NA PICA DE GREGÓRIO


Click to Download this video!


Não sou afeminado, mas às vezes me acontece de aparecer um certo garoto de pele lisa e carinha de anjo em meu caminho...

Foi assim naquela manhã, no banheiro da estação.

Olhei para o lado e lá estava o garoto lindo. Baixei os olhos e lá estava o seu belo pau. Grande e fascinante,contrastando até com o tamanho do dono. Fiquei encabulado quando ele percebeu que eu o observava e saí depressa. A surpresa foi sentí-lo dentro do trem superlotado. Olhei para trás e ganhei um sorrisinho maroto, enquanto uma coisa quente e gostosamente dura crescia bem no meio da minha bunda.

Naquele aperto não havia maneira de me mexer e fugir daquele assédio, mesmo porque o safado tinha dado um jeito de me segurar pela cintura. Era muita ousadia, mas eu estava adorando a inesperada aventura com aquele desconhecido. Tanto que, quando dei por mim, já se haviam passado quatro estações do meu destino. E agora?

Foda-se. Resolvi ir até o fim para ver no que daria aquilo.

No lugar onde ele desceu, pulei também, sem nem saber ao certo o que iria fazer. Foi ele quem puxou conversa:

-Indo trabalhar agora?

-É... Quer dizer: Ia, né?... Por tua culpa perdi a minha estação!...

-EU??!!... O que foi que eu fiz?...-perguntou irônico.

Olhei, por reflexo, na direção do seu pinto ainda duro e quando vi que ele acompanhava o meu olhar sorrindo debochado, mudei de assunto:

-E você? Trabalha por aqui?

-Trabalho à noite. Tô chegando agora...

Propus um café, que ele mudou para cerveja e, em poucos minutos, já éramos bons e velhos amigos. Seu nome era Gregório, magro, moreno e gostoso. Vinha de Minas Gerais e aqui morava com uma irmã. Na terceira cerveja foi a vez dele propor:

-Ainda quer mesmo trabalhar hoje?...Porque não vem comigo? Fico o dia todo sozinho e não é sempre que tenho a chance de levar um carinha pra comer em casa...

Ignorei a ironia, sorri e fui em frente. Só parei num orelhão e liguei para a firma. Nem bem chegou, o garoto não perdeu tempo: foi logo me apresentando a sua mara vilha de cacete. Um lindo mastro de carne dura com seus vinte centímetros e uma cabeça roxa e brilhante que me hipnotizava. Comecei a lamber seu peito, seu umbigo, até sentir seu doce caralho invadir a minha boca. Chupei até o talo aquela vara gostosa, sugando com força a cabeça macia, envolvendo toda a sua rola com a minha língua, enquanto ele suspirava e gemia.

Suas mãos vasculhavam dentro da minha roupa e um dedo safado e carinhoso deslizava pelo meu rego afora para se introduzia no orifício apertado do meu ânus, entrando e saindo ritmadamente, me enlouquecendo de tesão.

Gregório me levou para o chuveiro, tirou minha roupa e começou a dar um trato na minha bunda. Estremeci e virei para a parede, arrebitando e empinando o meu rabinho, curtindo a invasão dos seus dedos enquanto me ensaboava. Comecei a gemer sentindo três dos seus dedos entrando e saido de dentro de mim, ao mesmo tempo que sua outra mão me punhetava no mesmo ritmo. Quando cheguei em seu quarto aida estava meio tonto...

Fiquei de quatro, me arreganhando todo, deixando bem claro que queria ser comido logo e Gregório entendeu a urgência que eu tinha daquele seu imenso pau. Senti um carinho gelado no meu cu e agradeci aos céus o fato daquilo ser alguma espécie de gel... Só assim aguentaria os seus vinte centímetros me socando do jeito que eu gosto!... E não demorou para começar a enrabada mais gostosa da monha vida! O garoto encostou a cabeçona e foi empurrando devagar e, mesmo com o cu bem lubrificado gemi e chorei. Meu rabo foi engolindo deliciosamente a jeba gigante, com Gregório me puxando pela cintura e seu caralho me prenchendo aos poucos, completamente.

Passou então a mexer divinamente aquele colosso dentro do meu rabo, retirando e colocando quase todo, alargando o meu cu e aprofundando o meu reto, me deixando na sua justa medida. Gostoso, gostoso, gostoso!... De um jeito que eu queria que nunca mais acabasse!...

-Ai, meu cu!...Ai, meu cu!...Ai, meu cu!...-gemi quando Gregório aumentou a velocidade da sua investida. Rebolava e empurrava a bunda em direção ao caralho sem parar, quando entrava, incentivando o meu machinho a me foder e me arrombar com toda a força! -Me come, me arromba, me fode!...

E ele me comia! E como comia!!!... Minhas pernas ficam bambas até hoje quando me lembro! Com Gregório me comendo, fui me esparramando na cama até me deitar completamente.Abria ao máximo a minha bunda com as mãos, para que aquele martírio de pau me penetrasse cada vez mais fundo... Senti uma explosão de porra, forte e melecosa, que inundou meu rabo e atingiu a minha alma. Permaneci debaixo dele, sentindo o seu peso e o seu pau enfiado em mim, amolecendo vagarosamente...

Meu garoto me pegou de todas as maneiras naquele dia, pois meu cu laceado não se saciava da sua rola. Armava e preparava o cacete, chupando com todo o carinho, para depois sentar bem gostoso, enquanto me punhetava, subindo e descendo, com o meu cu engatado naquele sonho de pica. Nem bem gozava com ele, já estava esfregando a bunda ansiosa naquela rola outra vez... Como era bom! Fodemos a manhã inteira e, antes de ir embora, ainda fiquei novamente de quatro para ele, me arreganhando todo e rebolando deliciosamente, até que ele gozasse mais um rio de porra, sacudindo aquele caralho maravilhoso dentro de mim...

Trocamos telefone e durante quase três anos eu sabia perfeitamente para onde ir quando sentia tesão no rabo!

Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.





Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


Ficha do conto

Foto Perfil Conto Erotico betosobrinho

Nome do conto:
NA PICA DE GREGÓRIO

Codigo do conto:
7256

Categoria:
Gays

Data da Publicação:
21/02/2006

Quant.de Votos:
0

Quant.de Fotos:
0


Online porn video at mobile phone


psicologas rabudas contospiula pafude bucetacoto chupei o cuzinho da minha cumadre novinhaconto erotico gey com foto o pedreiro negãocomeu meu cuzinhoconto erotico gay novocontos eroticos viadinho gostosoconto erotico ela gosta de mete o dedo no cuhomem escroto excitado gozando gemendo no grelo pra caralhocontos de incesto filho roludo e a maeconto eroticp minha cinhada bombada. organizou um churrascobusetas gotos domudocache:96w4Biafn4wJ:mozto.ru/fogoma conto erotico com o anaocontos de fio terraoh familia 8 parte 4 hentaiconto pai dormindovi minha filha trepand e eu etrei no jogo contos eroticosminha vizinha safada casada heleniceconto espiei minha sograconto erotico de mulher coroa no campocontos erroticos de incertos filha amante do pai 2017 ltimas publicaes com fotos porno mulher pega punheta e fode em homem esguiocontos eróticos gay guarda florestalcontos eroticos gay viúvowww.xvideo incesto afilhado fode madrinha de grelo enorme.comcontos de meninas que foram arrobadas bem novinhas por roludoconto erotico calcinha fio dentalQuadrinhos Eróticos A Favelagozando no cu do enteado gay novinho contos.eróticoscontos com fotoscfm casadasxvideo grupo de honvensInsestocontodcomedor de cdzinhasContos erotico orgia no meu cuconto eritico hotel fazenda sadopaguei um boquete pro meu tio gay e dei tambem contostrai lado corno ele rocavarquadrinhos eroticos gay vingaca do vizinho heterocontos eroticos com imagens eu e meus amigos comemos a minha mae bebadacontos erotico meu pai mim fez de corno familiar 02Flagrei ela fumando maconha eu transei com elaArregaçando cu.com/sadomazoquismo/fisting.gordinha gostoza bateno síriricaconto erotico de meu cunhado me comeu no carro enquanto meu marido dirigiaContos eroticos comi a nalvafiquei louco pelo meu mehlor amigo part 1conto sexo caminhoneiro cacetudoA bucetona da minha cunhada contosConto erótico mão amiga entre garotos gays com fotosnovinha peguei no pinto do cachorro relatosfaxina no quarto do papaiporno 2017 novinha traidora semtira a roupamulher mastubado muito explosão de goza forte muuitoConto erotico esposa mudacontoseroticospossuidacontos erotico chantagiei e depilei minha sograContos fiquei de pau duro madrastaputinha da prima bunduda contosamba porno zoo conto recentecontos eroticos sou casada caridosa com meu sobrinho conto erotico gay priminhocontos eróticos convenci meu marido a comer nossa filha mais novanegrinha com diarrreia pornoconto corno cachorraPONODOIDO CONTOcontos eroticos eu e uns amigos levamos uma colega pro mato e comemos a buceta e o cuzinhocontos heroticos irmã casada provoca irmão quando ficam sozinho em casadogging curitibameu cunhado abusa de mimCasada safada narra conto metendo em casa com ex noivodescobri a traiçao da minha mulher e me vinguei conto eroticoFotos incesto com filho e nora[email protected]conto erotico minha amante cinquentonaConto erotico de primacontos com fotoscfm casadasvivo na roça c. eroticosoquei consolo ate no meu utero contos eroticosroludos descomunalcontos eróticos esposa advogada e o molequeconto erotico abri as pernas para o professorconto zoofilia dei pro meu cachorro ate ele gosa na minha bucetanovinha meteno com o padastroContos eroticos de ninfetinhas de arapongasConto de mulhe minha esposa e o caminhoneirominha amiga xupou a minha lelecaporno contos mulher com decoradores de mobiliaContos zoofilia das mulheres cadelasContos titio sou virgem so se for no cuzinhoconto do cornonovos contos eróticos escritos vovô me deu leitinhocontos de anal com evangélicascasa dos contos dei o cu e o xoxotao grande pra familia de picudoswww conto erotico gay de irmao com irmao com brpintudo acha veia peituda na rua beba e fode cutransei com minha sogra e minha cunhada gordas e evangicas contos