Não dei pro meu irmão, arrependi 2


Click to Download this video!


Bom, continuando o meu relato. A minha mania de ser sensual e provocante dispertava a atenção de outros garotos. Em alguns, mais bonitos, eu dava uns amassos, sem permitir maiores intimidades. Rafael, um garoto com o rosto cheio de espinhas tentou “ficar” comigo. Mas o achei feio e não me deu vontade de beija-lo. Fiz uma coisa feia, ri na cara dele, da sua pretensão. Eu o chamei de “espinhudo cuzão”. Isso porque, ao ser rejeitado, ele passou a mão em minha buceta, me pegando de surpresa, “pelo menos vou lembrar do calor de sua buceta”, falou e em seguida meti a mão em sua cara. Fiquei tão irritada, que o humilhei. Talvez, ele tivesse esquecido o tapa, afinal mereceu. Mas minhas palavras o magoaram muito, principalmente porque o apelido pegou e o pessoal passou a lhe chamar de “cuzão espinhudo”.
Fui levando a minha vida, com as “brincadeiras” sexuais com Júlia, que, as vezes, trazia um vibrador de sua mãe e a gente enfiava no cu, tendo gozos incriveís. E eu continuava a atormentar o Luís, me tornando até mais ousada, deixando-o gozar esfregando o pau na minha buceta. Em um sábado à tarde, estávamos sozinhos. Coloquei um vestido bem curto e sentei-me, meio de lado, no sofá. Ele sentado na poltrona, tinha um ângulo perfeito da minha bunda e buceta. Os lábios vaginais apertados um contra o outro. Eu fingi estar lendo um livro, mas estava concentrada mesmo era na deliciosa sensação entre as coxas, era minha brincadeira predileta. Fingia estar distraída e não “via” ele se masturbar olhando a minha buceta.
Desta vez, quando dei por mim, sua mão segurou a minha caneta, erguendo-a, de súbito, seu rosto estava entre minhas coxas e sua língua safada começou a me lamber a buceta. Fiquei paralisada de prazer, apenas balbuciando:
- Luís... Ahmm, isso não!
Ele ignorou minha súplica, fazendo sua língua passear pelos grandes lábios e pelo rego da buceta, rodeando a entrada da vulva. Arrepiei-me, o corpo se contorcendo, dominado por violentas ondas de prazer. Instintivamente, forcei para fechar as pernas. Tudo que consegui foi prender a sua cabeça entre as minhas coxas. Sua boca sugava meu grelo e seu dedo grosso foi abrindo caminho, forçando o meu hímen a lhe dar passagem e me penetrou, movendo o dedo, entrando e saindo. Em poucos instantes, gozei loucamente. Foi tão inesperado que fiquei olhando-o, suspirando, com o coração batendo forte.
Luís pôs o pau pra fora da bermuda e não me fiz de fresca. Coloquei-o na boca e chupei bem gostoso, fazendo-o gemer. Depois, fiquei de quatro e abri as nádegas. Ele passou a cabeça do seu pau na minha buceta, mas com o dedo indiquei onde o queria. Não conseguia dizer nada. A sua vara encostou-se no meu cú e fui mexendo, em movimentos circulares, até a cabeça me penetrar. Meu corpo estremeceu com espasmos. Mexi minha bunda para frente e para trás, sentindo o pau grosso se esfregando dentro do meu cú. Não foi preciso muito para o gozo do Luís explodir e encher meu rabo de porra.
Acreditem, isso não liberou a gente para outras fodas. Pelo contrário. Tinha sido bom p/ os dois, mas tava indo longe demais. Eu parei de provoca-lo e passamos a nos comportar como devíamos. O que não impedia que eu me masturbasse lembrando-me de sua vara grossa toda dentro do meu cú. Mantinha minha safadeza com a Júlia no banheiro da escola e passei a permitir que alguns “privilegiados” namorados se esfregassem em minha bunda ou que me masturbasse. Certa tarde, voltando da escola, encontrei Luís na arrodoviária. Tinha ido fazer algo pro aqueles lados e ficou me esperando. Os ônibus passavam todos lotados.
- Vamos assim mesmo... Você fica atrás de mim, para evitar que algum tarado se encoste na minha bunda... Bom, mas o que aconteceu ai conto outro dia... e vou falar tbm o que o cuzão espinhudo fez comigo... VOTEM POR FAVOR!!!!!


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.





Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


4420 - Não dei pro meu irmão, arrependi - Categoria: Virgens - Votos: 4
4480 - Não dei pro meu irmão, arrependi - FINAL - Categoria: Virgens - Votos: 5

Ficha do conto

Foto Perfil Conto Erotico rela265065

Nome do conto:
Não dei pro meu irmão, arrependi 2

Codigo do conto:
4432

Categoria:
Virgens

Data da Publicação:
03/04/2005

Quant.de Votos:
3

Quant.de Fotos:
0


Online porn video at mobile phone


ultimos contos sadocontos eroticos casal bi enpaladocontos com quadrinhos de incestos papai entrou no meu quarto e comeu meu cuzinho a força comigo dormindocontos.pornos primo.pegando.a.priminhaPepeca da minha vizinhacomtos bdsmCAPITULO A17 – A primeira vez tudo é estranho...transei com minha irmacontos eroticos de genroconto erótico bem gostoso na festa do sítioxxx gay. pai e filhovideos de cornos que chuupamminha mulher choro muito na primeira dupra penetracao com dois amigos roludos contospirocas de jumentocontoeroticofilhamaridocontos cdzinhascontos eroticos de Aribjrela acordo tda molhada de pora dele pornoVidioporno professora de quadrinhocontos gays com bombeiros eletricistascontos adoro ficar bem arrombadacasada sedusida pelo novinho pintudo contoscontoerotico negrinhosconto erotico siririca com pepinovideos de roludos socando a rola que escapa da buceta e entra com tudo no cucontoeroticoputaContos e fotos sobrinhos pauzudosronicleisilvacontos eroticos de travestis com fotos ,e cdzinhascavalo rasgando cu ate soltar porraarrombando a enteada contosconto erótico gay sarrandopornos incesto tio concretzou seu sonho tirou o cabacinho da sobrinhaconto de erotico melhor amigo hetero e gay videoxvideo mobile seios arrepiadoviadinho namorada conto eroticoconto minha filha e eu gostosafui penetrada por um jumento num hotel, traição. conto eróticodoce nanda contos eroticosmulher fudendoconto namorada nua em frente ao sobrinhoFilinha putinha dando a bucetinha pro paisinho contos eroticos com fotos e quadrinhos animadosporno contos gay irmao perde apostadei tanto minhA buceta no carnaVaL q to toda ardidamulheres gosta de passar margarina no cu e na busetas e no corpo inteirocontos porno mae chantgiada a dar cuConto erotico de ménina 12 mostrando a bucetinhaconto erotico flagravideo eroticobde mae transa gang banconduzindo o trenzinho 3mulher desmaiada engatada zoofiliameiri casada no porno em Uberlândiawww.quando o corno sai minha inquilina poem um shortinhos e fica se mostrando conto erotico chupando buceta grande peluda e mijadaconto erotico comi duas lactantescontos de incesto tiachequei em casa e mao aquentei ver minha enteada dormindo peladaConto erótico gay boquete com amigosimagens porno istorias em quadrinhoxvedeo porno gay ponhetacontos erotico tano pra negaofui chantageada e tive que bater uma punheta para meu patraoFotonovela porno da esposa com o vizinhoConto erótico ganhei um cuComi o cu do meu pequeno Ele cago no meu pale incestoconto erótico irmã e esposaconto esposa nua no hotel banhoestórias eróticas de sequestro de mulheresContos eróticos de incesto e orgia com o papai o vovo e com os meus irmao na fazenda do vovo pauzudoConto esposa sem calcinhacontos eroticos meu marido gosta kkkk eu mostrei minha calcinha por baixo da saiamaesuruba contos eroticosestrupou cu da idosa vo d promo bebadiarista gostosa e safada no predio do bairro portãoContotransando com animaisConto erótico filhinha safadinhaconto eroticomeu pastor me comeuContos eroticos o primeiro boquete que recebiConto erotico gay eu e um travestivídeos de incestos papai comeu meu cuzinho me ensinando a dirigir perto da mamãelindas mineira gostosa tocamdo siririca e esguinchando para cimacontos erotico tano pra negaoquadrinhos erótico irmão e irmãcontos gay virei puta do molequecontos eroticos homens que usam calcinhaContos eroticos casal ajudando morador de ruanaruto gay fudendocomedordepassivoscontos de cú de tiaos.melhores comtos de mulheres casadas qe omarido xupa as bucetas xeia de porra do ussominha esposa e puta contoConto erotico gay soldado mete com fio dentalConto erotico primavideos d insestomais loucocontoseroticosdpvarginal