EU, MEU CUNHADO, MEU PRIMO E UMA CHANTAGEM.


Click to Download this video!


Oi, meu nome é Lucas, tenho 19 anos, alto, forte, bundudo, pauzudo. Já contei outros contos aqui. Essa história aconteceu no ano de 2013, mas me perdoem se eu não lembrar muito bem dos fatos e se o conto não for tão rico em detalhes. Então, eu e meu primo Danilo (um rapaz lindo, alto, gostoso, tesudo 20cm de pica na época) estávamos na casa da minha avó, em Campo Grande Mato Grosso do Sul, desocupados e doidos para trepar a três. A tarde chegou minha irmã, Julia, acompanhada de seu futuro bofe, Téo (um médico gostoso, alto, branquinho que não é minha preferência, malhado e 24 anos). Eles chegaram, e nós já o conhecíamos, pois eles estavam se conhecendo, namorando na verdade, mas ninguém ainda tinha confirmado a público, por motivos religiosos. Lembro de quando aquele belo macho entrou na minha avó, de camiseta, short e um boné. Eu e Danilo estávamos no sofá jogando conversa fora, quando avistamos aquele macho gostoso entrando, com seu sorriso meigo. A minha primeira olhada foi para o seu belo volume entre as pernas. Eu e o Danilo nos olhamos e ficamos o desejando, eles subiram e ficamos assistindo TV. Ao chegar de tardezinha, ao anoitecer, paramos de assistir. Todos tinham saído de casa, pelo menos achávamos, estava só eu e o meu primo em casa, logo pensamos em chamar alguém para brincar. Mas como o destino sempre foi muito meu amigo, ele resolveu quebrar meu galho. A gente subiu, fomos para o quarto, quando estávamos passando em frente a um dos quartos, ouvimos alguém conversar. Era o Téo, então eu disse:
- Danilo o assunto tá sério, o que será hem?!
- Vamos espiar não, vai que chega alguém ou ele perceba. Fica aí sozinho.
- Deixa de ser besta, só uma espiada não mata.
O Téo estava falando com uma moça.
- não me procura mais, eu namoro. Foi só uma foda. Não vou trair de novo.
Era tudo o que eu precisava ouvir. O Danilo ficou perplexo:
- ele sempre me pareceu tão bom moço.
- vamos tirar proveito disso.
Ficamos só na espreita, até que esperei a oportunidade de entrar no quarto e pedir pra fazer uma ligação do celular dele para minha mãe me pegar. Então ele ligou para minha mãe, e ele foi pro banheiro tomar banho. Deixando uma arma contra ele mesmo nas minhas mãos, o seu celular. Eu comecei a falar com minha mãe, e como sou esperto, não desliguei para o celular não bloquear. Eu e o Danilo começamos a ver todos os arquivos, com minha mãe na linha, falando milhares de assunto. Até que fui ver sua ultima ligação, um número com o ddd de Goiânia. Salvei o número, e dali em diante, seria nossa arma para obter prazer. O Danilo devolveu o celular do Téo, e logo em seguida ligamos para o tal número, era uma moça, diga-se de passagem, apaixonada por meu cunhado. Começamos a interrogar a moça, e ela já desconfiada, perguntou se era a mando da namorada do Téo, e eu muito malandro disse que queria acabar com o namoro deles, então comecei a falar a língua dela, e começou a falar algumas coisas que comprometiam o cunhadinho, e claro, eu gravando. Depois da bela ligação, fui direto ao quarto do Téo e mostrei isso pra ele.
- o que você vai ganhar com isso? Vai só deixar sua irmã infeliz.
- melhor do que ela um dia casar com alguém feito você.
- o que você quer então Lucas?
- quero que você transe comigo e com o Danilo.
Danilo espantado falou:
- tá doido Lucas? Não vou fazer isso com a Julia.
- só uma vez, ninguém vai saber. É isso, ou eu conto tudo.
- cara eu não sou gay. Não vou fazer isso.
- nem eu Lucas, para disso. Disse o Danilo.
Então com jeito convenci o Téo, pois era melhor fazer só uma vez, do que ter a felicidade estragada.
- Olha, mas isso vai ser só uma vez, e você tem que apagar essa gravação na minha frente.
- pode deixar. Só quero é trepar, sempre quis ver essa mala.
- tem camisinha aí?
- não. O jeito é couro no couro mesmo. Todo mundo sem doença aqui.
Não lembro tão bem, mas todo mundo ficou pelado, e o Danilo que estava com receio, quando baixou o short, aquele belo pau rosado balançava duro, babando. Aquilo me deu tesão, fui lá e peguei naquela linda vara, e comecei a cheirá-la, ainda lembro daquele cheiro de pica...
- que gostoso Danilo.
- vai chupa gostoso, vai safado. Chupa essa cabeça vai.
Eu abocanhei aquele pau, e logo chamei o Téo para se aproximar, e acho que ele gostou, pois seu pau pulsava, duraço. Peguei naquele pau e fiz leves movimentos com a mão, enquanto o pau do meu primo pulsava dentro da minha boca. O pau do meu cunhado já babava e eu começava a bater uma deliciosa punheta na pica dele. Logo em seguida pedi para ele virar de costas, e ele ficou de quatro na cama, empinou a aquela deliciosa bunda redondinha e aos poucos aquele apetitoso cuzinho rosado foi aparecendo, cheio de pregas. Fiquei maravilhado, e eu com minha enorme língua fui passando ao redor do cuzinho, tava um cheirinho maravilhoso, ele gemia, parecia está gostando. O Danilo como não é Besta, colocou logo seu mastro para ele lamber, eu sentia o corpo dele tremer de tesão, os hormônios invadiam o ambiente. Ele lambia aquele pica rosada, enquanto eu linguava seu branquinho apertado. Eu beijava de língua aquele cuzinho.
- ahhh que delícia de cu, apertadinho.
- aiiiihh tô gostando. Estou sentindo tesão. Continua.
Melei meu dedo com hidratante da avon, muito gostoso, e fui o penetrando. Ele gemia, estava estonteado com tamanho tesão que sentia ao entrar meu dedo. Meti gostoso, deixei imóvel lá dentro, e logo ouço o Danilo pedindo pra lamber o saco dele.
- vai lambe meu saco, que meu pau já tá pulsando pra meter em você seu safado.
Eu já estava metendo e fazendo deliciosos movimentos com o meu dedo, chega eu sentia aquele cuzinho contrair, pois como era a primeira vez que entrava algo nele, ainda não era habituado. Chamei o Danilo pra chupar um pouco aquele cuzinho, e logo ele veio, faminto, parecia que ia devorar aquele delicioso orifício.
- nossa porra, que delícia! Cuzinho gostoso.
- vai chupa mais que tá gostoso.
Então eu fiquei passando hidratante na pica do Danilo, que já estava lisa da baba da boca do Téo e da baba da pica. Derramei um pouco de hidratante na entrada do cuzinho do meu cunhado. Então o Danilo pegou sua vara, e logo em seguida pressionou a cabeça na entrada do cuzinho, forçando entrada.
- aiih porra vai com calma, dói.
- pode deixar, vou comer gostoso.
Eu estava banhado de tesão, ao ver aquela cabeça rosada rasgando caminho. Entrou a cabeça, mas parecia que o Téo estava gostando de sentir aquela dor. Ver sua cara de safado ao receber pica, estava uma delícia.
- chupa minha pica vai, enquanto ele come esse cuzinho.
E ele ficou lambendo meu pau. O Danilo com jeitinho e se mexendo de leve foi fazendo leves movimentos de entra e sai (quando ele metia um pouco, tirava um pouco de novo. Aí metia mais, até ir conseguindo meter gostoso). Eu vi o Téo vermelho de tesão.
- tá gostando da minha pica? Perguntou Danilo.
- nossa! Tô amando essa pica gostosa, se eu soubesse que era bom assim...
- tá gostoso é? Eu perguntei.
- tá doendo, mas não sei explicar esse tesão que me dar ao sentir essa dor.
Então Danilo meteu toda sua jeba naquele cuzinho. Ficou parado, e meu cunhado só gemendo, chupando meu cacete.
- ai Danilo, tá doendo agora. Tira seu pau devagar e deixa o Lucas meter, acho que o dele é menor.
- poxa logo agora. Tava tão gostoso esse cuzinho.
Então o Danilo tirou cuidadosamente, mandei ele ficar de franguinho, então assim fez. Melei minha rola de hidratante e fui pressionar contra seu cuzinho. Não foi tão fácil, pois meu pau é bem mais grosso que o do Danilo, mas também não foi tão difícil a entrada. Fui metendo devagar, mas sem intervalos. Só empurrando. Ele gemia muito gostoso, até que meti tudo.
- ai caralho, que gostoso.
- gostoso vai ficar agora.
Realmente estava muito gostoso aquele cheiro de pica que explodia no ar junto com cheiro de hidratante. O Danilo batia uma deliciosa punheta nos vendo. Comecei a meter de leve, com todo meu pau atolado naquela bunda branca e gostosa. Sabe o que era mais gostoso? Era sentir a sensação de ser couro no couro. Me perdoem, mas atire a primeira pedra quem nunca curtiu assim. É arriscado mas é bom. Ele já não aguentava mais minha pica, pois é mais grossa que a do Danilo.
- tira vai Lucas. Quero a do Danilo mesmo.
Então tirei bem devagar, pra sentir aquele cuzinho. E logo que eu tirei meu pau super duro, o meu primo tratou de colocar a dele, ainda na posição de franguinho. Ele conseguiu meter, e logo eu fui pra detrás do Danilo meter a minha pica na sua super bunda, que já estava acostumada com meu pau. Fui tentando de leve, até entrar, pois aquela bunda já aceitava meu cacete. Enquanto isso o Danilo já estava metendo bem gostoso naquele cuzinho que acabara de ser despregado.
- vai Danilo, mete mais. Tá uma delícia. Aí que gostoso, quero sentir rasgando mais. Fala meu cunhado.
- nossa que cuzinho gostoso. Tô amando.
- aí Danilo, esse seu cuzinho também tá uma delícia.
Danilo começou a acelerar, e fazer o que o Téo pediu, começou a rasgá-lo, metendo mais forte. O tesão era infinito, e qualquer dor se transformava em prazer.
- aí porra. Mete vai, bomba. Arregaça esse cuzinho.
- toma seu viado. Quer pica? Então toma nesse cuzinho!
Gemiamos gostoso. Tirei minha pica do cuzinho do meu primo. Até que fui lá em baixo rápido para ver o movimento, não tinha ninguém ainda. Fui na geladeira e peguei leite condensado. Subi as escadas com o pau duro balançando. Cheguei no quarto, vi o Danilo bombamdo ele de quatro, metia com toda sua força.
- que delícia. Trouxe. Leite condensado pra usar já já.
Téo dizia que não aguentava o tesão e queria gozar. Danilo disse:
- eu também não aguento mais, nunca senti tanto tesão. Cuzinho delícia. Toma seu viadinho, pica de macho.
Então coloquei meu pau para meu cunhado chupar, e vi que o Danilo ia gozar.
- ahhh é agora, ahhhhhhhh. Que cuzinho delícia. Tô gozando. Ahhhhhhhh.
- nossa que leitinho quente, que delícia.
Então Danilo gozou muito, e logo tirou o pau, e toda sua porra saiu escorrendo daquele cuzinho que já estava vermelho e abertinho.
Então me dirigi aquele cuzinho, peguei o leite condensado, meti na entrada, passei o dedo e fui espalhando lá dentro do cuzinho. Depois dei belas chupada.
- vai chupa Lucas, quero gozar seu safado.
- tá uma delícia esse cu.
Eu metia a língua, que penetrava um pouco naquele cuzinho aberto. Eu lambia, chupava e sugava aquele leite condensado. E aquele cuzinho só piscava. E eu querendo ver o Téo gozar, mandei ele ficar deitado, de pau pra cima. O pau dele estava veiúdo, latejando de tanto tesão.
- agora vou sentar nele.
- senta delícia. Todo seu.
Danilo só olhava, pois já tinha gozado, estava de pau duro só batendo de leve. E peguei meu dedo e passei lubrificante no meu cuzinho, passei naquela linda pica, e em seguida já fui sentando, sentindo aquela cabeça na entrada do meu cuzinho.
- aiiiiiii que gostoso, essa porra vai me fuder gostoso.
- que tesão delícia, senta vai. Faz o que a sua irmã não faz.
Eu fui sentando e meu cuzinho foi aceitando aquela pica, e sentia muito tesão, que quanto mais doía mais eu gostava. Até que entrou metade, e ele fazia uma cara de safado.
- vai senta nela toda.
- aí que pica gostosa.
Até que sentei, e logo nas minha primeira mexidas de leve ele gozou.
- ahhhhhhhh caralho que delicia
toma leite nesse cuzinho seu safado.
- nossa que quentinho. Aiiiihh delícia.
Ele urrava de tanto tesão com aquele gozada. Senti muito leite lá dentro. E como eu queria gozar, continuei, rebolava no pau dele. Até que fui sentindo ele meia bomba.
- sai de cima um pouco que quero mijar.
- mija dentro dele que quero gozar.
- sério? Posso?
- pode delícia.
Então ele foi mijando, e eu comecei a gozar, e quando menos espero lá vem o Danilo batendo uma e gozando de novo, mas agora em cima de mim, e eu gozando na barriga do Téo, sentando naquela pica que invadia meu cu de mijo. Até que a pica dele saiu pois a urina fez ela escapulir, e meu cuzinho contraiu e expulsou tudo.
- ahhhhhhhh que delícia. Tesão. Mijo gostoso.
- delícia. Tô fraco. Falou o Danilo.
- mas também depois de duas gozadas. Disse Téo.
Téo também mandou a gente se vestir e sair logo do quarto, e era pra esquecermos o que aconteceu. E assim fizemos. Foi uma foda deliciosa. Fomos para o nosso quarto, e uns 40 minutos depois chegou minha irmã. E assim foi essa foda delícia.

Essa foto que estou deixando é do meu cunhadinho gostoso...
Espero que gostem do conto, é totalmente real. Votem e comentem!
Abraços!

Foto 1 do Conto erotico: EU, MEU CUNHADO, MEU PRIMO E UMA CHANTAGEM.


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario kzdopass48es

kzdopass48es Comentou em 25/02/2016

Tudo em casa. BETTO

foto perfil usuario

Comentou em 04/11/2015

Bom, q cunhado...

foto perfil usuario bundaapetitosa

bundaapetitosa Comentou em 13/06/2015

Adoraria ser enrabado por dois sem camisinha tbm

foto perfil usuario hqz

hqz Comentou em 08/06/2015

vc escreve muito bem, ótimo conto!

foto perfil usuario betopapaku

betopapaku Comentou em 04/06/2015

Tesão de putaria... Em família é sempre mais gostoso!

foto perfil usuario guganoronha

guganoronha Comentou em 03/06/2015

Não apagaria a gravação e pediria repeteco

foto perfil usuario

Comentou em 02/06/2015

delicia de conto. três viados se enrabando,




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


65055 - Futebol e sexo em Família - Categoria: Gays - Votos: 24
65286 - Eu, meu irmão e meu primo. - Categoria: Gays - Votos: 31
65359 - Incesto entre machos: Papai traçou meu irmão e eu. - Categoria: Gays - Votos: 25
65399 - Surpreendido pelo vovô. - Categoria: Gays - Votos: 25
73508 - A visita chegou e levou rola! - Categoria: Gays - Votos: 8

Ficha do conto

Foto Perfil drikosantos
drikosantos

Nome do conto:
EU, MEU CUNHADO, MEU PRIMO E UMA CHANTAGEM.

Codigo do conto:
65809

Categoria:
Gays

Data da Publicação:
01/06/2015

Quant.de Votos:
29

Quant.de Fotos:
1


Online porn video at mobile phone


contos fudi minha filha enquanto dirigia o carrocontos gay caminhoneiroquadrinho erotico sendo arombadaConto erotico incesto minha mãe solteiraconto erotico novinho e o coroa calcinha gaycontossiririca fididazoofilia so fudendo o cu da vadia 696Gay picas grandes quadrinhoboy inocente aprendendo chupar pica contos gay segredoconto erótico Hannahconto erótico-sograporno anal. giratirio rrombocontos eroticos desejos de chuparconto sexo casada 1° foi com meu cunhadovelho com novinhos conto eroticosContos Sexo teen amador Menino Novinho lagoa contos eróticos loirinha fode com 10 negroscontos eroticos eu minha mulher e minha sogra fomos enrabados no assaltocontos eróticos variadostravetividiopornocontos erótico minha cunhada e minha sogra pelo minha p***aluna dar abuceti para otro alunacontos flagrei ele comendo cu do meninoConto erótico vizinha separoutribal fode esposa cornoporn moz esta me machucarhistoria de incesto forcado hq contosAğızfotos porno o velho judiado da loirinha de 18 aninhoscomi a filha do amigo contoconto comeu a mãetrimmed pussy hairconto peguei minha tia sirirca flagragay pornô em quadrinhoultimos contos eroticos 20017Contos eróticos vizinha esposa de policial brabo cornoquadrinhos eróticos de gays o amigo negro do meu filhocontos pornô de incesto fodi a buceta cabeluda da mamãe no mato igual animaiscontactpromo.ru contosBate a rola na minha cara, contosConto erotico minhas filhinhas bebes e meu maridowww.contos dei a bucetinha pro meu tio no incestocornogaycontoscontos eroticos provocando o meu paicontactpromo.ru contosDei o cu e a buceta para meu vizinho o corno viajando[email protected]tia solitaria cuzinho virgem contosconto erotico escolaconto erotico deixa eu vercontos de sexo fabianoultimos contos sadoContos vovo gostosacomedordepassivosconto erotico. velho abusando te menino gaycontos eróticos novinho iniciado por coroaminha irma me pegou nu e fudeu comigoConto erotico gay eu e caminhoneirogrelao gg gosadas cuzao negras ptfudendo a mais gostosaCorno novinho contocontos eroticos meu padrasto mim criou para ser escrava sexualbuceta melando paucontos eroticos em quadrinhos noite de nupciasconto erotico surpriendendo a sogra bebadaconto erotico minha prima me seduziusedutoras e marrentas parte 4 contos eroticosContos eroticos de patroas lesbicas scatfilhaputacontoIzah Potência Trasando contos eroticos convenci minha mulher a fude com nosso cachorrocontos eroticos em quadrinhos estestowww.contoeroticos mae fihlo.brporno gay de estupros fortehqcontos eroticos meu irmao me agarroufui forçada c eroticoconto erotico gay negao escraviza viado afeminadocontos bem dotado arregaca o cu da vizinhafoda do sexo .sexo com patraoconto erotico de socras bebadaQuadrinhoseroticoscoroasler conto erotico de mae gemendoconto erótico comendo a mendiga novinha e sua filha pequenaconto fui toma banho e fui estrupada pelo meu irmaoCanto erodico perfil do ozuario troca de casais do rnContos eroticos secretaria gulosa mamando no pirocao de todos os machos do escritorio na hora do almoço em uma grande orgiagordo gay novinho conto eroticoguadinho tarado ponocontos eroticos na caparicasubmiss viado contocontos eroticos sissy negaoConto erotico avo carente neta safada e neto safado juntosmetendo a pica no cu dentro do taxi conto erótico heterocontos eroticos vi mamae fuderpsicologas rabudas contosO que fazer pra comer minha mae conto incesto