FIM DO NAMORO


Click to Download this video!


MEU NOME é Gustavo / IDADE: 28 anos / ALTURA: 1,85 m / ROSTO: bonito / CORPO: gordinho / COR: branca / PROFISSÃO: subgerente em tecnologia da informação / PERSONALIDADE: sério, tímido, estudioso.

MINHA NAMORADA é Jenifer / IDADE: 21 anos / ALTURA: 1,72 m / ROSTO: bonita / CORPO: magrinha, seios pequenos, bunda pequena e empinada / COR: branca / PROFISSÃO: vendedora de loja no shopping / PERSONALIDADE: simpática, adulta, quieta (dissimulada).

MINHA EX-MULHER é Michelle / IDADE: 27 anos / ALTURA: 1,42 m (muito baixinha) / ROSTO: linda, carinha de safada / CORPO: bunduda, sarada de academia, com silicone nos seios / PROFISSÃO: gerente loja no shopping / PERSONALIDADE: extrovertida, exibida, safada, sensual, ninfomaníaca, infiel.

RECAPITULANDO: Michelle foi minha primeira namorada. Começamos a namorar em 2006, quando éramos vendedores numa loja de roupas no shopping. Eu tinha 18 anos e ela, 17. Só descobri que era corno em 2011, mas os chifres começaram desde o início do nosso relacionamento. Durante 10 anos de relacionamento com Michelle (namoro – noivado – casamento) eu descobri e perdoei muitas traições. Soube de 628 traições com 223 homens diferentes, e esse número pode ser ainda bem maior. Muitas dessas traições eu relatei aqui no site. De início, ela tentava me trair escondido, como todas as mulheres fazem. Mas depois ela percebeu que eu não tinha coragem para tomar nenhuma atitude. Então, ela passou a me trair descaradamente, até mesmo me humilhando na frente dos amantes. Eu realmente era louco por ela, e jamais conseguiria pedir o divórcio.
Na festa de fim de ano (2015) do meu trabalho, Michelle conheceu um funcionário subalterno (eletricista) chamado Joel, um mulato, magro, sarado, muito mais alto que eu (quase 2 metros) e muito bem dotado (ela disse 25cm). Ela me traiu com ele por 2 ou 3 meses, e o pessoal do trabalho ficou sabendo. Passei a ouvir piadinhas nos corredores, principalmente dos funcionários inferiores (eletricistas, ajudantes, vigias, faxineiros, etc.). Os idiotas pensavam que eu não sabia que era corno e que não entendia que eles estavam me sacaneando bem na minha cara. É claro que eu sabia que o Joel estava enfiando 25 cm de rola na minha baixinha. Eu só não podia admitir que sabia. Tratei de arrumar uma transferência para São Paulo (e ainda fui promovido). Eu só voltava para casa no Rio de Janeiro nos fins de semana, para ver Michelle.
No início de junho de 2016, nosso casamento acabou. Michelle me deixou para ficar com um fisioterapeuta, um homem branco de 30 anos, muito sacana, viciado em sexo (swingue, ménage, orgias), bonitão, sarado, boa situação financeira, com uma rola de 24 cm e bastante alto. (Ela é baixinha de menos de 1 metro e meio de altura, mas só gosta de homens muito altos por causa do tamanho do pau deles. Esse fisioterapeuta já foi jogador de vôlei.) O relacionamento não durou muito porque Michelle descobriu que ele era bissexual. (Ela adora putaria, mas detesta viadagem!) Com o fim do casamento, fiquei sabendo que minha família toda sabia que eu era corno e não me dizia nada. Soube inclusive que fui corneado pelos meus 3 primos, pelo meu tio, pelo compadre e pelo afilhado do meu tio. A partir daí, decidi evitar contato com meus parentes, inclusive com meus pais.
Em 20/08/2016, fazendo uma rápida visita ao Rio de Janeiro, conheci Jenifer. Ela trabalha no mesmo shopping de Michelle, e acabaram ficando amigas, saindo juntas, indo para baladas etc. Eu vinha ao Rio nos fins de semana para vê-la. Começamos a namorar (eu já estava a mais de 2 meses sem sair com ninguém), mas só rolou sexo no terceiro fim de semana (03/09/2016). Fomos a um baile funk, eu, Jenifer, Michelle e seu amigo Hugo (um negão, jogador de basquete na Venezuela, de férias no Rio, dono de uma rola de 22 cm). Depois do funk, fomos ao motel, e depois disso, fomos para o apartamento da Michelle. Eu tirei um cochilo antes do almoço, e, enquanto isso, a baixinha incentivava Jenifer a me trair com o negão. Minha namorada gemeu tanto na piroca do gigante que nem sei como eu não acordei com o barulho. Michelle ainda filmou essa traição e me enviou pelo whatsapp, 2 dias depois, quando eu já estava de volta em São Paulo. Foi muito ruim descobrir que fui corno poucas horas depois da nossa primeira noite de sexo. E com a ajuda da minha ex-mulher, que já me corneou tantas vezes!!! Então perguntei ao amigo leitor o que eu devia fazer. E agradeço as muitas respostas que recebi.

NOVIDADES: Jenifer não sabe que eu sei da traição. Eu precisava de tempo para pensar. Se eu fico com a Jenifer, provavelmente continuarei sendo corno. Se eu termino com ela, provavelmente vou ficar muito tempo sem fazer sexo de novo. (Nunca fui muito bom em conseguir namoradas e já estava quase 3 meses sem fazer sexo.) Então, no fim de semana seguinte (10-11/setembro), inventei uma desculpa e não apareci. Michelle me contou por telefone que Jenifer saiu com ela nas noites de quinta e sábado e acabou dando uns beijos em 2 rapazes que conheceu, mas não quis sair com nenhum deles. Não rolou sexo, ficou só nos beijinhos mesmo. Michelle perguntou por que ela não quis fazer sexo e ela respondeu que (nem o de quinta-feira nem o de sábado) não pareciam ser bons de foda. Eram só bonitos, mas não tinham pegada. Michelle então perguntou se ela preferia os homens bonitos ou os bons fudedores, com pirocas grandes como aquela do Hugo. Jenifer respondeu (e a baixinha fez questão de me contar) que sempre gostou de namorar os homens bonitos, e que só não ficou com nenhum desses porque está namorando comigo (e olha que eu não sou bonitão, sou até meio gordinho!). Mas que nunca tinha saído com um homem dotado, safado, bom de foda que nem o Hugo. Aquela foi a primeira vez, e ela adorou. Se ela pudesse ter as duas coisas num homem só, seria o ideal, mas se pudesse ter os dois, um para namorar e o outro para fuder, também seria muito bom. Ela fez Michelle jurar que nunca iria me contar sobre essas traições. É claro que a diabinha jurou. Para meu alívio, o negão jogador de basquete já tinha voltado para Venezuela, senão, provavelmente ela teria fudido com ele de novo.

Na dúvida se continuava a ser corno ou não, o destino deu uma ajudinha. Naquela semana (12/09/2016), a empresa onde trabalho foi incorporada por outra multinacional e fez uma série de mudanças nas chefias. O resultado é que fui transferido novamente para o Rio de Janeiro. Sei que vou ter que ouvir piadinhas sobre corno pelos corredores do trabalho (de novo!). Conversei com Michelle sobre a venda do apartamento e ela me convenceu a voltarmos a morar juntos. Só que dessa vez não seríamos marido e mulher, mas apenas amigos. Cada um dorme num quarto separado. Eu não quis aceitar logo de início, mas precisava de um lugar para morar imediatamente, pois a empresa me deu apenas aquela semana para providenciar a mudança. Michelle ainda deu a entender que de vez em quando poderíamos fazer sexo sem compromisso. Aí eu acabei aceitando a idéia. Fuder Michelle, ainda que seja uma vez por mês, é melhor do que nunca mais fudê-la. É a melhor foda que um homem pode ter na vida. Aceitei o convite e me mudei de volta para o Rio no dia 16/09/2016. Decidi continuar com a Jenifer por mais um tempo, para ver no que dá. Michelle se encarregou de convencê-la que não havia nada de mais no fato de a gente dividir o mesmo apartamento como simples amigos. E Jenifer aceitou numa boa, nem ficou com ciúmes. Será que ela acha que eu não tenho nenhuma chance de comer a minha ex-mulher? Não tenho chances de competir com os vários amantes dotados dela? Isso eu não sei.

Michelle passou a dormir no outro quarto (que era meu escritório), porque eu não abri mão do quarto com ar-condicionado. Ela levou a cama de casal para o quarto dela, e eu montei a cama de solteiro para mim. Ainda dividimos o mesmo guarda-roupa, que fica no meu quarto. É uma tentação ver a baixinha sair do banho apenas de roupão ou enrolada na toalha e entrar no meu quarto para pegar uma roupa para vestir. Tem vezes que ela fica peladinha na minha frente e diz com cara de safada: “Ah, desculpa. É força do hábito. Esqueci que não somos mais casados”. É claro que eu tentei agarrar a putinha todos os dias da primeira semana, mas ela não deixou. Disse que estava usando uma pomada que a ginecologista havia mandado, e que só poderia fazer sexo na semana seguinte. Mesmo assim eu continuei tentando em vão. O jeito foi matar meu tesão com a Jenifer. Passei a fuder quase todos os dias. (Quando era casado, eu fudia 1 ou 2 vezes por semana, às vezes ficava 15 ou 20 dias sem fuder.). Foi até muito excitante fuder a Jenifer no quarto, sabendo que Michelle estava no outro quarto ouvindo tudo sem poder fuder por causa da maldita pomada.

Na noite de domingo, 25/09/2016, chegamos em casa (eu e minha namorada) lá pela meia-noite. Ouvimos vozes no quarto da baixinha. Havia um homem com ela, mas eles apenas conversavam. Fiz sexo com Jenifer mais uma vez, e caprichei o máximo possível. Queria que todos escutassem os gemidos da minha namorada, embora nem se comparem com o escândalo que Michelle faz quando está fudendo. Depois, fomos dormir. Acordei cedo e fui trabalhar, deixando Jenifer na cama dormindo, porque ela só trabalha às 14 horas no shopping.

Na quarta-feira (28/09/2016), Michelle estava de folga. Eu cheguei do trabalho e ela estava deitada no sofá, vestindo um babydoll minúsculo e muito sensual (desses comprados em sexshop). Eu fiquei louco de tesão e avancei sobre ela. Michelle me conteve:
– Ô, pode parando! Que fogo todo é esse? Sua namoradinha não dá conta não? – a putinha me empurrou.
– Claro que não. Ela não tem esse corpo gostoso que você tem. Ela não sabe fuder como você sabe – respondi completamente descontrolado com o tesão a 1000!
– Ah, não sabe não? Não é bem isso que eu tenho ouvido por aí. Pelo que eu sei, sua namorada sabe fuder muito bem – Michelle disse com aquele olhar tão malicioso, tão diabólico que chegou a esfriar meu tesão.
– Você tá falando isso só por causa daquele dia com o Hugo. Você mesma falou que ela é fraquinha pra fuder. Agora fica inventando história – eu disse para tentar disfarçar minha preocupação.
– Naquele dia do Hugo ela tava meio tímida. Mesmo assim, a safadinha gozou muito e várias vezes no pau dele. Mas eu não tô falando disso não. Tem outra história da sua namoradinha que você não sabe.
– Se você sabe de alguma história, então conta – eu disse já completamente sem tesão (fui sentar no outro sofá).
– Não sei se devo te contar não. Eu já te disse várias vezes que essa sua namoradinha é uma safada, fingida com cara de santinha, e você não acreditou em mim. Eu tive que filmar ela te colocando um chifrão na testa pra você começar a acreditar – Michelle me disse com tom de irritação e vingança.
– Eu não acreditava porque achava que você tava com ciúmes. Agora eu já vi que era verdade – respondi.
– Ah! Ciúme, eu? Até parece. Eu tava vendo que você ia fazer uma besteira, querendo vender o nosso apartamento pra montar casa pra primeira esperta que você conheceu. Aquilo lá só tem cara de santinha. Aquilo não vale nada. É pior do que eu. Pelo menos eu assumo que sou safada. Tenho cara de safada, corpo de safada. Ela fica fingindo que é quietinha, boazinha, mas por trás, é mais puta que todo mundo – Michelle explodiu de vez, de tanta revolta.
– O que você sabe? Fala logo. Ou tá só inventando história – provoquei ela porque eu queria desesperadamente saber o que a deixou assim tão irritada.
– Inventando? Ah, Gustavo, deixa de ser trouxa! Eu não sei não, acho que você gosta mesmo é de ser corno. O que você sente quando recebe um chifre? Você fica excitado? Te dá tesão saber que tem outro homem fudendo sua namorada?
– Quem tá fudendo minha namorada? Fala!
– Você não conhece. O nome dele é Victor, mas todo mundo chama de Vick.
– E como é que você soube? – perguntei.
– Ele mesmo me contou. A gente ia sair hoje, mas aí ele me contou isso, eu acabei desistindo.
– Ah, peraí, Michelle. Isso não tá fazendo sentido nenhum. Pra que ele ia te dizer isso, se ele quer sair com você?

Eu quase me convenci que era tudo mentira, mas Michelle me explicou que esse tal Vick é um amigo que ela começou a sair com ele em agosto. É um rapaz bonitão, de 24 anos, que parece o Bruno Gagliasso, só que não é baixinho, é até um pouco mais alto que eu (eu tenho 1,85), com físico saradão. Eles já fuderam cerca de 2 ou 3 vezes, mas sem compromisso. Ela conta para ele que está saindo com outros homens e vice-versa. Não rola ciúmes, só amizade. Então, teve um dia que Jenifer o viu no shopping, conversando com Michelle e ficou impressionada com a beleza do rapaz, e comentou com a amiga. Jenifer não entendeu porque Michelle não queria namorar sério com o bonitão. Chegou a dizer que se fosse ela, não deixaria um homem daquele escapar de jeito nenhum. Então o que a mente diabólica da baixinha imaginou?

– Eu sabia que você ia sair cedo pro trabalho e ia deixar a Jenifer dormindo no seu quarto. Então eu combinei com o Vick que ele ia dormir no meu quarto e eu ia sair cedo também pra academia. Então ele ia ficar sozinho com a Jenifer no apartamento. Aí, era por conta dele. Ele só tinha que me contar tudo o que aconteceu. Se rolou... Se não rolou... Enfim, tinha que me contar tudo – ela me contou.
– Você fez tudo combinado com ele? Então porque ficou irritada quando soube? – perguntei.
– Eu fiquei irritada com a cara-de-pau dela. Essa garota é muito sonsa! – Michelle desabafou.
– Conta o que aconteceu – eu pedi, quase implorando de ansiedade.
– Então... Eu ouvi você sair às 6:30h, esperei mais um pouco e saí às 7:30h. Cheguei na academia cedinho. O Vick só levantou mais tarde, porque a preguiçosa da sua namorada não saía do quarto nunca. Então ele foi tomar um banho e ficou fazendo hora com a porta aberta, mas nada dela aparecer. Então ele saiu enrolado na toalha e foi para a cozinha fazer café. Foi aí que a Jenifer apareceu. Ela tomou um susto quando viu ele na cozinha. Ou fingiu que se assustou, né? Porque aquela ali é sonsa demais. Ela disse: “Ai, desculpa, eu pensei que fosse a Michelle”. Correu pra se esconder atrás da porta da cozinha, porque tava usando só de sutiã e calcinha. Ele riu e disse que não tinha nada de mais. Ele falou: “Eu também tô só de toalha. Aqui na casa da Michelle eu só ando assim, a vontade”. Ela foi tomar um banho enquanto ele fazia o café e as torradas. Quando voltou, a filha da puta tava vestindo o meu roupão. Agora você imagina aquela sua girafa magrela, daquela altura, vestindo o meu roupão que eu comprei na sessão infantil da loja. Vick falou que o roupão só cobria o essencial. Era só um dedinho abaixo da bunda. As coxas ficaram todas de fora. Quando ela sentou pra tomar café, ele falou que não viu a buceta dela por causa da toalha de mesa, que tampou tudo, senão daria pra ver. A sorte é que ela é magrela, senão não ia nem conseguir fechar o roupão. Agora você me diz como uma garota que se diz toda certinha pode usar um roupão que não cabe nela? Ela é muito fingida, sonsa!
– Tá, mas e aí, o que aconteceu.
– Depois que eles papearam bastante no café, ele foi lavar as xícaras na pia da cozinha. A preguiçosa da sua namorada continuou sentada. Ela veio depois, e disse: “Você esqueceu a faca e a colher na mesa. Pode deixar que eu lavo”. Aí a safada, sonsa, se meteu na frente dele e se debruçou na pia, encostando aquela bundinha magra no pau do Vick. Ele não pensou 2 vezes. Segurou ela por trás e começou a beijar o pescoço dela. Disse que ela não fez reação nenhuma. Virou pra ele e começaram a se beijar. Ele meteu a mão na buceta da sua namorada e disse que ela tava toda molhada, encharcada mesmo. A piranha não tava usando nem calcinha nem sutiã por baixo do roupão. Ela mesma arrancou a toalha e apertou o pau dele com força. Já tava duro igual aço. O Vick tava louco de tesão, porque dormiu junto comigo e nós não fizemos sexo. Minha pomada só acabou na terça-feira. Ele disse que ela chegou a comentar: “Ai, que bom! É grande e grosso. Ainda bem!”...
– E é grande mesmo? – não resisti em perguntar, interrompendo o que Michelle estava falando.
– É... Não chega a ser como o Hugo, mas é bem gostoso. Tá acima da média.
– Como assim, acima da média? Qual é a média?
– A média é maior que esse seu pauzinho. Dizem que a média é 15, 16cm. Acho que ele tem uns 19 ou 20cm, não sei bem. E até que é razoavelmente grosso, quase o dobro do seu.
– Ah, o dobro? Você tá de sacanagem! Não pode ser o dobro – reclamei na hora (é claro que ela estava querendo me humilhar).
– O dobro é exagero, mas é uns 2 dedos mais grosso que o seu. Isso, com certeza. É bem grosso mesmo. Só não é tão grande como eu gosto, mas é bastante bom. Se não tá acreditendo, pergunta pra sua namorada santinha. Ela adorou a piroca do Vick. Ah! E tua santinha gozou feito uma louca. Ela fala pra você que tem dificuldade pra gozar mas é tudo mentira. Com ele, a sonsinha gozou igual uma cachorra. Gozou no sofá, gozou na sua cama, gozou no chuveiro... Vick disse que mesmo quando o pau dele amoleceu quando ele gozou, ela mesmo assim sentou em cima dele e gozou com o pau mole dentro dela. É claro que o pau cresceu na hora e ela gozou de novo. Vai ver que o pau dele, mesmo mole, é maior que o seu.
– É, deve ser... – eu disse sem acreditar.
– E o pior é que eu combinei com ele que ia telefonar antes de chegar em casa, pra saber se podia entrar sem interromper nada. Deu meio-dia, eu já tinha ligado 4 vezes e nada dele atender. Eu almocei um sanduíche natural na cantina e só apareci em casa às 1 hora da tarde. Mesmo sem ele atender a porra do telefone, eu tinha que ir pra casa. Quando eu entrei em casa, ele tava se vestindo e disse que a Jenifer tinha acabado de sair. Eles fuderam das 8:30h até 12:30h . Ela fode assim contigo? Duvido! E quer saber do que mais? A sua namoradinha passou o número de telefone pra ele e disse: “Sempre que quiser repetir a experiência, me liga. Eu vou adorar”. Ele ainda perguntou pra ela: “Tem algum dia que você fica mais livre, sem namorado?” Ela disse que ele podia ligar qualquer dia, qualquer hora, que ela dava um jeito de enrolar o trouxa. Isso mesmo que ela disse: “Eu dou um jeito de enrolar o troxa”. E disse mais, disse que o Vick tinha feito ela gozar como você nunca conseguiu fazer. Por isso, sempre que ele ligar, ela vai estar disponível. Ah!, inclusive, ela já ligou pra ele hoje, chamando ele pra sair. Ele disse que só recusou porque tinha combinado de sair comigo. Mas eu fiquei tão puta de saber que a sonsa da sua namorada tá querendo me sacanear que até desisti de sair com ele – Michelle concluiu revoltada.
– Ficou com ciúmes? – perguntei.
– Ciúme porra nenhuma! Fiquei revoltada de ver aquela magrela achando que pode competir comigo. Falsa do caralho! Se duvidar, eles devem estar fudendo agora. Agora que eu não quis sair com ele, aposto que o Vick ligou pra ela. Liga só pra ela que você vai ver. Pergunta onde ela está. Você achou que não ia mais ser corno? Acho que não vai caber tanto chifre nessa cabeça – ela riu, debochando da minha cara.
– Mais chifre do que você já colocou, acho impossível – respondi.
– Se você gosta tanto de ser corno, então por que não fica comigo? Pode deixar que eu te dou todos os chifres que você merece. Acho que você gosta mesmo de ver sua mulher gozando com um homem melhor que você, mais viril, mais gostoso, mais pauzudo, alguém que consegue satisfazer sua putinha do jeito que você não consegue. Então, o que você acha? Larga essa vadia e volta a ser meu corninho de estimação?
E foi o que aconteceu. Michelle só não contava de sentir ciúmes do Vick quando soubesse da história. (Mas ela não confessa que sentiu ciúmes.) Depois de me contar tudo, Michelle subiu no meu colo e me seduziu com a facilidade que só ela sabe. Eu fiquei louco de tesão e fudi muito a baixinha. Ela estava a 11 dias sem fuder, então gozou 3 vezes (muito mais do que o normal comigo). Ela quase me convenceu a largar a Jenifer e ficar com Michelle. Foi uma foda memorável, pelo menos para mim. Acho que para ela não foi tanto, porque às 21 horas, ela pegou o telefone e ligou para um amigo. Meia hora depois, o interfone tocou e ela saiu de casa.

Eu fiquei sozinho em casa, então resolvi ligar para a Jenifer. A primeira vez que liguei, ela atendeu e disse que não poderia me ver porque estava na casa da avó, fazendo uma visita. Uma hora depois, eu liguei de novo e ela não atendeu. Continuei insistindo e o telefone dela foi desligado. Com certeza ela estava com o Vick.

Eu já estava deitado no meu quarto quando Michelle chegou às 23:45h. Ouvi muitos risos abafados, depois os gemidos, depois os gritos alucinados da baixinha gozando no quarto ao lado. Eu ouvi ela gozar 8 vezes, pelo menos. De repente, a porta do meu quarto abriu e ela entrou. Não acendeu a luz. Sentou com a buceta e a bunda toda lambuzada na minha cara. Ela estava completamente molhada de suor. Os cabelos pingavam. Ela se esfregou, rebolou e falou: “Lambe, corninho, lambe tudinho”. O pior é que eu cheguei a lamber mesmo. Aí ela falou: “Assim, meu corno. Lambe tudo. Lambe o banho de porra desses pirocudos”. Quando ela disse isso, eu a empurrei, e ela saiu correndo e rindo. Foi para o outro quarto e ouvi as gargalhadas. Eram 3 amigos dela (3 grandalhões do time de basquete, 1 branquelo e 2 negões). Eles já haviam fudido a baixinha por quase 2 horas. Quando ela voltou ao quarto, a surra de piroca continuou até 3:30h da manhã.

No dia seguinte, terminei com a Jenifer e contei tudo que sabia. Ela ficou puta da vida com a Michelle e as duas caíram na porrada na rua, depois que o shopping fechou. A baixinha conseguiu dar uma surra na magrela. Michelle disse que sentou em cima da barriga da Jenifer e deu muitos socos na cara dela, até alguém chegar e separar a briga. De algum jeito, acho que me vinguei. Curioso é que depois disso tudo o Vick continuou fudendo as duas. Um dia uma, outro dia a outra.

Foto 1 do Conto erotico: FIM DO NAMORO

Foto 2 do Conto erotico: FIM DO NAMORO

Foto 3 do Conto erotico: FIM DO NAMORO


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario aventura.ctba

aventura.ctba Comentou em 29/10/2016

Adorei seu conto, fiquei excitadíssima enquanto lia, votado com certeza. Eu e meu marido temos contos novos postados, irei adorar sua visita na minha página...Beijos. Ângela: Casal aventura.ctba

foto perfil usuario kv_safado

kv_safado Comentou em 20/10/2016

Até que enfim vc se deu bem né! Eu sei que vc adora ser corno e humilhado pela baixinha. Mas agora consegui ter duas mulheres que querem foder contigo e te meter chifres. Acho que vc é o que todo corno quer ser. SUPER CORNO! Parabens! Como eu disse uma outra vez e agora vejo se aproximando mais, Vc já chupa sua ex cheia de porra, daqui a pouco vc ta mamando os machos pra ajudar a baixinha! ;)

foto perfil usuario andreferraz

andreferraz Comentou em 17/10/2016

vcs tem algum vídeo no xvideos?

foto perfil usuario kzdopass48es

kzdopass48es Comentou em 17/10/2016

uma salada mista muito gostosa! Eu quero comer suas gatas! Betto

foto perfil usuario o cara_rj

o cara_rj Comentou em 16/10/2016

Adoro seus contos! Sou do Rj e gostaria de conhecer suas mulheres deixa um contato seu no meu perfil que eu entro em campinas contato




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


80027 - CARNAVAL 2016 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 17
81347 - CARNAVAL 2016 PARTE 2 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 14
82673 - MAIS CORNOS - Categoria: Traição/Corno - Votos: 13
84943 - O ÚLTIMO RELATO DE UM CORNO - Categoria: Traição/Corno - Votos: 13
89003 - MINHA NOVA NAMORADA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 12

Ficha do conto

Foto Perfil gugamrap
gugamrap

Nome do conto:
FIM DO NAMORO

Codigo do conto:
90603

Categoria:
Traição/Corno

Data da Publicação:
15/10/2016

Quant.de Votos:
9

Quant.de Fotos:
3


Online porn video at mobile phone


videos de entrei na casa para roubar e tinha uma nifeta virge da buceta e eu comi elapokemons contos eróticos gayswww entiada safada com namorado fudendo la no se kitinete. comquadrinhos zooskoolmeu sogro me arombou meu cú virgem contos eroticosxvideos miuchafotomulatinhaConto erotico casadascanto erotico esposa cusudachantageado pelo amigo sexo gayxvıdıos escorendoconto erotico trans babadinhocontos eroticos real o vaqueiro quebrou meu cabacinhoContos eroticos de novinha cega fudendobuceta e anus arombado emendados pornocontos eroticos presente do papaitaradinha com o cuvirei puto na igreja conto gaycolega de quarto conto eroticodoirmaodotadogayporno flagrei titiafudendopriquito virgem descabasado ate o talo pornovelho com mau hálito beijando neta pornocontos de traiçãofilha de pastor metendo.XVídeos parafusinhoxvideo filnha tia tioquadradinho de erotico bom de lerconto erotico gosto de ser dominadora novinhofodendo a buceta da tiaConto no cu da mamãecontos eróticos arrombando cu de negrinhadespedida de solteira fodendo a vontadecontos com fotoscfm casadascarolzinha baixinha safada trepanoum motivo pra virar puta_conto eroticome fuderam depois de casada contofoto de Babalu pelada pornôconto mae pelada p o filhofotomulatinhaContos eroticos empregsda do vizinho parte9Contos eroticos com fotos de podolatria priminhas deixando chupar seus pesconto porno foi trair e se deu malconto herotico com foto metendo anNetinha.contosconto erotico irman da horalatinboys.comcoto cumi a buceta da mia maever vídeo pornô gay gay hétero tirando a virgindade do seu cunhadinho a forçanegros magros cinquentoes fudendo outroos funkstones 5conto erotico minha mae é uma piranhaFlagrei minha irmã tocando uma punheta no meu marido. Depois também participei. Com fotos.porno em quadrinho milfContos erotico com filho mais da minha vizinhaporno amador novinha tendo orgasmo prolongadowww.contos eroticos filho caçula pauzudo come cu da mae viuvacontos eroticos MEU filho meu DONO 3Cúmplices De Um Resgate Contos Gaymayara afilhada linda conto eróticoarrombada contocontactpromo.ru contosconto ai tio quero geme fode meu cu mete gostoso no rabo de sua sobrinha ai arromaba o cu de sua pumulher chama eletrissista e fica sem calcinhahentai travesti . a vinganca das alunas 2Conto erotico de brasileira e um africano priminha tesuda conto eroticoconto incesto sou mulher do meu filhosam tres espias demais nuame fizeram de vaca no ordenhador contos eroticosbundinha pra dois contoxvidio animadoconto eu minha mulher e um amigo na lua de meutufos maniaco quadrinhocasa dos contos eroticos mae e filho puro amor