
Denise é uma vadia. Quando começa a foder é uma máquina. Já participamos de várias fodas. Nisso ela disse que queria dar para Glauco. Colocou uma camisinha em meu amigo e sentou de frente para ele. Patrícia se virou e ficou de frente para Denise e as duas começaram a se beijar enquanto Glauco metia a língua no cu de Patrícia. Denise pediu que eu metesse no seu cu. E assim foi feito. Nesse momento vejo Jorge trocando a camisinha e botando no cu da esposa. Lara foi para a frente dela, subiu na espreguiçadeira e ficou com o pau na reta da boca de Dama, que começou a mamar. Josué ficou observando a cena e alisando Lara. Quando Jorge meteu tudo no cu da esposa, gritou que estava gozando, sendo acompanhado por Dama. Ele cravado atrás, segurando os peitos da mulher, enchendo a camisinha de porra, dentro do cu dela, ela sentada na pica de Josué e Lara punhetando na sua cara, anunciando o gozo, enchendo a boca e cara de Dama de porra... ela gozando em espasmos e Josué enchendo a camisinha, dentro da buceta de Dama...
Quando via gozada de Lara na cara de Dama fiquei louco. Comendo o cu de Denise, socando no fundo e sentindo a pica de Glauco dentro dela por uma fina membrana, anunciei meu gozo junto com Denise e foi um espamo duplo... gozamos muito. Tirei o pau do cu de Denise, ela saiu de cima de Glauco e Patrícia veio logo trocando a camisinha de Glauco e sentando no pau dele. Nunca vi tanta rapidez. Passou lubrificante e enfiou o pau no cu, tudo de uma vez só, gozando em poucos segundos. Glauco tirou o pau, a camisinha e gozou nos seios de Patrícia e Lara, que veio ajudar... caralho... que foda!!! De tirar o fôlego...
Lentamente as coisas foram retornando ao normal. Parecia que aquela foda tinha eliminado todas as moléculas de álcool de nossos organismos, com exceção de Dama, que parecia em transe, reiniciando mamadas nos paus do marido e de Lara, entremeando com goles de Big Apple. Fomos nos refazendo, quando Dama deu um grito de felicidade: “caralho, eu sou uma puta... meu amor, era isso que você queria, que sua mulher virasse virasse uma vadia?”. E Jorge, com um sorriso de um canto a outro respondia: “era isso, mas você foi além, muito melhor...”, enquanto gozava de novo, na cara de Dama e Lara, que mamava o pau do marido junto com a esposa, enquanto observávamos... quando Dama gozou novamente, com a pica de Lara na buceta e a trolha de Josué no cu, batemos palmas para ela, que estava iniciada. Quando ela se acalmou um pouco e baixou a adrenalina, contamos tudo, inclusive os detalhes sórdidos. Ela ficou pasma, mas estava feliz, imensamente satisfeita pelo marido ter participado de tudo.
Depois disso, continuamos nas bebidas, piscina, churrasco e outras comidinhas, sauna, por do sol, que contemplamos com aplausos de um dia perfeito e entramos pela noite e parte da madrugada. Dormimos todos por lá, porque ainda fodemos muito, bebemos, jogamos poker e buraco – literalmente; depois fodemos mais e assim aconteceu por um tempo, quase sempre na casa de Glauco, que um dia estava com a amiga empresária que entrou na brincadeira com gosto. Recentemente Lara voltou para o Recife e Glauco foi morar em Portugal. Eu também de mudei. Estou no interior do RJ, mas os outros amigos se encontram quando podem; quase não temos contato com Dama e Jorge, que tiveram problemas de doença na família. Logo depois, Jorge foi transferido para outro estado, mas sempre que Dama pede, ele a empresta para outros amigos. Sei que ele, Lara e Dama ainda se encontram de vez em quando. Estamos marcando uma nova brincadeira, para o mais breve possível, mas tem sido difícil conciliar todos os compromissos com esse revival. Tomara seja em breve!



Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario paumaduro

paumaduro Comentou em 04/04/2015

Bela festa, que tesão!

foto perfil usuario jordanel

jordanel Comentou em 14/02/2014

Isto é que é orgia, muito bom.

foto perfil usuario bianor

bianor Comentou em 30/01/2014

Muito boa esta suruba pena que vc não publica fotos

foto perfil usuario pitico

pitico Comentou em 29/01/2014

realmente supreendente.... muito bom mesmo.... com certeza foi muito gostoso...parabéns...muito tesão...




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


25984 - SURPRESA - Categoria: Heterosexual - Votos: 5
26118 - VOLTANDO DA VIAGEM - Categoria: Heterosexual - Votos: 2
26179 - Encontro super inesperado - Categoria: Travesti - Votos: 15
26599 - ELA ME ENSINOU MUITO - Categoria: Coroas - Votos: 6
27258 - QUE MARAVILHA!!! - Categoria: Interrraciais - Votos: 2
27336 - PEDIU E LEVOU - Categoria: Fantasias - Votos: 1
31590 - LIBERANDO O CUZINHO 1 (ficção) - Categoria: Heterosexual - Votos: 1
34798 - LIBERANDO O CUZINHO - 2 - Categoria: Heterosexual - Votos: 3
40174 - F... INESQUECÍVEL... - Categoria: Coroas - Votos: 7
40822 - COMEÇOU AQUI - Categoria: Fantasias - Votos: 2
41525 - SEMPRE TEM A PRIMEIRA VEZ - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 5
41853 - EU, O JOGADOR E AS GAROTAS - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 3
41960 - QUASE INACREDITÁVEL - Categoria: Gays - Votos: 13
42756 - ELA ERA CRENTE - Categoria: Virgens - Votos: 3
43909 - RAPIDINHA DE CARNAVAL - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 3
54990 - VOLTAMOS - Categoria: Heterosexual - Votos: 2
59976 - A primeira transa com N - Categoria: Heterosexual - Votos: 2
67916 - AS ALUNAS - Categoria: Fetiches - Votos: 4
72179 - NINFETA COM ATITUDE DE MULHER - Categoria: Fetiches - Votos: 5
73636 - A PRIMEIRA CDZINHA A GENTE NÃO ESQUECE - Categoria: Fetiches - Votos: 5
74023 - EMPREGADINHA GOSTOSA - Categoria: Fantasias - Votos: 8
87468 - A VEZ DO RENDIÇÃO - Categoria: Traição/Corno - Votos: 10

Ficha do conto

Foto Perfil zinicarioca45
zinicarioca

Nome do conto:
SEMPRE TEM A PRIMEIRA VEZ – SEGUNDA PARTE – O MELH

Codigo do conto:
41847

Categoria:
Grupal e Orgias

Data da Publicação:
27/01/2014

Quant.de Votos:
5

Quant.de Fotos:
0


Online porn video at mobile phone


conto erotico vovó fogosa com novinhoConto meu amigo gozou no meu cubanda desenhada erotica aminha prima carina 2Conto erotico com vizinha de apcontos eróticosperdendo a virgindade pro pai hantai mulher do cornoconto erotico fodi a vendedora de frutacontos eróticos no cuzinho de mamãesinhaxvideo porno gay tocando pulheta anjos até gozaincestoperdi as preguinhas do cu quando era pequenaContos eroticos de a filhinha safada amamentando o papaiultimos contos sadocontos porno eroticos de irmao e irma quadrinhos3dpeguei minha sobrinhaentrevista de emprego brasileiro acaba em sexo contosconto erotico de gay sendo fodido no matocontodebucetonaconto erotico ninfetinha com chupeta na bocacontos eroticos marido liberalconto eritico.gosto de ser fudida falando putaria incestoconto pau gigantescoconto erotico gay padre novinho moleques safados pirocaoliberando a esposa na casa de swing pela primeira vez contos eroticoscontos eroticos com fotos pag 148incesto erotico exame medicoconto erótico estuprocontoseroticoscmfotorola sexo gay no parque da cidade em sjc?Contos e fotos sobrinhos pauzudosconto erotico inesperadoContos eróticos em quadrinhos dando castigo no filho taradohentai jefe e familia e quadrinhocontos eroticos de incesto pai encoxado a filha de shortinho curto atolado no rabotransformada em traveco pela mae (conto lesbicoContos eroticos de loiras e suas fotoscontos erotico fui chantageado pela minha tiaconto erotico madrinha se depilandohistoria em quadrinho que movimento para uma boa masturbaçaoporno corno mulheres q pedem negoes picudos pro seus maridosidosa gozando contoputaria punheta sem experiênciaultimos conto sadofodendo a buceta da tiaconto erotico de patricinhacontos exitantes meu amigo garanhão comeu meu cabacinhocontos erotico cavalgando o cacetao do negaocontos eroticos princesinhacontos eroticos minha primeira siriricacomi a buceta e cu de cilene contosContos eroticos trio de travestiscontos eroticos dei pra o meu cunhado quadrinhoscontos de incesto maes gostosa e filho real e fotosgibi porno estrupoconto gay fui estuprado pelo meu domConto erotico gay: estuprei meu enteadocontos sexo minha esposa minha enteadacontos eroticos 8aninhosfilha puta conto eróticocontos porno mulheres gozando na lingua canina/zoofilia/gifsdei meu cuzinho virgem de frango assado para travesti dotada casa dos contoscontos erroticos de incertos filha amante do pai 2017Quando meu cu piscou dei logo contoscontos meu primo tiro minha virgindademeu marido senpre quiz ser corno porno realfudeno meu primo geyconto erotico com engenheiro biso no cu apedadiho da esposacontos eroticos esposa engravida do inquilno negaoPorno contos familhas incestuosas boquinas e maozinhas das suas meninas delicia dos paismulher crente das coxonas e da bundonaRelatos de enrabando a casada bunduda do corno mansoconto erotico incistindo fudendo tiakasada_jap