DE PUTINHA DO PAPAI A AMANTE DO ALEJADINHO TARADO!

Click to this video!


Olá, meu nome é Advogato e vou narrar uma história que aconteceu comigo em uma noite desta. Sempre fui um cara preocupado em não depender de ninguém, que já leu meus contos sabe das minhas condições então não vou ficar relatando todas às vezes...risos... Sempre um cara muito voltado aos estudos, meus amigos de rua viviam me perturbando para sair dar uma volta eu sempre dava um jeito de não ir, tinha que estudar... Após alguns anos me formei e fiquei mais tranquilo passei a me preparar para prova da Ordem e concursos. Isso é outra historia....
Num sábado anoite teria uma festa junina na rua a galera foi para minha casa me perturbar para ir com eles, não teve jeito, tive que ir.. em determinado momento da festinha me aparece uma GATA LINDA meu deus que mulher é aquela meus amigos foram logo dando toda a ficha da criatura dos Céus, Naty Silva Cabelos Pretos, Olhos Pretos Altura 1.65m - 60kg, morava em nossa rua já a algum um tempo, e eu nunca tinha visto nada parecido com aquele monumento, passei a observar Naty andava como se estivesse desfilando que cabelo lindo que bundinha deliciosa.
Aquela mulher mexeu comigo de tal forma que passei a ficar na porta de casa sempre nos horários que sabia que ela passaria só para observar aquele tezão de mulher, o tempo foi passando e ela simpática como também nunca tinha visto, pois, passara a me cumprimentar todos os dias e sempre com palavras doces, oi lindo, oi gatinho... isso me deixava mais tarado ainda um tezão daquele falando assim, imaginava mil coisa com aquela gostosa.
Passado o tempo Naty, passou a para e me cumprimentar com um beijo no rosto e a conversar comigo, sempre amenidades, eu adorava ver aquele rabão lindo indo embora eu observando um rebolado maravilhoso..... que mulher gostosa.
Numa noite quente e eu estava sozinho, curtindo uma garrafa de vinho Cabernet Sauvignon na varanda de minha casa. Após duas horas e duas garrafas de vinho, isso já pelas três horas da madrugada, eu vejo surgir no final da rua, aquela maravilha de mulher rebolando sensualmente com a bolsa na mão... Era uma gata de cabelos soltos negros como a noite que a envolvia, usava um shortinho jeans e uma blusa meio aberta na frente como se fosse um decote muito SENSUAL acho que para não sufocar um par de seios magníficos, não escondia a barriguinha perfeita com pelinhos loiros que segundo minha imaginação descia até onde mora o tezão.
Na medida em que ela se aproximava, eu notava mais detalhes, pele morena, coxas grossas, quadris largos o que denunciavam uma bunda empinada e nada pequena. Percebi lindos olhos negros e pra minha surpresa eu conhecia aquela escultura viva! Era minha doce Naty! No dia anterior eu escutei da galera que iriam a uma festa numa boate perto de casa. E que Naty ira com o namoradinho, nem pensei em ir provavelmente passaria a noite olhando o Rafael era o nome dele pegando aquele corpo escultural.
Naty chega e para me cumprimenta com um beijo no rosto um pouco mais safado que de costume pergunto que fio a festa não estava boa. Bom, isso ela mesmo me respondeu com uma voz balbuciante de quem realmente havia tomado todas: "meu namorado Rafael! Aquele desgraçado disse pra mim que eu não desperto interesse nos homens!". Eu respondi: "Isso passa, foi só uma briga de casal!". Ela insistiu: "Só uma briga? Então você vai querer me convencer que isso é motivo pra que ele me deixe sem sexo por 3 meses?".
Quando eu ouvi isso, meu sangue gelou... Aquilo soou nos meus ouvidos como um convite pra uma noite de PRAZER, já reparava aquela minha vizinha fazia algum tempo, mas nunca tinha visto ela daquele jeito. Nesse momento ela já estava dentro da varanda da minha casa, de frente pra mim e encostada com um pé na parede. Eu estava sentado na cadeira de rodas e aquela posição dela revelava suas coxas com pelos loirinhos e de tão pequenino o shortinho quase me dava uma visão de sua calcinha! Nesse momento, meu pau estava duro e eu já podia sentir minha cueca começando a se melar.
A partir daí, pensei que não haveria mal algum em tirar proveito da burrice do cara, uma mulher gostosa como ela, não faria mal algum, uma vez que ela se mostrava louca para extravasar o tezão que a enchia e eu pra realizar meu grande desejo de ter aquele MONUMENTO AO PRAZER SÓ PARA MIM. Então resolvi partir para o ataque! Fiz com que ela se acomodasse ao meu lado em uma poltrona que ficava na varanda e ofereci vinho pra ela. Como ela estava, foi fácil deixa-la bem à vontade e passou a se abrir, rir e contar mais da sua vida!
Tratei de dirigir logo o papo para lado do sexo e ela deixou claro que desde que começo a namorar Rafael, vivia de “papai-e-mamãe” com ele. Mais surpreso ainda fiquei quando ela me confidenciou que ele a chamou de vadia quando ela tentou chupar ele e que daquele dia em diante ela não sabia o que era o gosto de uma pica na boca! E que por isso estava muito infeliz, porque ela adorava sexo e ainda de que sexo oral para ela é o que mais a excita! Fiquei louco com aquilo tudo, já que adoro sexo oral e tratei logo de deixá-la a par disso. Ela rindo muito, me olhou de cima a baixo e me falou com a voz mais sensual que já ouvi: "Isso é um convite?". Já não aguentando mais aquela situação respondi: "Não, isso é uma ordem!".
Então ela me olhou fundo nos olhos, largou o copo que segurava e passou a acariciar e apertar meu pau por cima da bermuda. Fechei os olhos e respirei fundo! Enquanto ela falava que queria me ver todo nu pra saber se eu era gostoso. Então a camisa... Sou moreno claro, tenho 1,75 metros de altura, peso 75 kg, tenho cabelos e olhos castanhos, sempre pratique esportes adaptados, por isso tenho um corpo forte, e ela me revelou que estava fazendo aniversario naquela noite. O meu pau é normal, eu acho, nada descomunal como os de alguns contos que li nesse site, mas é bem grosso, algo que faz minha namorada reclamar de dor algumas vezes!
Sugeri que fossemos para dentro de minha casa e ela aceitou. Tranquei a casa, me certificando que ninguém havia nos visto entrar. Ela sentou no sofá e me puxou pra ela. Abriu minha bermuda. Ficou apertando meu pau e falando algumas sacanagens. Meu tezão era tamanho que a cabeça do meu pau estava saindo por cima da cueca! Ela ficou passando o polegar na abertura e espalhando o melado que escorria dele. Então perguntou com voz de menina dengosa: "me deixa matar meu desejo? Quero muito esse pau na minha boca!".
Não respondi nada, apenas segurei sua cabeça e tentei meter em sua boca. Ela não deixou, primeiro tirou minha cueca, me deixando todo nu, surgiu um pau duro e melado na frente dela, ficando a poucos centímetros do seu rosto, em seguida ela passou a lamber minhas coxas de baixo pra cima metendo a língua entre minhas virilhas até que colocou minhas bolas na boca... Que delícia! O calor daquela boquinha pequena e molhada engolindo meu saco quase me fez gozar, meu pau pulsava e meus quadris faziam movimentos inconscientes de vai-e-vem como se eu já metesse em sua buceta. Ficou assim um bom tempo, e depois seguiu lambendo do saco até a cabecinha de meu pau, e depois engolindo ele por completo! Ela chupou, chupou, chupou e tirou da boca deixando um fio de baba da ponta de sua língua até a cabeça do pau. E me falou que estava louca de saudades daquele gostinho de piroca!
Segurei sua cabeça e passei a meter a sua boca feito louco! Ela segurou o pau com uma mão e começou a sugar com muita força! Eu me sentia metendo numa buceta virgem tamanha era a pressão que meu pau sofria daquela boca gulosa. Uns dois minutos nesse movimento e um jato de porra grossa enchia sua boca... Eu estava gozando! Meus olhos reviraram e tentei tirar meu pau de dentro para gozar o que faltava no seu rosto, mas pra minha surpresa, ela fez algo que nenhuma outra mulher fez antes: ela engoliu meu pau até o talo e engoliu todinho dentro da boca encostando os lábios nos meus pelos pubianos! Eu sentia a cabeça do meu pau descer ate a sua garganta! Ela segurou minha bunda com as duas mãos não me permitindo tirar meu pau de dentro de sua boca! Sinceramente, eu nunca gozei como naquele momento e talvez jamais volte a gozar de novo! Cheguei a gritar de tanto tezão! Meus movimentos de estocadas fortes foram diminuindo e quando parei ela foi tirando o pau de dentro da boca e lambendo como se quisesse continuar a chupada. Eu caí deitado no sofá e ela rindo me disse: "Você acha que depois de tanto desejar um pau na boca, eu perderia um leitinho tão gostoso?".
Ela gargalhou, olhando minha cara de satisfação estava bem safadinha e me pediu cerveja, prontamente trouxe as cervejas e depois de uns 20 minutos já tínhamos tomado quatro latas. Quando voltei ela estava no sofá, sua saia havia subido revelando um volume enorme embaixo da bela calcinha rendada, dourada e de lacinho que ela usava. Meu pau voltou a ficar duro, me aproximei e aquele cheiro de cerveja que exala dela me deixou muito mais louco, passei a acariciar sua xota por cima da calcinha e vi que aquele volume todo era sua xoxotinha carnuda de pelos ralos, lisinhos e bem aparados, com lábios grandes e pela calcinha encharcada pude comprovar o tezão que ela sentiu quando me chupava.

Eu me coloquei sobre ela e passei a tirar sua roupa até ver surgir um belo par de seios com marcas de biquíni branquinhas contrastando com sua pele morena, os bicos eram lindos e estavam durinhos! Eu não resisti e resolvi chupar! Chupei, chupei, chupei muito e vi os bicos duros cada vez mais duros! Eu livrei seu corpo totalmente da blusa e desci chupando tudo no caminho, até chegar no umbigo, me concentrei ali, metendo a língua e fazendo movimentos circulares. Então eu resolvi descer até a xaninha alagada dela, levantei mais sua saia e passei a morder e lamber sua bucetinha por cima da calcinha, aquele cheirinho de xoxota melada me enlouquecia! Puxei a calcinha de lado e um fio de baba de buceta foi junto com a calcinha. Louco de tezão, caí de boca e chupei e lambi o quanto pude. Eu penetrava minha língua na xota e sentia as contrações na minha boca e o gosto delicioso daquela bucetinha apertadinha. Eu chupava os lábios da buceta com força e sentia o clitóris enrijecer-se na minha boca, nesse momento o corpo dela se contorcia e ela erguia os quadris como se quisesse ser penetrada pela língua. Com o pau já muito duro, resolvi ir mais mundo naquela delícia que estava babando de tezão! Doidinha de tezão Naty pedia gritando para eu meter com ela, aquele mulherão estava com tanto tezão que me arranhava as costas com as unhas! Eu me ajeitei no sofá, coloquei suas pernas nos meus ombros e vi meu pau se enterrando e sumindo naquela buceta. O barulho de melado que fazia me deixava pirado, estava adorando meter com aquela mulher maravilhosa enquanto ela me olhava com cara de quem também não acreditava que eu daria conta! Aquilo dava um ar de tensão! Passei a bombar com grande velocidade, como um cachorro quando trepa numa cadela! O suor escorria, seus seios balançavam, o barulhinho de melado aumentava, eu chegava a tirar e botar o pau inteirinho dentro dela, metia com muita vontade e até com uma certa violência... Aí, pra minha surpresa, eu ouvi ela gritando: "To gozandoooooo!".
Nesse momento eu vi seu corpo se arrepiar e sua buceta contrair com força meu pau, o tesão era imenso para eu parar naquele momento! Então eu gozei!!! Gozei muito e com muita força! Gozei vendo ela morder os lábios e chupar a própria língua! Gozei em espasmos fortes, longos, gozei tudo dentro dela! Bem no fundo daquela xota! Prossegui bombando depois de tanto gozo. Eu caí sobre ela exausto e molhado de suor, sentir seus braços me enlaçando e seus bicos dos peitos ainda duros contra os meus. Adormecemos assim...

No domingo pela manhã fui despertado por ela repetindo a chupada que ela havia feito horas atrás... Desejei para ela um bom dia, mas ela me interrompeu dizendo: "Cala a boca! O único som que quero ouvir de sua boca são seus gemidos!". Nossa! Que tezão me bateu! Dessa vez ela não me deixou gozar! Tirou o resto da roupa e ficou ajoelhada no sofá com o rosto para parede e a bunda bem empinada e me puxou para me posicionar atrás dela, quando eu estava posicionando pra enterrar de novo naquela xota, para minha surpresa, ela pegou meu pau começou a pincelar o buraquinho do seu cuzinho! Imaginei: “Ora! Se o namorado não deixava ela chupar um pau, seguramente aquele cuzinho ele nem passava perto!”.
Mas mesmo assim eu enterrei meu pau na xota dela, fazendo ela ficar bem molhada e consequentemente melando meu pau junto. Aí eu me abaixei e chupei com tezão aquele cuzinho deixando ele bem meladinho colocava a língua lá dentro, mas era muito apertado para isso. Eu levantei e atendi seus pedidos para que eu fizesse dela uma putinha safada. Comecei a forçar meu pau naquela bundinha, mas a cabeça grande do meu pau dificultava, aí falei pra ela parar de tentar sugar meu pau com o cu e fazer o contrário, tentar expelir! Aí sim eu senti a cabeça enterrando e dilatando aquele cu. O corpo dela tremia e ela me xingava de desgraçado, cachorro, aleijadinho tarado que eu estava rasgando ela inteira! Eu ria muito das palavras adorando tudo aquilo
Finalmente meu pau entrou por inteiro e eu comecei a movimentar em um vai e vem gostoso. E cada vez mais lubrificado, a dor que ela e que eu sentíamos passou a ser prazer, só prazer! Segurei seus peitinhos e passei a bombar com força e rapidez e ela pedindo para que eu gozasse logo pois, não estava aguentando de dor! Então eu vi sangue no meu pau e resolvi parar! Ela se voltou pra mim e disse: "Se você parar agora eu te mato! Me fode, porra! Rasga meu cuzinho!!!".
Ouvindo isso, eu enterrei o máximo que pude e comecei a gozar com estocadas fortes, gozei muito! Ficamos grudados como cachorros depois da trepada! Algum tempo depois fui tirando o pau de dentro e vi escorrer porra e sangue entre suas pernas. Eu sentei no sofá e ela entre minhas pernas. Ficamos abraçados um tempo, conversamos um pouco e depois fomos tomar banho. No banheiro ela disse que queria aproveitar o tempo que tivesse e que queria dar o rabinho outra vez..... meu pau subiu na hora e comecei de novo a comer aquele rabo maravilhoso já não gozava mais só metia sentindo o prazer de ter aquela PUTINHA SAFADA rebolando aquele cuzinho gostoso no meu cacete!!!!!Depois ficamos deitados ela disse que tinha que ir se vestiu, veio até mim para se despedir e me beijou! Saiu em seguida, a rua estava deserta, fiquei na varanda olhando ela entrar em casa, e nesse momento eu percebi, feliz da vida, que não havia sido só mais uma trepada, eu havia ganhado uma AMANTE MARAVILHOSA....CONFIRA AS FOTOS DE NATY SILVA...

Foto 1 do Conto erotico: DE PUTINHA DO PAPAI A AMANTE DO ALEJADINHO TARADO!

Foto 2 do Conto erotico: DE PUTINHA DO PAPAI A AMANTE DO ALEJADINHO TARADO!

Foto 3 do Conto erotico: DE PUTINHA DO PAPAI A AMANTE DO ALEJADINHO TARADO!

Foto 4 do Conto erotico: DE PUTINHA DO PAPAI A AMANTE DO ALEJADINHO TARADO!

Foto 5 do Conto erotico: DE PUTINHA DO PAPAI A AMANTE DO ALEJADINHO TARADO!


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario kzdopass48es

kzdopass48es Comentou em 24/01/2016

Belo conto e belas fotos Betto

foto perfil usuario boxboxbox

boxboxbox Comentou em 15/12/2014

Amei o seu conto. Parabéns. Muito bem escrito e imaginativo. Votei

foto perfil usuario natysilva

natysilva Comentou em 22/11/2014

Delicia de narração Muito bem desenvolvido Parabéns muito criativo, segura a atenção de quem está lendo Ficou muito excitante, destruiu o meu cuzinho né safado, Rssss Claro que votei bjinhosss da Naty

foto perfil usuario

Comentou em 20/11/2014

Belo conto, sabia que iria ser bom. Votei, e to esperando o próximo!

foto perfil usuario aventura.ctba

aventura.ctba Comentou em 20/11/2014

Que delícia de conto, simplesmente adorei, teve meu voto. tenho contos novos postados,leia meus contos, comente, vote se gostar, eu e meu marido iremos adorar. Ângela: Casal aventura.ctba.




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


24996 - APRENDENDO A VIVER - Categoria: Heterosexual - Votos: 12
25971 - BOATE - Categoria: Heterosexual - Votos: 4
28834 - Fofinha Casada 25 - Tesuda - Categoria: Fantasias - Votos: 6
42645 - SONHO - HOMENAGEM A MINHA AMIGA PATY - Categoria: Heterosexual - Votos: 3
52758 - TRIBUTO A MASCARADA - Categoria: Fetiches - Votos: 1
53245 - EU E MINHA PERSONAL TRAINER - Categoria: Fetiches - Votos: 2

Ficha do conto

Foto Perfil advogato_007
muleta

Nome do conto:
DE PUTINHA DO PAPAI A AMANTE DO ALEJADINHO TARADO!

Codigo do conto:
56473

Categoria:
Fantasias

Data da Publicação:
18/11/2014

Quant.de Votos:
8

Quant.de Fotos:
5


Online porn video at mobile phone


Ajudei uma cega na rua conto eróticocontos eroticos de vovô faz netinho de femêa para fuder gayscontos erótico comendo a japonecinha de onze anosconto erotico de meninos de 08 anoscontos esposa e o negaocontos incestos com avoContos eroticos dei a buceta para meu vizinhocontos gay novinho bebadover contos eróticos minha irmã bududagarotinha sapekinha da bucetinha gorda em contos eroticosbucetas pra fuser num carrossel doido foda/sexo negao do onibus conto eroticogrelao gg gosadas cuzao negras ptbunda toda marcada de arranhada e porrada sexo porno branquinhasContos eroticos professora gulosa mamando e fodendo com alunos pauzudos em orgias na sala de aula na frente da classecontos eróticos variadosmenininha sapeca contosxix vedeos pornos chotinho atoladopalminhas conto eróticoscontos eroticos gay putinhameu pastor me chupou contosultimos contos sadoa mulher sangra ão ser disvirginar pornoconto erotico bunduda de saia no onibusesfregacao de rola contos amigos punheteirosPunheta traveco tezudo conto eroticoComtoserotico msnTive que dormir na mesma cama com meu cunhadocontos erroticos de incertos filha amante pai 2017 ltimos Transando com o pai do meu namorado contofotoconto erotico uma crente fazendo dprevista private anuncios fotosconto erotico traindo meu marido com 3conto erotico porno mc kevinhomeu amigo funkeiro conto gaycontos encoxadasContos eroticos no onibuspainho contocontos eroticos. dando carona para uma senhorazoofilia quadrinho esposa com velinho animalporno gay eu comi meu primo kkkkcontos eroticos zoofilia cao super bravosConto gay dominado pelo caçulaconto erotico flagrei meu marido comendo o cu do nosso filhoContos.shortinho.curto.enlouquece.filhoporno conto virei bonecacristina23livre@gmail.comQuadrinho porno negão cumendo curelatos eroticos uma cdzinha tirou os cabacnhos das novinhasContossexincestovideos ninfetinhas casadas caminhando no parque e traindo marido com roludocontos veridico garotinho mega dotado comeu a vizinha casada escondido do maridoconto erotico depois que minha mulher viu aquele pau monstruoso tive que ageitar aquele pau pra elaPorno conto viado alisa meu pau no buscorno de caminhoneiro contoscolocando a cadelinha na jaula pornoSua vizinha.com gordas com o cu todo esfolado i a buceta cheia de porraconto erotico como me tornei uma putaconto cesto de calcinhacasada crente mas gosta de rola,contos eroticosContoeroticomaeCONTO EROTICO ELA COMEU MEU CU E DOEUso foto dinovinha querendo xupa como eComendo aenteada na caçhoeira contos eroticosContos sexo com mãe e filhasexo:vadias nociocontover desenho animado gratis porno HQ hentai gay na idade médiaprotector solar a Mãe hentai do bomconto virgem piscina termaisconto erotico podemos a madrasta no churrascoTransando com o pai do meu namorado contofotosexo Com um virgem no carro