Madrinha dos Negros


Click to Download this video!


Fui num casamento com o Bruno, meu namorado. Ele foi convidado pelo noivo e eu acompanhante dele, claro.
Me arrumei toda linda e fomos. Antes da cerimonia, ficamos reunidos num saguão pra aguardar o inicio.
De longe vi um grupo de morenos deliciosos conversando. Trajavam social e aquelas calças não eram capazes de disfarçar os grandes volumes. Fui até o banheiro e voltei passando bem perto deles. Vi o Bruno olhando lá de longe, temendo minha vontade.
Passei e eles nem olharam. Fiz que não liguei e voltei pra perto do Bruno. E aqueles pauzudos nem notaram. Fiz o mesmo trajeto e nada. Não suportei a vontade e fui falar com eles:
- Com licença rapazes, vocês são amigos da noiva ou do noivo?
Um deles respondeu que eram do noivo. Eu devia arrumar um assunto logo pra não passar vergonha.
- Eu não conheço muito eles. Na verdade só conheço o Bruno - aquele ali - e apontei meu namorado.
- Não conhecemos seu namorado!
- Imaginei.
- Pois é...
- Se conhecessem meu namorado, já teriam ido lá em casa alegrar minha cama.
Foi fulminante. Eles se entreolharam e depois olharam para mim. Me senti uma vagabunda suja. Adorei ser direta. Embora temesse algum repúdio.
- Nossa, menina... eu acho que não entendemos muito bem o que você quer dizer.
- Olha, a culpa é de vocês! Eu estava ali com meu namorado bem sossegada e vocês ficam com essas calças provocando as moças.
- Eita porra. Essa menina é doidona.
- Sai daqui menina. Vou chamar seu namorado. Você quer encrenca.
- Eu posso até ser menina, mas não quero encrenca.
- Sai daqui!!!
- Juro que não quero briga. Quero que vocês quatro me encontrem lá trás do salão. Vou indo, e quem quiser me segue.
- Eita porra doida... Mas e seu namorado...
- Quatro de vocês dão conta dele, coitado. E ele sabe que eu adoroooorooo. Olha lá a cara dele, gente. Ele sabe que a loirinha dele vai meter com vocês até a hora do casamento.
Os rapazes estavam com receio. Disfarçadamente segurei rapido o pauzão grosso de um deles e sai andando. Olhei pro Bruno e os morenos também olharam. O Bruno fez um de sim com a cabeça e eu sumi lá pra trás.
Tirei a calcinha e esperei um pouco. Logo chegou o primeiro. Beijei aquela boca beiçuda que parecia que ia me engolir. Uma mãozona me pegou pela cintura e me puxou pra junto do corpo musculoso dele. Era alto, forte, senti o pauzão encostar em mim. Dava meu tronco rsrsrs.
- O que eu tô fazendo com uma menina, caralho - disse ele pra ele mesmo.
- Relaxa. Eu sou maior de idade. - Mostrei o RG pra ele.
- Mas tem uma carinha de novinha...
- Ué moço, e isso num é ser novinha?
- Eu digo, você tem carinha de menor.
- Sim. Só que não! rsrsrsrsr - Ele riu - Hoje sou a novinha de vocês. Quero subir lá no casamento toda satisfeita.
O cara começou a passar a mão em mim e aproveitar o que eu oferecia.
- Nossa, que perfeita que você é menina. Olha esses peitinhos durinhos e rosinhas. Que melzinho.
Eu viajava no modo como ele abusava de mim. Eu era um brinquedo naquelas mãozonas gigantes. E ele enlouquecia ao ver como eu adorava.
- Nossa, olha sua cara de putinha. Você está viajando mesmo.
Ele me beijava e aproveitava minha jovialidade pueril. Chupava meus peitinhos lisinhos e medianos. Beijava e chupava minha linguinha rosa, sugando minha saliva toda. Eu aproveitava os dedos enormes dele, melava suas mãos com meu suado vaginal. Um dedo entrava na xoxota e depois outros dois. Ele metia três dedos em mim e me beijava. Se curvava pra me beijar e eu só aproveitava e rebolava nos dedos dele. Mas eu sou uma mimada! Parei tudo, empurrei aquele gigante pra trás e ele se assustou:
- O que há gatinha? Vai arregar agora?
- Não! Cadê seus amigos?
- Eu tô aqui, não precisa deles...
- Então deixa pra lá...
- Caralho, você vai ver que eu dou conta.
- Eeeu quero todos!!! Se não vierem todos, eu não quero. Vou gritar que você tá abusando de mim.
- Tá doida, caralho?
- Então trás seus amigos.
- Quer saber - ele foi se ajeitando pra ir embora - deixa pra lá. Vou embora que já vi que você é doida de pedra.
- Se você for e não trouxer seus amigos, vou gritar do mesmo jeito.
Enfim, ele pestanejou um pouco, mas ligou pra um amigo e todos chegaram lá.
Quando chegaram, eu já batia uma punheta pra um, de pé, enquanto ele me beijava e passava as mãos por cima do vestido.
Os outros chegaram sacando seus caralhões duros. Que lindos e grossos. Acertei, eram enormes. Logo aquele monte de rola grande estava balangando pra fora das calças, por entre o ziper, me fazendo molhar a xoxota de tanta vontade. Fiquei olhando um monte de pauzão grosso e eu toda princesinha, mais uma vez tendo o que queria. Mimada. Mal acostumanda a possuir os melhores e maiores. Enquanto meu namorado aguardava eu voltar toda arregaçadinha pros braços dele. E ele me levaria feito uma princesa perfeita pro altar, me exibindo pra um bando de gente que certamente me elogiariam pela beleza pura. Eu me ensinuaria para os idosos casados, me fazendo de ingenua doida para experimentar todos eles. Com meu jeitinho putinha, deixarei as casadas com ódio e ao mesmo tempo sorridentes com minha simpatia. As esposas e namoradas pensariam que sou tão ingenua em não notar a vontade de todos os machos da festa quererem me foder.
Voltando aos paus grandes... eu ali punhetando um monte de pinto grosso, de pé, ouvindo xingamentos sujos e sendo tocada no meu corpinho magrinho. Eu sentia os cacetes duros na minha pequena mãozinha, enquanto era sugada por beijos ora de um, ora de outro. Outro entrou por baixo do meu vestido pra chupar minha xoxota.
- Caralho, que bucetinha cheirosa. Limpinha pessoal.
- Eu sou toda cheirosa.
Eles ergueram meu vestinho e fiquei sem nada. Eles vestiam a roupa social do casamento e só deixavam os caralhões pra fora, bem duro e melados.
- Nossa, o pau de vocês... nossa, eu sou uma menina de sorte
Eles gritavam quando ouviam meus elogios:
- Nossa, essa gosta de rola!!! Ela tá pagando um pau.
- É uma putinha loirinha mesmo.
- Sou a puta de vocês, seus pauzudos gostosos.
Um chupava minha xoxota e outro namorava meu cuzinho juvenil rosado. Eu batia pra outros dois e abria bem as pernas pra dois grandalhões terem bastante espaço pra lamber meus buraquinhos. Eu rebolava nas línguas de dois marmanjos com o dobro da minha idade. Uma língua enorme adentrava minha bunda, me fazendo querer chupar pau, bola, saco.
Então chegou o Bruno dizendo que era hora de subir ao altar. Nossa, eu fiquei com um ódio dele que gritei bem alto:
- SAI DAQUI SEU CORNOOOOO!!!
Ele saiu pedindo desculpa e eu fiquei lá. Embora eu não goste de tratar o Bru assim, ele mereceu. Pra não fazer o coitado do meu namorado passar vergonha, nem meti com os pauzudos. Chupei alguns minutos. Eles gozaram na minha boca e eu peguei os telefones de todos.
Vesti-me e com cheiro de porra na boca, pescoço e cabelo, subi ao altar. Sai nas fotos toda sorridente.
Depois dei uma bronca no Bruno. Mas ele com jeitinho pediu perdão por atrapalhar meu momento de lazer.


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario boxboxbox

boxboxbox Comentou em 21/10/2015

Gostei muito.Votei




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


69991 - Escrava que Escraviza - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 14
70217 - Crönicas de Estudante - Categoria: Traição/Corno - Votos: 6
70564 - Ju Loirinha Egoísta e Mimada da Negrada - Categoria: Interrraciais - Votos: 16
70570 - Aline Ensopada de Porra no GangBang - Categoria: Fetiches - Votos: 14
71000 - No Cu rosinha um Negro e namorado chupa xota - Categoria: Traição/Corno - Votos: 10
71512 - Meus Buraquinhos são Clube dos Negros - Categoria: Interrraciais - Votos: 10
71513 - Implorando por meu amor e eu Lavada de Porra - Categoria: Fetiches - Votos: 6
71836 - Festa da Porra. Seja submisso meu! - Categoria: Masturbação - Votos: 7
72530 - Meu Namorado Ciumento - Categoria: Traição/Corno - Votos: 20
72816 - Novinha Mimada - Categoria: Traição/Corno - Votos: 15
72996 - Preparando o Aniversário do Corno - Categoria: Fetiches - Votos: 8
73088 - Aniversário do Corno - Categoria: Traição/Corno - Votos: 8
73523 - Novinha no Funk Rodeada de Rola - Categoria: Traição/Corno - Votos: 15
75633 - Meu Quase Corno! - Categoria: Traição/Corno - Votos: 32
79113 - Antes do Colégio na casa do Corno - Categoria: Traição/Corno - Votos: 7
82547 - Negros para a namorada Branquinha - Categoria: Traição/Corno - Votos: 11
82664 - Traindo o Amante e o Namorado - Categoria: Traição/Corno - Votos: 5
82932 - Fome de gangbang - Categoria: Traição/Corno - Votos: 9
87260 - Férias e Festinha da Ju - Categoria: Traição/Corno - Votos: 10
87268 - Namorada na Balada - Categoria: Traição/Corno - Votos: 6
91674 - Vingança do Duplo Anal - Categoria: Traição/Corno - Votos: 9
93188 - Blowbang com 6 Negros - Categoria: Traição/Corno - Votos: 9
97128 - Caralhos Negros pras Colegiais - Categoria: Traição/Corno - Votos: 8
97444 - Terminei com o Corno - Categoria: Traição/Corno - Votos: 10
98035 - Minha namorada e seus pintos - Categoria: Traição/Corno - Votos: 9
98037 - Minha namorada e seus pintos 2de3 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 8
98039 - Minha namorada e seus pintos 3de3 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 9
98291 - Namoradinha humilhada - Categoria: Traição/Corno - Votos: 13
98341 - Ju a putinha e 14 Negros caralhudos - Categoria: Traição/Corno - Votos: 6
98378 - A Ju me obrigando a ser Corno 1 de 3 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 9
98379 - A Ju me obrigando a ser Corno 2 de 3 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 8
98382 - A Ju me obrigando a ser Corno 3 de 3 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 9
98420 - Saco Escrotal dos Negros 1 de 2 - Categoria: Interrraciais - Votos: 11
98676 - Mundo de Dotados. Piscina de Porra - Categoria: Fantasias - Votos: 8
98975 - As Putinhas dos Vizinhos - Categoria: Traição/Corno - Votos: 11
99972 - A Ju e a Jéssica e os Negros - Categoria: Traição/Corno - Votos: 10
100349 - Iniciante de Corno - Categoria: Traição/Corno - Votos: 19
108073 - Bebendo Xixi e Chupando o Cuzinho da Jéssica - Categoria: Fetiches - Votos: 11

Ficha do conto

Foto Perfil jufresil
jufresil

Nome do conto:
Madrinha dos Negros

Codigo do conto:
72526

Categoria:
Interrraciais

Data da Publicação:
19/10/2015

Quant.de Votos:
4

Quant.de Fotos:
0


Online porn video at mobile phone


Só vídeo de maior duração gays de pica grande altas gozadasencoxada gostosas no metro sp conto eroticoconto pica ni cu da minha filha cabacoCantos eroticos alimentado o corno de porracontos incesto meu filho machucadowww.contos encoxando minha enteadacontos eróticos nóia gayconto erotico gay baixinhoconto erotico finha e papalConto no cu do meu amigomarido na cadeira de rodas esposa fode caralhudo na frente dele senta rebolaxxx+whatsappxxx+sex+perdi a virgindade pra um cachorromedica do cfm caiu na net fodendominha esposa pegou meu show comendo a égua contos eróticosxxx conto erótico ranquei o cabacinho da minha filinhalucia da familia sacana fudendovidio amador cao engatado na sua dona e rnche ela de porraa novinha n imaginava que pica do venho era grandeporno zoofilia enchendo um copo com porra de cavaloconto erotico sentei no colo do meu padrasto 2017pornoquadrinhosdesenhosconto erotico caminhoneiromuler se a seusta com pirocao no cuDesabafo real de uma mae contos ero cap,vIIImulheres gostosas na fodacomtos eroticos de patrao bem dotado cu virgeconto erotico gay ultimos sado casadasquadrinhocontos eroticos minha esposa e o. pedreirodesenhos porno quadrinhoso aluno pauzudo da minha esposa comeu elamenininhas gozadeirasContos e fotos sobrinhos pauzudosum sargento um corno e uma historia contos eroticocheiro da bucetinha da minha filhinhaConto penis medio do professorConto erotico mulher vadiacontoseroticosdpcontos eróticos de novinhas dando para hiper dotadoscontos de corno esposa gravida de outrohistoria de sexo com uma vizinha putao e seu vizinho um menino taradoCONTO EROTICO MAE VIUVA SURUBA FILHA FILHN PAUZAOcontactpromo.ru contosvideos de cornos que chuupamconto minha esposa e amiga travesti super roludocontos.gozei como louca na pica do meu filhohomem passa o pau no peito da mulher no onibus conto eroticoconto gay cunhadocontos erotico coroas e meninos gaycontos eroticos entre engravidei do meu filhomulher do irmao envade quarto de cunhado a noite pra da a buçetinhafoder buceta da professora rabuda de sainha no pomarcasa dos contos eroticos valdir perfil do usuarioconto gay passivo que gosta ser penetradocontoeroticodominadaconto de madrasta taradaContos eroticos submissa do meu cunhado parte 15CONTO BUNDAporn esposa cavalonarasgando uma bucetinha em camera lentaesposa com amigo de corno no banheiro xhamatercontos eróticos meu marido de tanto ele pedir acabei cedendocontoeroticoburrocontos de incesto na infanciacontos eróticos Tambaba 2017meu montador de moveis gostosoheitai porns mãe e filho xxconto incesto desabafo de uma mae capitulo xicontos eroticos comendo cu da irma com o irmaorola na madrinha/contoContos de zoofilia mulheres treladasConto abusaram minha irmabuceta da maesocando o cacetåo no barbeiro de minasdei pro meu irmao mais velho a forca gaycontos eroticos - minha esposa na saunaConto erotico louca para dar a xoxotaperdi as preguinhas do cu quando era pequena karol meu tio me pegou no pulo com um pinto de borracha quadrinho contos eroticos gay cheiro de rolacontos eroticos gays de incesto- com 8 fui arrombado por meu pai e me acostumeicontos com fotos cfm casadasconto erótico cabaço incestoleomar1111contos gay primo negrochovendocontosbuceta aberta em tambabaconto erotico ela gosta de mete o dedo no cucasa dos contos eróticos de coroas maduros motoristaporno mae assediando filho rockeiroconto erotico minha amante cinquentonacom o dedo no meu cu contoFotos incesto com pauzudos brazilDando o cu pros amiguinhos no acude conto gaycontos zoofilia na fazendaconto erotico comi duas lactantespono gay negao em quadrinhos