ARROMBEI A BUCETA DA FILHA E DEPOIS DE SUA MÃE


Click to this video!


Eu Roberto, 55 anos, branco, solteiro e vou lhes relatar o fato acontecido entre eu, minha amiga Suzana, 23 anos, branca, 1,68 cm altura, uns 59 kg.
Sua mãe Judite, desquitada, 59 anos, branca, 1,65cm altura, uns 63kg e as duas são realmente atraente, gostosa e sabem foder com um homem espetacularmente.
Suzana e sua mãe residem sozinhas em uma casa não muito distante de onde eu moro, um final de semana jogando bola e Suzana assistindo junto com uma amiga nossa, demonstrou seu interesse por mim e pediu para amiga vir falar para mim que ela gostaria de conversar comigo.
Terminamos nosso jogo de futebol, fui até elas para nos conhecer e marcamos o encontro para mesma noite e me deu seu endereço.
A noite fui a sua casa, conheci sua mãe e ficamos conversando nós três ate acho que 23;00hs, falei que tinha que ir para minha casa por já estar cansado de tantas perguntas que sua mãe me fazia, só faltou me perguntar se eu estava de cueca.
Me despedi de Judite e Suzana fui me acompanhar ate o portão, me despedi com beijinhos em seu rosto e ela me falou que não era assim que queria.
Me abraçou e beijou minha boca no beijo longo, seu corpo colado ao meu sentia seus seios e sua buceta roçando meu corpo.
Começamos a namorar e quase todas as noites eu ia a sua casa, sua mãe nos deixava super a vontade pois eu a chegar, ela me cumprimentava e já se recolhia para seu quarto e não mais saia, para ajudar ela tinha problema de audição e sua televisão no quarto era volume alto.
Suzana aos poucos foi se soltando com as caricias e carinhos que lhe fazia que ela se mostrou uma excelente boqueteira.
Quase todas as noites que eu ia lá, era só sua mãe ir para o quarto que Suzana tirava meu caralho de dentro da calça e caia de boca, chupava muito bem me dando muito prazer e fazendo eu gozar dentro de sua boca que bebia toda minha porra.
Passei a chupar sua bucetinha e seios fazendo a gozar deliciosamente em minha língua, como já me sentia mais seguro de sua mãe não sair do quarto mesmo com a casa caindo, passamos a nos chupar em sua cama no quarto que era muito mais delicioso e perigoso.
Várias vezes tentei foder sua bucetinha, mais ela não permitia por dizer eu ter um caralho muito grande, grosso e ela tinha medo de machuca-la.
Uma determinada noite, a convidei a ir em restaurante perto de sua casa para saborear algum prato da casa e beber algo.
Ela aceitou e lá fomos nós, Suzana não comia nada e pedia uma bebia doce, logo começou a falar mole que o melhor fui eu pedir a conta e leva-la para sua casa.
Entramos em sua casa com ela falando em tom alto, pedia para ela não fazer assim para sua mãe não levantar, mais não tinha como faze-la falar baixo.
Falei para ela parar porque caso contrario eu iria embora.
Suzana começou a chorar e pedir para eu leva-la ao banheiro e coloca-la sem roupa em baixo do chuveiro.
Mesmo com medo de sua nos pegar no flagra, tirei toda sua roupa e era a primeira vez que eu via seu corpo maravilhoso inteiro nu.
A coloquei em baixo do chuveiro com agua morna, ficou ali por alguns minutos e meu caralho esta duro mesmo com aquela situação.
Suzana fechou a agua do chuveiro, peguei uma toalha e sequei seu corpo macio a levando para seu quarto deitando-a na cama.
Dei um beijo na boca dela dizendo que eu ia me embora e no dia seguinte conversaria com ela.
Ela segurou com uma mão meu caralho duro, levei um susto com ela dizer que queria que eu fode-se sua buceta.
Eu não pensei na sua mãe no quarto ao lado, se ela ia aguentar meu caralho dentro de sua buceta e já tirando toda minha roupa, a ajeitei melhor na cama, abri suas pernas e senti sua buceta molhada e escorregadia de seu gozo, meu caralho também super lubrificado, meti gostoso em sua buceta.
Suzana rebolava muito e gostoso, não gritava porque eu colei meus lábios ao dela tocando nossas línguas e fodi com muito prazer e tesão sua buceta.
Chupei seus seios com minha mão na boca dela, meti meu dedo no seu cuzinho e gozei uma, duas e três vezes dentro de sua buceta.
Ficamos deitando juntinhos por mais alguns minutos que quando sai de dentro dela, não sei se tinha dormido ou desmaiado porque eu a chamava para fechar a porta da sala e não tinha resposta.
Eu não sabia ao certo o que fazer, agora o medo e desespero tinha me despertado do perigo que estava correndo.
Chamar a mãe nela nem pensar, fechar a porta com a chave pelo lado de fora e colocar a chave para dentro por debaixo da porta, não era possível por não ter espaço.
Sem ter outra opção, fechei a porta só no trinco e fui para minha casa e isso já devia ser mais de 3;00hs da manha.
Fiquei preocupado e quase nem dormi o resto da noite, já no decorrer do dia na parte da tarde, resolvi ligar para casa de Suzana e saber se ela estava bem. Quem atendeu o telefone foi sua mãe Judite.
Perguntei pela Suzana, ela me disse que ela não estava mais que ela Judite precisava muito conversar comigo, de preferência sem a presença da filha no horário que eu pudesse ir ate lá.
Preocupado, disse que iria de imediato já que ela desejava conversar comigo.
Cheguei lá e esta mulher abriu a port para eu entrar e quando já dentro de porta fechada, ela partiu para cima de mim com os punhos fechado me socando.
Ela socava e dizia que eu não prestava, que não devia ter feito o que fiz com sua filha e que eu ia pagar muito caro pelo o que fiz.
Pedi para ela acalmar e chamar sua filha para juntos relatar o acontecido.
Judite me falou ter mandado a filha para fazenda de sua irmã na qual passaria alguns meses lá.
Ela dizia que trai a confiança dela, ela tinha visto a mancha no lençol branco da cama da filha, que isto significava que eu tinha mantido relação sexual com sua filha.
Fala e me batia que eu já no desespero sem ter para onde correr ou dizer. Parti para o tudo ou nada.
Segurei a cabeça de Judite lhe dando longo beijo na boca com minhas mãos tocando seus seios, ela foi aos poucos se acalmando e correspondendo ao beijo e toque nos seus seios.
Ela me abraçou e agora era ela quem me abraça apertando contra seu corpo, rebolava, gemia e tocou meu caralho com sua mão o fazendo endurecer.
Judite falou que agora ia ver se eu era bom mesmo para foder, pois tinha que provar isso a ela metendo meu caralho nela.
Dali já me levou para o banheiro em seu quarto, tirou toda minha roupa e ao ver o meu caralho duro em sua mão, abriu a boca dizendo que era muito grosso, grande mai se sua filha aguentou, ela também aguentaria tudo dentro dela.
Ela parecia alucinada me beijando, chupando o pescoço, arranhando minha costa e me levou para sua cama sem me secar.
Cai molhado em sua cama com ela já colocando meu caralho em sua boca me fazendo uma deliciosa gulosa me levando ao primeiro gozo.
Trouxe ela para junto de mim, beijei sua boca que ainda tinha minha porra, abri suas pernas e caia de boca na sua buceta de pelos um pouco branco.
Judite rebolava com minha língua dentro de sua buceta e implorando para meter meu caralho dentro dela para arromba-la.
Atendi ao seu pedido metendo com força dentro da sua buceta meu grosso caralho fazendo gritar, não sei se de dor ou prazer, mais gritava me apertando contra ela com suas pernas cruzada sobre a minha.
É difícil dizer quem metia melhor, se a filha ou sua mãe, só sei que Judite me fez gozar como um cavalo com meu caralho todo atolado dentro dela.
Transamos algumas vezes neste dia gozando muito com tudo que era de direto, ate seu cu ela deixou eu foder mesmo com ela sentindo dor, mais não me deixou tirar de dentro nem um segundo ate eu encher seu cu de porra.
Fodemos ate eu ficar largado, porque por ela foderia mais vezes seguidas.
Judite acabou depois de alguns meses o meu relacionamento com sua filha e a trouxe de volta, só tinha uma exigência por parte dela.
Eu tinha que foder com ela sempre sem sua filha saber e isto foi feito sem problema.
Espero que tenham gostado e é verídico este relato, claro que os nomes não são esses, mais no restante eu procurei ser mais detalhista o possível.
GRATO PELA ATENÇÃO
BEIJOS E ABRAÇOS
RAFAEL MUNHOS
Foto 1 do Conto erotico: ARROMBEI A BUCETA DA FILHA E DEPOIS DE SUA MÃE

Foto 2 do Conto erotico: ARROMBEI A BUCETA DA FILHA E DEPOIS DE SUA MÃE

Foto 3 do Conto erotico: ARROMBEI A BUCETA DA FILHA E DEPOIS DE SUA MÃE

Foto 4 do Conto erotico: ARROMBEI A BUCETA DA FILHA E DEPOIS DE SUA MÃE

Foto 5 do Conto erotico: ARROMBEI A BUCETA DA FILHA E DEPOIS DE SUA MÃE


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario kzdopass48es

kzdopass48es Comentou em 08/10/2016

Delicia de mulher! Betto




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


85120 - EU E MINHA PRIMA FODIDO POR DOIS PRIMOS - Categoria: Incesto - Votos: 17
85863 - UMA NOITE DE MUITO PRAZER COM AS TRAVESTIS - Categoria: Travesti - Votos: 17
86419 - A MINHA EMPREGADA CINQUETONA - Categoria: Coroas - Votos: 11
86711 - TITIA GULOSA E FAMINTA POR ROLA - Categoria: Incesto - Votos: 9
86976 - MINHA PRIMA PUTINHA E O MARIDO COMEDOR DE CU - Categoria: Incesto - Votos: 18
87186 - MINHA SOBRINHA SAFADINHA - Categoria: Incesto - Votos: 8
87273 - DEI MEU PARA DOIS CARALHUDOS - Categoria: Gays - Votos: 9
87398 - METI NA ROSANA E FUI COMIDO POR SUA MULHER - Categoria: Lésbicas - Votos: 12
87565 - MINHA INICIAÇÃO NA ZOOFILIA - Categoria: Zoofilia - Votos: 13
87567 - FODIDO PELO CACHORRO E PELO SEU DONO - Categoria: Zoofilia - Votos: 13
87605 - FUI A PUTINHA DE MINHA AMIGA TRANSEXUAL - Categoria: Travesti - Votos: 16
87644 - ELA DEIXOU EU TIRAR A VIRGINDADE DE SEU CU - Categoria: Virgens - Votos: 5
87725 - FUI TRABALHAR PARA MIM E NOS TORNAMOS AMANTE - Categoria: Fantasias - Votos: 5
89041 - INVERSÃO DE PAPEL COM MINHAS AMIGAS - Categoria: Fetiches - Votos: 6

Ficha do conto

Foto Perfil rafaelmunhos
rafaelmunhos

Nome do conto:
ARROMBEI A BUCETA DA FILHA E DEPOIS DE SUA MÃE

Codigo do conto:
86796

Categoria:
Fantasias

Data da Publicação:
24/07/2016

Quant.de Votos:
8

Quant.de Fotos:
5


Online porn video at mobile phone


contos de sexo com o entregador de gascontos eroticos guardetes noturna trepandoconto erotico primeira gozadaconto erotico com fotos novinha de natal rn com marido bidei a meu filho e gozei muitohistorias porno desenhosAlizada no metro pelo filho hq hentaicontos gostava de mamarna pica do padastrocontos eróticos papai meu amorconto erotico sogra bundudaA vez da carla sentir a rola GG do meu primo ahhh ahhh. Contos eroticosquadrinhos porno gay dbztroca de esposas no sitio do vizinho contos eroticos com fotos de sexowww.conto erotico tia e sobrinho porno.comContos eróticos de incesto e orgia com o papai o vovo e com os meus irmao na fazenda do vovo pauzudoquadrinho eróticos chantageando minha titia contoPresente pro meu corno.conto eróticohomens chupando bucetas com frutas e chantillyconto erotico irmaos ensinando amaninha crenteMulheres que traem marido de itapipoca ceconto erotico buceta depiladafotos de infermeira com buceta molhada ao ver pau em quadrinhosmulhermaravilhatransandohentaiHertaisexo em quadrinhoscontos eroticos sentada no colo do.velhocontos erotico porno traicao incestocontos eroticos de gari de rola grande e grossaQuadrinhos eroticos irma querendo transaramantes de buceta mozconto de casal na dpContoerotycoHomem iniciando virgem curiosa contos eroticospalminhas conto eróticosMilftoon esposa sendo comida pelo patraoabri as pernas da Amadora e botei o pau todo na buceta delaPenis porno no banheiroContos eroticos empresidiosoutra chance parte 3contos eróticos gay taxiúltimos contos eróticos gayconto minha primeira chupadaSexoincestocontosquadrinho erotico pai fudedo com a filhaconto porno ela nao quis mais enfiei mesmo assimquadrinhos porno a medrosacontos eroticos de comeram minha esposacontos eroticos com fotos de dentistas com fotosconto erotico bicomendo gostoso a mãe contos eroticosBruto conto gayconto erotico coroinha sendo estuprado pelo padreconto gay papaku fode o bombadão saradoficou enpenhada e foi estrupada xvideojaqueline massai fazer sexominha enteada novinha de fio dental na praia com sua mae e eu contosesfregacao de rola contos amigos punheteirosFts de bucetas grandes fazendo volume no shortwww.relato erotico de corno e sua putinha com dotado.com.brconto erotico chantagemdei ocu para o meu padrinhofamilia favela mulher dondo o cusinhocoroa dotado peludocontos eroticos gay meu tio de dezessete me comeu bebado quando eu tinha oito anoscontactpromo.ru contosO cunhado pirocudo hqcontos eroticos apostei minha mulhercontos gay banheiro publico brasiliaflagas de homens acompanhado e outra mulher de saia sem calcinha provocando 2017 fuder com eleultimos contos sadoo amigo negro do meu filhocontoprofesoracontos eroticos eu e minha primaConto erotico dentista mete gay afeminado com calcinha