Meu sobrinho trouxe a namorada p/ eu comer 2


Click to Download this video!


PROVOCAÇÕES P/ SEDUZIR A GOSTOSA DA RAQUEL:

Continuando a história do conto anterior ...

Na manhã seguinte, um sábado, acordei mais cedo, comprei pão, preparei a mesa e fiz café, tudo pretexto p/ esperar a Raquel aparecer. Dito e feito, ela chegou a cozinha e deu bom dia! Eu respondi empolgado: bom dia, dormiu bem?

Ela sorriu discretamente e disse: no início tinha muito barulho, depois que parou, demorei um pouco, mas consegui dormi. Pensei, ah safada! E emendei: os barulhos te atrapalharam a dormir? Ela: não eu que perdi o sono mesmo!

Como eu não podia perder a oportunidade e completei: gostou do que ouviu pelo menos? Ela pareceu surpresa e não respondeu, mas ruborizou!

Para mim, o caminho estava iniciado, mas não toquei mais no assunto, sentamos e começamos a tomar café. Daí um tempo, minha esposa chega à cozinha, dei um bom dia bem entusiasmado p/ ela. Ela veio me dar um beijinho, mas a surpreendi e dei-lhe um beijo da boca daqueles de tirar o fôlego, ela mesmo surpresa correspondeu, no final eu ainda dei uma pegada na bunda dela.

Ela toda sem jeito me chamou a atenção sorrindo: Fulano olha temos visitas. Eu respondi: ela é bem crescidinha e tenho certeza de que nada disto é novidade p/ ela, não é Raquel! A Raquel, não respondeu, mas não conseguiu disfarçar um sorrisinho que deu.

Na semana que se passou, percebi que a Raquel ficava mais a vontade. Ela aprendeu que eu acordo mais cedo que minha esposa e ela mais cedo que meu sobrinho. Ela passou a vir p/ cozinha ao acordar, ao invés de ficar no quarto. Isto proporcionou-nos passar a ter pelas manhãs cerca de 1h a 2h só nossas, mesmo com todos em casa.

Não avancei o sinal de fato, mas usei este tempo p/ ganhar sua confiança, atiçar sua curiosidade e deixar seu tesão a mil. Há esta altura, a Raquel já vinha p/ cozinha tomar café vestida de pijaminha de dormir, nos primeiros dias ela já vinha vestida com a roupa do dia.

Os pijaminhas dela não eram nada obscenos, mas me permitiam ver e contemplar com perfeição seu corpinho juvenil e apetitoso. A blusinha marcava os seios, sem soutien, percebi que eram médios, tipo pera, firmes e ainda desafiavam a gravidade. A barriguinha era chapada, não destes estereótipos de academia, mas sem gorduras digamos. A bundinha era um charme a parte, redondinha, durinha e sempre com as calcinhas enfiadas no rego.

Não sei se era costume dela ou p/ me provocar durante o café, mas estava funcionando. Eu, por minha vez, passei a vir com o short do pijama, que uso sempre sem cueca.
Peguei ela olhando várias vezes p/ meu pau marcado no short, mas sempre me fazia de desentendido.

Usei minhas transas com minha esposa p/ deixa-la com mais tesão e alucinada de fantasias. Ela estava feliz da vida com a assistência que recebia e meu desempenho. Já eu, deixava-a louca em nossas transas, p/ que fizesse barulho e garantisse que a plateia ouvisse e imaginasse.

Na nossa última transa, que foi bem barulhenta por sinal, após o banho, com a desculpa de que estava com sede, fui até a cozinha beber água, esbarrei com a Raquel vindo de lá, da de pijaminha, indo dormir. Parecendo surpreso perguntei: Ainda acordada? Ela: É, estou indo dormir? Eu olhei-a nos olhos e perguntei: Vc ouviu? Ela baixou o olhar e respondeu: Não tem como não ouvir! Eu: Gostou do que ouviu? Ela surpresa agora me olhando nos olhos: Não tem como não gostar.

Pensei bingo! Mordeu a isca, agora é só trabalhar o peixe e trazer p/ barco. Eu olhei-a nos olhos, encarando-a e disparei: Vc já fantasiou e se imaginou lá? No lugar dela? Ela fechou a cara como se não tivesse gostado e ameaçou sair. Eu segurei-a pelo braço, cheguei pertinho do ouvido e sussurrei: Eu já, tenho imaginado vc lá comigo em todos estes dias. Bons sonhos Sobrinha.

Soltei-a e fui pegar minha água. Ela ficou ali parada, aparentando não saber o que fazer ou como reagir. Passei por ela sem falar nada e fui p/ quarto. Eu sabia que a manhã seguinte seria primordial e ela durante esta noite decidir que se me daria ou não, afetaria a postura dela.

Acordei mais cedo que o costume de tão ansioso que estava. Quando ouvi o barulho da porta dela tentei manter-me frio e aguardei p/ ver o que viria. Ela entrou na cozinha, me deu bom dia e sentou p/ tomar café. Eu agia normalmente, mas ela estava inquieta enquanto conversávamos banalidades.

Cruzei as pernas na cadeira e fiquei imaginando ela ali na minha frente nua, logo meu pau deu sinal de vida e endureceu, ficando um volume bem aparente já que estava sem cueca e só de pijama. Percebi que ela olhava e tentava disfarçar.

Isto aumentava meu tesão e eu achava engraçado a situação. Reparei que seus seios acenderam, denunciando seu tesão. Então, sem avisar, disparei: vc pensou no que te disse ontem? Ela quase engasgou e se fez de sonsa: no que? Eu: se vc não sabe, deixa p/ lá. E fiquei quieto olhando-a nos olhos.

Não sei quanto tempo passou, mas ela teve que quebrar o silêncio: Sim pensei. Eu: E qual é a resposta? Ela: já me imaginei lá com vc! Eu pensei comigo, pronto! Está no papo! Eu perguntei de novo: vc já fez isto mais de uma vez? Ela: já, em todas as vezes que consegui ouvir!

Eu estava radiante por dentro, mas não queria demonstrar. Continuei: Já transou com meu sobrinho depois que está aqui pensando em mim? Ela: já. Eu: deu o cuzinho p/ ele, me imaginando te comendo? Ela ríspida: não dou atrás, não sou deste tipo de mulher! Eu: que tipo de mulher se refere? Ela: que faz essas coisas!

Eu: p/ mim o único tipo de mulher que descreveu é o tipo mal amada e que não descobriu realmente o que é o prazer e nunca gozou com plenitude. Ela: Dói muito, além de ser errado! Eu: Se fosse errado uma mulher casada não faria e não está escrito isto em lugar nenhum, é coisa da cabeça de gente atrasada e frustrada.

E continuei: A dor é provocada pela inexperiência do parceiro, vc já ouviu minha esposa gemendo? Ela: já! Eu: vc acha que é de dor ou prazer? Ela: acho que é de prazer. Eu: vc pode até saber alguma coisa em relação a sexo, mas te garanto que vc não sabe o que é gozar com plenitude, pelo prazer proporcionado por um homem experiente e que sabe como tratar e proporcionar satisfação a uma mulher.

Ela ficou calada pensando, meu pau continuava duro, ela olhava p/ baixo e p/ ele, eu continuava quieto até que ela me surpreende: Mas querer não é poder! Eu retruco na lata: Quem disse que não? Ela reagiu: vc é doido? Já pensou se nos pegam? Pensei: opa, ela já considera me dar, já pensa na possibilidade de nos pegarem transando.

Eu queria ter certeza, então passei a provocá-la e testá-la: vc já percebeu que sinto um grande tesão por vc? Ela sorrindo: Já! Eu: quando percebeu pela primeira vez? Ela: quando me abraçou a primeira vez, senti seu pau me apertando. Eu: vc sente tesão por mim? Ela: no início não, pois não te conhecia e vc é Tio do meu namorado e é casado, mas após ouvir a “Tia” gemendo com vc passei a ter!

Eu continuei: vc se masturba? Ela envergonhada: sim! Eu: quando foi a última vez? Ela titubeou, mas respondeu: ontem à noite, depois do que vc me falou aqui na cozinha. Eu: O que vc imaginou enquanto se masturbava? Ela: vc me comendo. Eu: onde? Ela: no seu quarto. Eu: alguém assistia? Ela surpresa: lógico que não! Tá doido? Eu fingindo estar surpreso: vc nunca transou com plateia? Ela definitiva: não! Eu: Ih boba, não sabe o tesão que dá!

Como teste final falei: te acho muito gostosa e vou te tratar como você merece e anseia, faço vc gozar e sentir prazer como nunca imaginou que sentiria ou poderia. Ela ficou calada me olhando e continuei: te acho muito gostosinha, mas agora eu quero ver seu seio, sem a blusa atrapalhando.

Ela fingindo me recriminar: não, alguém pode ver. Eu: estamos sozinhos, dá p/ ouvir as portas, se vc já tivesse mostrado já teríamos acabado. Ela ficou quieta um pouco, eu já achava que ela não faria, mas ela me surpreendeu e em silêncio baixou uma das alças da blusa do baby doll até que o seio aparecesse.

Que visão linda eu tive, era exatamente como pensei, de médio a pequeno, branquinho, auréola e mamilos rosinhas, pequenos, proporcionais ao tamanho, tipo pera, durinhos, com uma linda marca de biquini. P/ incentivá-la eu elogiei: nossa, que lindo! É muito mais bonito do que eu havia imaginado. Ela levantou a alça e eu sentei com as pernas cruzadas na cadeira, isto fez com que a cabeça do meu pau aparecesse pela perna do short do pijama.

Ela ficou olhando e deu um sorrisinho safado, deixei a vista um tempo p/ que ela visse o que a aguardava. Voltei à posição normal guardando-o e perguntei: e vc? gostou? Ela: não vi muito, mas achei mais grosso e cabeçudo que o do meu namorado. Eu respondi: fica tranquila, é do tamanho certo, te preencherá por inteira, sem dor ou incômodo, só com prazer.

Nisto ouvimos o barulho da porta de um dos quartos, mudamos a conversa e pouco tempo a seguir minha esposa chegou p/ tomar café, dei-lhe o beijo de bom dia junto com uma mão boba na bunda e tudo transcorreu como se nada tivesse acontecido.


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario voyspmen

voyspmen Comentou em 12/01/2016

nossa q tesão, queria estar no seu lugar, votado, vou esperar ancioso o proximo. abraços

foto perfil usuario pedrovasconcelos

pedrovasconcelos Comentou em 11/01/2016

Que beleza de conto. Continua. Fode-a. Votei.




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


10805 - Surubão I - sacanagem planejada e executada c/ ela - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 8
10806 - Surubão II - uma sacanagem imprevista e deliciosa - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 6
11436 - Surubão III - Feitiço contra o feiticeiro - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 4
11728 - Paguei um travesti c/ 23cm e fui muito bem comido - Categoria: Travesti - Votos: 9
14340 - 2 bi + 1 gay = suruba e sacanagem no fds I - Categoria: Gays - Votos: 13
14341 - 2 bi + 1 gay = suruba e sacanagem no fds II - Categoria: Gays - Votos: 9
14368 - 2 bi + 1 gay = suruba e sacanagem no fds III - Categoria: Gays - Votos: 8
17174 - Revivendo a adolescencia 25 anos depois - Categoria: Gays - Votos: 15
20735 - Revivendo a adolescência 2 - Categoria: Gays - Votos: 8
28250 - Muita putaria na sauna - realizando os desejos - Categoria: Gays - Votos: 11
58710 - Paguei por 24cm de pica! Uma loucura!!! - Categoria: Gays - Votos: 31
65519 - Provoquei, Seduzi e Comi meu sobrinho (1 de 2) - Categoria: Incesto - Votos: 32
65846 - Provoquei, Seduzi e Comi meu sobrinho (2 de 2) - Categoria: Incesto - Votos: 23
65958 - Meu Sobrinho 23 anos e Eu – Putaria de Sábado 1/2 - Categoria: Incesto - Votos: 14
66476 - Meu Sobrinho 23 anos e Eu – Putaria de Sábado 2/2 - Categoria: Incesto - Votos: 16
76974 - Meu sobrinho trouxe a namorada dele p/ eu comer 1 - Categoria: Heterosexual - Votos: 15
77173 - Meu sobrinho trouxe a namorada p/ eu comer 3 - Categoria: Gays - Votos: 18
77202 - Meu sobrinho trouxe a namorada p/ eu comer 4 - Categoria: Heterosexual - Votos: 11
77442 - Meu sobrinho trouxe a namorada p/ eu comer 5 - Categoria: Heterosexual - Votos: 21
78261 - Meu sobrinho trouxe a namorada p/ eu comer 6 - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 19
78792 - Meu sobrinho trouxe a namorada p/ eu comer 7 - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 15
79382 - Meu sobrinho trouxe a namorada p/ eu comer 8 - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 18
115724 - 25cm de travesti - Categoria: Travesti - Votos: 11

Ficha do conto

Foto Perfil Conto Erotico heitor30cwb

Nome do conto:
Meu sobrinho trouxe a namorada p/ eu comer 2

Codigo do conto:
77104

Categoria:
Heterosexual

Data da Publicação:
11/01/2016

Quant.de Votos:
17

Quant.de Fotos:
0


Online porn video at mobile phone


sexoanal loira anikka senta tudo em pau grande egrossoQuadrinho erotico os sex mencontos herotico taduendono cu da sobrinha conto eroticocontoseroticos minha mulher de o cuzinho para o capataz roludoas travestestis mas do rabao do bumbum mas linxocontos eroticos crentinhas virgemconto erotico minha esposa esperimentou a pica do negao e voltou pra casa arrombada eu vi fotoscontos eróticos de faxineirascontos com fotoscfm casadasvidiu meninas qui viumara iscomdido sexoQuadradinho erotico conto 2006meu sogro me comeu contos eroticosdominando com hipnose tesudaContos erotico corintiano enteado como empregadaconto erotico morador de ruaultimos contos sadocontod eroticos pai mamae nim cumeuConto erotico com jebão com fotoszoofilia a chapeuzinho vermelhoasanhada pegou meu Pintomilf+toons+brasilconto erotico coloquadrinhos porno corneando o vovoshoptxt.ru контент из удаленых сайтовcontos eroticos minha filha e eu vamos para as boates para dar e o corno do meu maido vai junto para verconto erotico perdi mulher em jogoconto erotico desenho animadoxoxotas em perigo cabaçoconto meu amigo comeu minhaesposa a forçaamadores pauzudoscontos eroticos filhinho melecando a mao da maeperfil erotico p conversarcontos gays com bombeiros eletricistascontos de grelos enormes gozando encaixadinhos num sabao gostosocontos eroticos fantasias de observarcontos eroticos meu padrasto me comeu com seu pauzaoContos porno Japonês dotadao rasga o cu de homem casado.desenho hentae vendo o pau do mendigo em minha portacontos eroticos veridico sendo fodida por um roludocontos ertico estrupo cavalowww.contos minha nifetinha no incestoconto erótico forçada despedida de solteiracontos eroticos gay perdendo cabacofui com minha esposa no clube de swing virei mansoconto erotico diretora e novinhafotosexo quadrinho mae filhoContos eroticos sobrinho hiper dotados comendo as tias e madrastaMeninas novinhas virges seno pegata a foca para fudenocontos com fotoscfm casadasquadrinhos sexo Amanda, brincando com vovoconto erotico criada no sitioContos eroticos gays irmao pai e tio dotados trasandonovinha aosgrito cem aguetar hdcontos fotos coroa tarado em cu santo andreconto erotico o bombeirocontos eroticos ensinando o garotinho a dirigircanto erotico com boceta vermelinhaContos erotico de incesto putaria entre familia em gang bang no sitioconto gay incesto irmãosContos eroticos casal vendo pintudo urinarcontos eróticos gay-meu tio tirou minha virgindadeconto erotico minha cunhada me viu de pau durocontos eroticosde esposadando pra outrojucely rabudacontos porno gay daniel e cirilo do carrosselminha sogra bucetudaJairo nego Magrinho tesão e dotado[email protected]conto de fodendo o cu de meu avô com a pica giganteconto de botei a novinha pra chora com a pica grande no cuconto esposa ja transava com meu amigocontos eroticos filho Rodrigowww.bucetadeamanda.com.brquadrinho erotico putas menagecontos de esposa de corno mansoConto erotico primaconto erotico-encoxadacabeça da rola do cavalo cogumelo - zoofiliacontos eroticos alivieicontos erotico cheirei a calcinha de renda da irmaconto erotico marido leva esposa para o crioulomeu chefe tesao sexo prazer contoMeu pai encinou meu namorado a fuder minha buceta conto erotico parte final사정conto erotico carla swing traiçao[email protected]cõntos eroticos viado encoxado na conduçoconto pica ni cu da minha filha cabacotroca de casal contossou amante do meu padrasto em contossexo com çdu filho novinho conto eroticoeu e minha tia solteira na seca na casa de praia contoscontos pai tetanndo ver calcinha da de perna entre aberta