Estuprada no Parque


Click to Download this video!


Tarde de sol, eu de folga do meu trabalho, animada para ver pessoas.
Me arrumei, claro de uma maneira simples pois eu estava para ir ao parque aqui mesmo, no bairro, perto de minha casa.
Coloquei um vestido florido e rodado. Um sadàlia rasteira branca, levei um casaquinho de algodão fino amarrado na cintura.
Deixei meus cabelos sedosos e longos soltos, estão ruivos, pintei a quatro meses e gostei muito, o tom deixou meu rosto mais jovem, com ar sedutor.
Estou fazendo natação a dois meses e ja percebo as mudanças em meu corpo.
Como estou ouvindo.....estou escultural.!
Não estou namorando nem conhecendo ninguém. Fico as veses chateada de estar sozinha a tanto tempo. Mas estou bem, me divertindo comigo mesma. Digo......
Me masturbando, me tocando,lambendo meus dedos molhados do mel da minha xana......
Fui eu passear..
Muitas pessoas nas ruas, havia uma banda logo próximo animada, tocando bom som, com algumas pessoas paradas ali, dançando!. Sim, tinha um pessoal bem alegre dançando.
Eu continuei minha caminhada até o parque.
Parei tomar um sorvete. De abacaxi. Adoro!
Sentei no banco a frente da sorveteria e ali fiquei uns 15 minutos observando as pessoas, o céu, os carros....Paquerando.
Nada aconteceu. Então fui ao parque, mais treis quadras e chego.
O parque vazio, que estranho, tanta animação nas ruas e aqui nada!. Tudo bem, não estou tendo sorte com outras pessoas. Falo pra mim mesma e vou caminhar por dentro das arvores que deixam o parque com ar misterioso e aconchegante.
Um homem! rs, fiquei animada.
Chego mais perto dele.Ele está sentado, parece sério, brabo, tem barba, veste calça e camiseta vermelha, tem boné na cabeça. Dou uma passada por ele e continuo andar sozinha.
Pensando em minha vida, minhas rotinas diárias... Já havia esquecido o homem misterioso quando levo um susto.
-Búuu.
-Ai.Eu grito.
Ele tapa minha boca me prende entre seus fortes braços e puxando.me sou levada por ele a força não sei para onde.
Vejo que estamos entrando em uma pequena casa ali mesmo dentro do parque.
Não tem nada, nem janelas tem.
Ele abaixa as calças . Sem cueca, vejo o pau dele duro grande e babando.
Ele tapa minha boca com força tira meu vestido todo, estava sem sutiã, ele chupa, meus peitos, com força suga meus mamilos, morde os bicos. Lambe como cachorro. Bate o pau dele durrérimo e soltando baba na minha barriga,por entre minhas pernas dando pauladas literalmente na minha xana.
Ele manda eu calar a boca, e desce chupar minha xoxota.
-Bucetão gostoso hem dona.
Ele lambe toda minha xeca dando uma parada no meu clitores suga morde, uma vontade que me exita,gosto do como ele é selvagem e bruto.
-Abre as pernas.Ele me fala.
Eu abro as pernas ele passa todo o rosto na minha xeca, vira.me lambe meu cu, enfia a lingua dentro e dando voltadas rápidas por fora e por toda minha bunda.
Ele me abaixa puxando.me com estupideza meus cabelos, enfia o cacete dentro da minha guela.
O pau dele esta sujo, fedendo, mas eu sinto minha xoxota soltar mel do tesão que ele me da .
Engulo toda pica dele,ele soca, bomba na minha boca, enfia ate minha guela me fazendo engasgar,minha boca escorre baba pois ele não me da tempo para respirar. Ele tira a pica bate com força na minha cara.
-Poe a lingua pr fora sua vagabunda.
Coloco a lingua pra fora e ele esfrega o pau na minha lingua,bate na minha lingua de pica.Ele abaixa,lambe minha lingua, cospe na minha boca, me da tapas na boca.
Me vira de costas para ele, e meu coração dispara, minhas mãos estão suando,minh pernas bambas,.Ele soca o cacete dentro da minha buceta. ele ainda tapando minha boca com as mãos, me segura com a outra mão minha cintura, ele aperta, chegando me machucar.
Meu Deus! minha buceta está melada e chei de tesão, que delícia esse sexo obrigada força por um estranho.
-Bucetão bom de fuder.
Ele soca, soca enfiando toda pica dentro da minha xeca, sinto o cacete grande e grosso fudendo todinha eu, e adoro isso.
Ele derepente tira a pica, me puxa boca.
- Chupa vadia, meu pinto.
Chupo o cacete dele melado do meu mel e da baba dele que solta. aproveito e chupo as bolas do saco.
-Ui, que boa bolas. Não pude evitar e falo.
-Chupa vagabunda.
Chupo de volta o pinto todo enchendo minha boca de pica suja.
Ele me vira soca com tudo no meu cuzinho que ainda poucas veses fiz anal.
-Ai. solto grito de dor.
Ele me bate na cara e manda eu calar a boca.
Ele não da atenção a minha dor e fica bombando dentro do meu cu, me empina mais o rabo pra ele .
Logo esqueço toda dor.
Ele me masturba a xeca,enfiando os dedos sujos dentro e dando na minha boca para eu chupar.
Ele aperta meus bicos dos peitos, doem muito.
Ele me vira de frente, levanta uma perna minha coloca a pica dentro da minha xoxota enquanto chupa meu peito.Cospe na minha boca e me bate na cara.
O pinto dele preenche toda minha xeca, da muito tesão esse homem que com força bruta me trouxe pra ser comida.
Não sei se a muito tempo não transo ou este misterioso realmente está sabendo meter em mim toda.Pois estou gostando dele estar sujo,me batendo, sendo obrigada transar .
Gosto da pica grande dele que me fode cu, buceta e boca toda .
Ele soca na minha xeca, lambendo meus peitos como um animal selvagem,mordendo beliscando.
Ele tira a pica de mim, me coloca de joelho no chão e solta porra na minha cara.
-Abre a boca vagabunda, toma porra minha.
Abro a boca e grande quantidade de porra sai da pica dele direto pra minha garganta.
Tomo toda porra dele, lambo a cabeça do pinto, lambo o pau inteiro.
Ele não satisfeito, me vira a bunda pra ele socar denovo no meu cu,
Ja acostumei com a dor, mas ele fode bomba no meu rabo, aperta meu quadril, me da tapas na bunda deixando arder meu bumbum.
Ele grita e morde minha orelha.
-Gozar dentro desse cuzão. encher ele de porra, sua vadia gostosa e safada.
Ele goza agora dentro do meu rabo, deliciosamente feliz engolindo essa pica malvada e saborosa.
Termina o sexo, e ele me manda vestir a roupa e ir embora.
Obedeci de imediato e a caminho de minha casa fui sorrindo feliz sozinha lembrando como esse homem fez comigo. Senti dor na xeca e no cu, fazia tempo não transava e..
Apesar de isso ter sido um estupro eu adorei cada momento e feliz hoje durmo sonhando que essas coisas podiam acontecer mais veses.



Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.





Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


67534 - Primeira vez de tudo - Categoria: Heterosexual - Votos: 11

Ficha do conto

Foto Perfil Conto Erotico ludmila

Nome do conto:
Estuprada no Parque

Codigo do conto:
67638

Categoria:
Heterosexual

Data da Publicação:
12/07/2015

Quant.de Votos:
9

Quant.de Fotos:
0


Online porn video at mobile phone


conto erotico criada no sitiocontos eroticos gay fui enrrabado apanhei e gosei com um desconhecidosedutoras e marrentas parte 4 contos eroticoscontos eroticonto erotico com foto mae e filhodei a bunda e gozei com o pau tocando minha próststaCANTOS FOTOS EROTICAS DE MAE E FILHAS COM NEGAO PIROCUDOconto erótico bundinha de princesacontos eroticos engravidando do mendigo dotadoContos ela me fez provar porracu da patroa conto eroticoConto meu cu cheio de leiteta vendo corno ele fudendo meu cusex videos betopira Filha da o cusinho pro paiarrombando a buceta da maecasa dos conto erotico sogro engravidando noracontos de grelos enormes gozando encaixadinhos num sabao gostosocontos eróticos minha mãe e meu primoperfil filho1000 Como tudo começou (mae e filho)videos porno homem despejando espema na buceta da buneca inflavelTravestis roludo no ônibus contosEróticospornô.comconto erotico69 chupetacontos eroticos em caraguatatuba em 2017video de corno parando o carro em posto de gasolina e os caminhoneiros comendo sua esposa quadrinhos conto erotico anjelica dei pro amigo do meu maridoconto erotico orgiacontoeroticoxvidio.comCONTO VIREI PUTA DO PIRRALHO IIconto erotico novinho e o coroa calcinha gayconto erotico a filha da minha namoradaacordei de pau duro conto incesto cestoPorncontos eroticos a filha daprimaA trozoba de papai atolada no meu boga!parte 2sexo porno noiva fundedo com padrinhoconto erotico negao pirocudo na praia de nudismo e o corninho manso e humilhadoboquete priminha contocontos eroticos de maes e seus filhos e esposososmenina de rua conto eroticoFilinha putinha dando a bucetinha pro paisinho contos eroticos com fotos e quadrinhos animadoscontos erotico sou sua putinha gordaConto erotico bucetinhaFotos sexo minha mulherincesto brazilconto erotico cheiraram minha calcinhultimos contos sadocontos eroticos mae fode com filho pauzudo com downconto fragei meu enquilinotopcontos lesbico nora e sograconto erotico as menininha curiosaBucetas tiapeituda sem calcinha, conchinha contoscontos eroticos minha mãe de roupa curtaAscasadasdebelemcontos eróticos gay com fotos o barbeiro gatoContos Eróticos De.Comi Dona Beatriz A Mãe Do Meu Amigo contos eróticos eu recem casado e o patrao comeu minha mulhervideo de porno policial fodeno com doispmconto porno viu a mae com amigo negroMinha esposa gostou quando eu disse que eu ia fuder o cu virgem da minha filha no motel conto eroticoperdi as preguinhas do cu quando era pequenacontos de cornos de bifodendo+a+buceta+da++professorabrincandopeladocontosConto.erotico sogra tatoadaa confissão hentai pornoContos eroticos coroa rabuda casadaconto erotico adoro socar a calcinha no cucizgi roman amanda sikis hikayelericonto erotico com fotos/ rabo da maeConto erotico sobrinha dando tiacontos eróticos hetero gozando no gayIrmao cornedo a irma dormino e elacontos com fotoscfm casadascontoeroticodfconto erotico irmao cavaloencoxando a costureira gorda de vestidocontos mae ta cagando bem grosso filho arrombou cu deladando cu para pai conto eróticoConto transando em banheiro publicoConto erotico de virgemmeu cunhado rancou sangue do meu cucomendo a gabi minha filha caculaeu minha esposa e uma puta conto